Domingo, 12 de Novembro de 2006
Acção do Governo tem falta de vitamina!
Um artigo de Marta Rocha

"0 líder do PSD, Marques Mendes, afirmou ontem que José Sócrates, precisa duma receita de credibilidade.
Marques Mendes diz que a credibilidade se perde quando se quebram sistematicamente propostas eleitorais. Essa é uma forma de minar a qualidade da nossa democracia. Falar em 11 a 14 por cento já não é apenas minar a credibilidade, é ser ridículo. Portugal corre o risco de passar os cinco anos de mandato do PS a afastar-se da Europa e a divergir da União Europeia, porque o Governo fala de rigor mas as despesas do Estado crescem e fala em justiça social mas os impostos prejudicam cada vez mais famílias e empresas. A seriedade, tal como a coragem, não se fala nem se proclama, exerce-se. E, em matéria de coragem, há muito mais na retórica do que na acção, considerou o líder do PSD." in PUBLICO, 11 de Novembro de 2006)

Enquanto isto, os próprios socialistas já se questionam sobre se estão ou não a fazer o que prometeram. E eu, por mim, subscrevo o Dr. Marques Mendes, o Governo carece de uma receita de credibilidade, para cobrir o défice de seriedade não exercida.


uma psicose de Paulo Colaço às 02:49
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:17
link directo | psicomentar

5 comentários:
De Paulo Colaço a 12 de Novembro de 2006 às 14:54
Uma outra coisa que falta ao Governo é pastilhas para a memória!

O Ministra da Presidência, Pedro Silva Pereira, disse no final do Congresso do PS, que o governo tem de cortar a direito nao podendo "ouvir a rua" porque, segundo considerou, têm sido as vozes da rua (leia-se, as manifestações populares) que têm entravado a~s reformas importantes para o País.

Será que o cavalheiro se esqueceu que era o seu partido que dava gás à rua quando o PSD tentava tomar as medidas que urgia tomar?


De Anónimo a 12 de Novembro de 2006 às 15:50
Será que vamos morrer da cura??
Lembram-se da história do Burro??


De antZ a 12 de Novembro de 2006 às 18:24
Muito bem lembrado e escrito...
Vamos ver como é que o Sr. Pita reage a este post...
=P


De Anónimo a 13 de Novembro de 2006 às 14:23
As pessoas vão para a rua gritar porque estão desesperadas com esta crise que nunca mais passa e com as medidas loucas que o governo tem tomado...e imposto... todas as camadas sociais estão descontentes, profissionais de todas áreas estão descontentes! Não só os professores e educadores que estão descontentes com a ministra da educação. É, administração pública ,em geral, os juízes, os polícias, e agora brevemente são os militares que vão p a rua gritar.
Com tanta revolta por parte dos cidadãos portugueses ... será que vamos ter uma revolução em Portugal??


De antZ a 15 de Novembro de 2006 às 20:25
Os portugueses sentem-se revoltados porque, só agora estão a tomar consciencia da decisão que tomaram ao votarem num GOVERNO PS!
A situação só pode ser de revolta quando uma pessoa para além de se sentir desapontada com o governo se sente também mal consigo própria!
Esperemos que o POVO APRENDA COM OS ERROS!


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.