Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Duarte Marques e polémica do Erasmus 1º Emprego

PsicoConvidado, 30.05.09

 

MAIZENA e Erasmus-Emprego: ideias que causam desnorte aos socialistas e que dão esperança aos portugueses
 
Papa Maizena
Mandaram-no comer papa Maizena para crescer, fizeram chacota com Paulo Rangel por causa do Programa Vasco da Gama - o Erasmus para o Primeiro Emprego. Registo que por mais maldosos possam ser, nunca terão provado farinha Maizena. Por aí começou logo a asneira socialista, embora tenha sido a menos grave
 
O que é afinal?
O cabeça de lista do PSD às eleições europeias apresentou na sua campanha uma proposta da JSD a que resolveu chamar Programa Vasco da Gama que é um Erasmus para o 1º Emprego. A ideia é criar um programa à semelhança do Erasmus, que todos bem conhecemos, destinado a quem procura o 1º emprego, promovendo a empregabilidade associada à mobilidade que tanto sucesso teve com o Erasmus. Ao contrário de outros programas este não é destinado apenas a licenciados mas sim a todos os jovens europeus com menos de 30 anos.
 
Como funcionaria?
As empresas e instituições envolvidas no projecto teriam um conjunto de facilidades e benefícios proporcionados pelas autoridade locais, sejam reduções fiscais ou outro tipo de preferências proporcionadas por cada Estado Membro. O objectivo é incentivar as entidades a aderirem ao projecto. Os participantes teriam contratos de um mínimo de 2 ou 3 anos num país estrangeiro, sendo que o modelo poderia passar por um financiamento do tipo “bolsa directa” ou um subsídio à entidade empregadora. Este detalhe da proposta seria alvo de negociação e articulação na UE.
 
Quem pagaria?
Do orçamento comunitário sobram todos os anos muitas verbas das mais diversas áreas. A do emprego e assuntos sociais é uma delas. Normalmente essas verbas são reenviadas para outras áreas do orçamento. A nossa ideia é aproveitar as sobras para pagar estas bolsas. No fundo nem é necessário mais dinheiro para este projecto, basta usar melhor as verbas disponíveis.
 
INOV Contacto
É uma farsa socialista
Algumas confusões foram feitas com o Programa Leonardo da Vinci que se destina a estágios e formação. O inenarrável Ministro Pinho disse que era o mesmo que o Programa Inov Contacto. Só esta alma afastada da realidade - e que acha que Portugal está fora da crise - poderia achar que o Eramus-1ºEmprego era igual. Convém lembrar que este Governo anunciou que duplicou o número de bolsas para o Inov, mas esqueceu-se de avisar que cortou essas mesmas bolsas para metade. Agora os participantes fazem apenas estágio de 6 meses quando antes era de 1 ano. Ou seja, temos mais participantes, mas por metade do tempo, gastando o mesmo em bolsas. É este o Governo que temos! O Inov é um programa português, para portugueses, pago pela UE!
 
Agora também já gostam!
Depois de tanta tolice, a JS e o candidato Vital (o tal que faz tudo mal), anunciaram a sua proposta de criar um programa europeu para promover o 1º emprego na Europa. Espantados? Eu também... depois de tanta polémica que nos ajudou a divulgar a proposta, vieram "plagiar" o nosso programa. E ainda bem!
 
Três palavras finais:
 - Para Paulo Rangel por ter aceite, melhorado e promovido esta excelente proposta,
 - Para o Joaquim Biancard que tem feito uma campanha notável de combate à abstenção jovem nas europeias e defendido as propostas da JSD e do PSD para a Europa.
- Para a JSD, para o Psicolaranja e para todos quantos têm colaborado nesta campanha, de norte a sul do país.
 
Dia 7 vamos todos votar PSD e ligar-nos à Europa!

 

 

Psico-convidado:

Duarte Marques

Candidato da JSD/PSD ao Parlamento Europeu

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.