Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Propaganda XXI.

nunodc, 31.05.10

 

Há já algum tempo que queria escrever algo sobre isto, mas só há pouco encontrei a imagem.

Estes são os novos cartazes do BE, espalhados um pouco por todo o país.

 

Todo e qualquer partido tem direito às suas reivindicações, a discordar com as políticas actuais e a implementar, etc, etc. O Bloco que reclame da forma que ache adequada, nem sequer é isso que está em questão,

 

mas...

 

daí a tornar a política numa caça ao homem (ou, neste caso, homens) vai uma longa distância. Vale mesmo tudo?

 

Note-se que, obviamente, também considero os salários como sendo um exagero, mas daí a pôr a cara deles num cartaz, como se eles fossem criminosos, como se tivessem grande voto em questões políticas, como se fossem os responsáveis  por todos os males do país...


Muito mau gosto.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Bruno Ribeiro 31.05.2010

    Como liberal que assumes ser, essa postura é mais que natural Tiago. No entanto, como político não deverias esquecer que uma das tuas funções deve ser contribuir para minorar as diferenças entre ricos e pobres no sentido de construir uma sociedade mais justa e evitar que se caiam em extremos como aconteceu durante a nos no Brasil e agora parece estar a melhorar um pouco.

    No entanto, lembro-me sempre da história do grande líder político que disse que o seu objectivo não era acabar com os ricos mas sim acabar com os pobres. E é isso que eu acho que importa que as pessoas percebam no Bloco: a demagogia deles leva-os a atacar os ricos como se fossem eles que estão errados quando no fundo o que toda a gente quer é ter uma vida melhor e poder partilhá-la com os que lhe são mais próximos.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.