Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Uma verdade

Paulo Colaço, 08.01.13

"To whom it may concern: ao contrário do que os anónimos do costume puseram a circular: 1) não saio da CGD com qualquer reforma; 2) despedi-me do grupo Mello em 2011 e não vou regressar. É por estas e por outras que qualquer dia não há ninguém capaz disponível para funções executivas no sector público" (António Nogueira Leite, Facebook)

 

Não vem ao caso o que eu penso de Nogueira Leite ou da sua recente actividade "opinativa".

O que neste post quero vincar é a última frase desta sua publicação na rede social do momento.

Sou dos que acha que há duas coisas más na política: os maus políticos e os maus cidadãos.

Os maus políticos compromentem a evolução social, cultural e económica de um povo; os maus cidadãos comprometem a vontade de os bons cidadãos quererem ir para a política.

A opinião fácil, a crítica rasteira, o comentário desinformado, a preguiça, o laxismo, a má educação são tão nefastas quanto a incompetência.

Desprezo, em igual medida, tanto os maus políticos quanto os maus cidadãos.

O que é que a UE fez por ti este ano?

Elsa Picão, 07.06.10
 
 
 
 
A União Europeia não é algo indefinido lá longe em Bruxelas!
 
Diariamente, a Comissão, Parlamento e Conselho trabalham com o objectivo de tornar a UE num espaço mais própero, solidário e próximo dos seus cidadãos.
 
No link (http://ec.europa.eu/snapshot/index_pt.htm) que vos proponho encontrarão uma visão rápida de dez medidas em que ao longo do último ano a UE fez a diferença nas nossas vidas.