Quarta-feira, 17 de Outubro de 2012
OE em causa...


No primeiro dia após a entrega do OE, e pelo meio das fragilidades evidenciadas pela coligação e de duras críticas de economistas da área do PSD e do CDS, o FMI vem evidenciar algo que já era visível e expectável. 

O Orçamento de Estado para 2013 assenta num cenário macroeconómico irrealista.


Menciona-se um decréscimo do PIB de apenas 1%.

Conforme se verifica pela capa do Público de hoje, as previsões do FMI para a economia portuguesa são bem diferentes.

Mesmo no cenário mais favorável, dadas as circunstâncias, o decréscimo do produto deverá ficar num minímo de 2,8%, atentas as medidas fiscais propostas.


Esta divergência, aparentemente pequena, transforma este OE em algo insusceptível de execução e num previsível agravamento da situação do país a breve prazo.


uma psicose de Hugo Carneiro às 00:43
link directo | psicomentar | psicomentaram (1)

Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009
Estímulo à Economia, versão Governo PS!

O Governo prometeu à Comissão Europeia aumentar os impostos em 2010 e 2011. A decomposição da receita fiscal, prevista no Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) aprovado no final de Janeiro no Parlamento e já entregue em Bruxelas, deixa claro que os impostos directos e indirectos vão aumentar nos próximos dois anos. Depois do alívio aplicado em 2009, a carga fiscal aumentará 0,3 pontos percentuais nos próximos dois anos. E, caso o PIB seja próximo dos 160 mil milhões de euros por ano, os portugueses pagarão mais 320 milhões de euros em impostos, em 2010.

in CM



uma psicose de jfd às 16:24
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009
Contracção do PIB entre 0,7% e 0,8%

Hoje, o novo site economico.pt , avança em exclusivo (dizem eles), o seguinte:


O Banco de Portugal vai confirmar que Portugal entrará em recessão este ano, apurou o Económico. No Boletim de Inverno, a instituição liderada por Vítor Constâncio vai prever uma contracção do PIB entre 0,7% e 0,8%.
Vítor Constâncio vai apresentar hoje às 15h00 a avaliação da situação actual e futura da economia portuguesa.
No Boletim de Inverno, o Banco de Portugal vai também antecipar que a economia nacional voltará a terreno positivo em 2010.
Os economistas contactados pelo Económico previam uma recessão menos acentuada para 2009, entre 0,2% e 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Ontem o nosso PM quase que batia ao Ricardo Costa por antever esta previsão... Será que hoje quem vai levar é Constâncio? Esgotaram-se as boas notícias para o Governo? O que vale é que há uma crise mundial para servir de bode... Não tenho nenhuma alegria nas más notícias, entenda-se. Mas enervam-me muito as injustiças.
 

Esperemos pelo boletim e vamos ver no que se baseiam as previsões...


: apreensivo, expectante

uma psicose de jfd às 13:50
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.