Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Menezes também deixou recados.

jfd, 14.10.09

Luís Filipe Menezes não é candidato à presidência do PSD, pelo menos até 2013. Quanto às autárquicas, o presidente da câmara Municipal de Gaia entende que o resultado do partido demonstra a perda de influência política e por isso espera ver novas ideias e novos rostos.
Para Menezes, o PSD deve mudar "rapidamente" de direcção, considerando que "aqueles que têm derrotas muito frustrantes devem ter o sentido de responsabilidade de dar o lugar a outros".

"Penso que é preciso mudar rapidamente. Nem Maio, nem Junho. Não há que manter intervalos nem pedir a cabeça de ninguém. É o normal. Foi o que fez o doutor Fernando Nogueira, o doutor Santana Lopes", disse  o presidente da Câmara de Gaia.

"Ficar agarrado aos lugares é prestar um mau serviço ao PSD", afirmou Luís Filipe Menezes, no discurso de vitória, que, destacou, "representou a maior derrota de sempre do PS numa grande cidade".

O ex-líder do PSD defendeu que "é preciso mudar de rumo", acrescentando que "o rumo que quis dar ao PSD é possível com outros rostos, com outras caras, com a juventude".

Em declarações aos jornalistas, Luís Filipe Menezes reforçou que "os resultados das autárquicas são dos autarcas e não das direcções partidárias", lembrando que foi "dos quatro candidatos às quatro maiores câmaras, o único que não teve a presença de Manuela Ferreira Leite na campanha".

com lusa

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.