Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

I dag er vi alle norske – Hoje, todos somos Noruegueses

Miguel Nunes Silva, 22.07.11

 

 

 

Caso o que aconteceu em Oslo seja responsabilidade de terroristas, a Noruega terá agora a infeliz honra de se juntar à Rússia, Espanha e Reino Unido como mais um país Europeu vítima do terrorismo islâmico.

 

Dois aspectos importantes a ter em conta:

 

1 – a Noruega está presente no Afeganistão e ao largo da Somália em missões defensivas. Não foram os Noruegueses que atacaram o Afeganistão ou consentiram que uma organização a operar a partir do seu território o fizesse. Não foram tão pouco os Noruegueses que iniciaram a guerra civil na Somália ou que são responsáveis pela pirataria na zona.

 

2 – Retirar destas missões em curso seria dar legitimidade a terroristas. Se há mensagem que vale a pena enviar neste momento, é que o terrorismo deve ser combatido em todas as circunstâncias e não apenas quando é conveniente.

 

Tal como os Noruegueses, Portugal está presente no Afeganistão e na Somália e temos por isso de reflectir nas consequências e ramificações deste evento.

Ainda que a participação de Portugal nestas missões seja passível de debate, aquilo que estará agora em causa é a resposta política a este ataque e essa resposta na Noruega ou em Portugal nunca poderá ser o medo.

Prioridades...

Miguel Nunes Silva, 19.11.10

Portugal NÃO ESTÁ disponível para integrar uma missão internacional de estabilização na Guiné-Bissau. Porquê? Não se sabe, o MNE não foi muito eloquente em explicações.

 

 

 

 

 

 

 

Mas Portugal JÁ ESTÁ disponível para reforçar o contingente que tem no Afeganistão.

 

Ora, se o que está em causa não é a disponibilidade financeira, então eu gostava de saber de que modo o Afeganistão constitui para Portugal uma maior prioridade que a Guiné...