Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Para reflectirmos

Diogo Agostinho, 30.10.09

 

Já cometeu alguma infracção de trânsito?

Já: excesso de velocidade. Mas eu não cometo excessos de velocidade. Eu ando acima da velocidade permitida por Lei, o que é completamente diferente. Ou seja, se eu for no meu Mercedes a 150 km/hora na auto-estrada, não vou em excesso de velocidade. Vou acima dos 120 km/hora que são permitidos na Lei. Mas não vou em excesso: se eu for a 120 km/hora num carro daqueles vou a dormir e isso sim é perigoso. Na A1 não ando a mais de 120km/hora porque é uma estrada perigosa. Mas na A2 para o Algarve, que não tem curvas cegas, prefiro pagar a coima por andar a 140km/hora do que arriscar a morrer por ter adormecido.

 

Retirei este excerto da entrevista de Carlos Barbosa, Presidente do ACP, ao i. De facto, este tema deveria ser alvo de uma discussão e alteração da lei. A velocidade deveria ser analisada estrada a estrada. Não concordo com a igualdade apenas por ser auto-estrada.

 

Tenho acompanhado de longe o percurso de Carlos Barbosa, tenho a impressão de que é um elemento sério e correcto. Com um enorme conhecimento na área em que actua. Penso que deveria ter sido o Candidato pelo PSD em Lisboa, ou a Vereador ou mesmo a Presidente da Assembleia Municipal. Seria um bom nome para Ministro das Obras Públicas e Transportes.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.