Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Coisas que deixam o JFD de boca aberta (7)*

jfd, 01.02.11

*WTF?!?!

 


O Ministério Público acaba de acusar o advogado Ricardo Sá Fernandes do crime de «gravação ilícita». Trata-se da gravação (de som) do primeiro encontro entre o advogado e Domingos Névoa, dono da Bragaparques, que constitui prova da proposta de corrupção que este lhe fez.

A acusação é insólita. O Ministério Público, segundo esta acusação do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, entende agora que a gravação foi ilícita. Mas, no processo que moveu contra Domingos Névoa, indiciou-a como prova do crime de corrupção activa para acto ilícito pelo qual acusou o empresário. Este, recorde-se, pretendia pagar 200 mil euros ao irmão do advogado, José Sá Fernandes, vereador na Câmara de Lisboa, em troca de este desistir de todas as acções que punham em causa o negócio Parque Mayer/Feira Popular (...)

 

SOL

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Diogo Agostinho 03.02.2011

    E que tal um PsicoJantar com as duas visões? Aceitam?
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.