Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Banqueiros Portugueses: Uma anedota

Ricardo Campelo de Magalhães, 09.11.11

Banqueiros escrevam Carta a Bruxelas

Ninguém mais do que eu aqui é contra a nacionalização da banca.

Mas meus caros: vocês escavaram o buraco! Agora é tempo de entregar o comando a outros, voluntariamente (preferível) ou à força (como está a acontecer).

O Capitalismo tem regras: quem gere mal, SAI. Fora. Rua. Aspe, que já vão tarde.

Numa notícia relacionada: Banca Portuguesa afunda para mínimos históricos

 

A expansão do crédito levou a banca a lucros, bónus e detenção de empresas e património recordes. Chegou a hora de pagar o preço. Ou...

Obrigações do tesouro dos EUA: Caveat Emptor

Guilherme Diaz-Bérrio, 22.10.09

 

 A agência de notação financeira Moody’s alertou hoje que, caso os Estados Unidos não reduzam a dimensão da sua dívida pública, poderão perder o seu ‘rating’ de ‘Aaa’.

 

Diário Económico

 

Obama está, financeiramente, a patinar em gelo muito fino... até agora, não passam de ameaças. No dia em que uma agência de notação retirar o rating AAA (que, acrescente-se, não é um direito divino inalienável conferido aos EUA) é o dia em que se vai ver a abertura de uma cratera depois de rebentar a bolha no activo financeiro mais inflacionado no mundo: a Obrigação do Tesouro Norte-Americano.

 

(Caveat Emptor é latim para "O comprador que se cuide", expressão usada em mercados financeiros para ilustrar que quem compra um activo deve ter noção e consciência dos riscos)