Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Brincar às Guerras

Paulo Colaço, 23.01.07
Aponto o meu primeiro post para a vergonha americana. No jornal “Diário de Notícias” de hoje, 23 de Janeiro de 2007, pode-se ler o seguinte título “George Bush garante não haver calendário de retirada do Iraque”.

Embora o general George Casey diga que os reforços que acabaram de chegar ao Iraque poderiam regressar ao seu país no próximo Verão, o nosso “amigo” Bush não afasta a possibilidade dos militares americanos continuarem no Iraque até Janeiro de 2009, ainda quando o seu sucessor tomar posse. Ainda mais, numa conferência de imprensa em Bagdad, Robert Gates (secretário da Defesa), afirma que o facto das condições de segurança terem melhorado oferece a possibilidade de iniciar uma retirada no final do Verão.

Será que o Presidente dos Estados Unidos nunca teve uma PlayStation para brincar às guerras e agora quer recuperar o tempo perdido?

Pois não admira que, como indica ainda a notícia, este senhor tenha perdido tanto a sua popularidade sendo esta a mais baixa de sempre…

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.