Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

7 comentários

  • Imagem de perfil

    Miguel Nunes Silva 21.12.2010

    Exactamente Nuno.


    Rui, a tua Profª queria impôr respeito na sala de aula.

    Aquela família queria impôr a sua cultura na sociedade de acolhimento.

  • Imagem de perfil

    Rui C Pinto 21.12.2010

    A minha Profª não impôs respeito, impôs uma ideia, impôs uma forma de estar, puniu! E isso, só por si, é pior e mais castrador que uma família que ao sentir-se lesada nos seus ideais faz uma queixa (sem que daqui decorra necessariamente uma punição).

    É esta a diferença entre a intolerância exercida por uma maioria e por uma minoria...
  • Imagem de perfil

    Miguel Nunes Silva 21.12.2010

    Rui, tu és inteligente e sabes que a equivalência que estás a fazer não tem cabimento.
  • Imagem de perfil

    Rui C Pinto 21.12.2010

    E tu és igualmente inteligente para perceber que o que estás a fazer é populismo com base num preconceito...
  • Imagem de perfil

    jfd 21.12.2010

    Por amor de Deus... KKK, presunto? Tudo em linha com o tal argumentário limpo e mais que provado como sendo o único que pode ser alguma vez utilizado nestas caixas de comentários.

    Que coisa impressionante. Que racista.
  • Imagem de perfil

    Miguel Nunes Silva 22.12.2010

    Ai agora já sou 'racista'!

    Ups, desculpa! Esqueci-me momentaneamento que nada do que dizes é (auto-proclamadamente) para levar a sério ou para ser interpretado objectivamente.
    MY MISTAKE

    -------------

    Porque é que a comparação com o KKK é descabida diz-me lá.

    Aquele miúdo vem de um lar aonde lhe dizem que comer carne de porco é pecado e que todos os que sequer mencionam tal coisa estão a ofender Deus, e o cúmulo é que o ENDOUTRINAM nisto vivendo, trabalhando, usufruindo da liberdade, de uma sociedade que ... pecado dos pecados... come carne de porco por tradição.

    Se isto não é gerar preconceito e xenofobia para com a sociedade em que se vive, não sei que seja.
    As famílias KKK são diferentes?....


    Do ultraje és sempre capaz. E um argumentozito? Só desta vez. Vá lá.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.