Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Coragem

Diogo Agostinho, 06.09.10

 

Neste caso Casa Pia, em que observamos estas condenações, que veremos se chegam mesmo a ser, não se pode de deixar de pensar na vida das vitimas. Esses sim é que sofreram e sofrem. Esses sim é que merecem o nosso respeito e consideração. Não outros, que abusam e depois nem condenados são. Que têm amigos e amiguinhos e que estão acima de tudo e todos.

 

Mas, neste caso não poderia deixar de falar de três pessoas essenciais. Para além do notável trabalho de Felícia Cabrita, queria destacar a coragem política e de acompanhamento deste processo de Bagão Félix e Catalina Pestana. Foram e são duas pessoas de enorme coragem! Com um sentido de ajuda às vítimas deste enorme flagelo. Como é estranho Catalina Pestana não ter sido reconduzida já neste Governo Socialista. Como é estranho que antes dela tudo estivesse "normal". Como era estranho até aquele "brilhante" Provedor da Casa Pia, dizer que se só existia um funcionário (Bibi) com queixas, não era mau.

 

Bagão Félix e Catalina Pestana foram um exemplo de serviço público. A defender os interesses de quem realmente sofre. Quem nos dera ter mais pessoas assim: livres e com coragem.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.