Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Jorge Silva Carvalho Não é Nojento...

Miguel Nunes Silva, 22.11.10

O agora futuro ex-director do SIED, indignado com os cortes brutais que o serviço virá a sofrer bateu com a porta e apresentou a demissão. Compreendo-o e aplaudo. O governo vai forçar a secreta a fechar várias 'antenas' pelo mundo fora o que poderá comprometer a nossa já diminuta rede de informações. Isto é tanto mais grave porque a norma é que os países que não têm muito poder económico para investir em forças armadas, compensam em investimento nos serviços de informações.

O futuro ex-director tem portanto razão em demitir-se por não considerar que usufrui das condições mínimas para fazer o seu trabalho.

 

Até aqui tudo bem, o problema é que o Correio da Manhã noticia que o futuro ex-director Carvalho vai deixar o SIED para ir para a ONGOING.

Desconheço o que a lei diz sobre períodos de nojo para detentores de altos cargos nas secretas mas uma coisa é certa, precisamente pelo cariz do cargo que desempenham, este período devia ser tão ou mais longo que o dos políticos.

 

Sai mal o governo, que deixa as secretas ainda mais precárias do que já estavam e que ainda perde capital político ao ver o director do SIED demitir-se dias antes da cimeira da NATO.

Sai mal o Sr. Carvalho que 'embaraça' o governo com o seu timing e que lança dúvidas sobre as suas verdadeiras intenções ao já ter poiso garantido.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Miguel Nunes Silva 23.11.2010

    Podia-se ter demitido depois da cimeira.

    Podia ter esperado uns meses para oficializar a ida.

    Não custava muito.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.