Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008
Extrema Direita de volta...

 

"Os partidos de extrema-direita, de Heinz-Christian Strache e Jörg Haider, foram os únicos que conseguiram ganhar votos nas legislativas antecipadas de ontem. Os cenários de coligação começam agora a ser discutidos e não está excluído que, como em 2000, os radicais entrem no Governo." in DN.

 

E se em Portugal existisse um senhor Haider, com um discurso estruturado, com carisma e ideias claras, haveria espaço para crescer?

 

Ainda há espaço há direita em Portugal?

 

 



uma psicose de Diogo Agostinho às 14:27
link directo | psicomentar

18 comentários:
De Paulo Colaço a 29 de Setembro de 2008 às 14:37
A opinião vai-me sair um pouco nazi mas ei-la: quem vota é o povo.
O povo voto muito por emoções.
Logo, um carismático, com bom discurso, chega a muito lado.

Veja-se Paulo Portas (hoje mais moderado que no passado), chegou ao Governo, certo?
Ou Monteiro, que transformou o "taxi" em "roulotte"...


De Luis Melo a 29 de Setembro de 2008 às 14:41
Concordo com o Paulo.

Digo mais. Hoje em dia as pessoas votam muito pelo que vêm na TV e nos jornais. Se esse suposto líder da extrema-direita tivesse espaço na comunicação social, teria também espaço no espectro político português.

Obviamente que também teria de se "descolar" da imagem deixada por Mário Machado e Cª


De jfd a 29 de Setembro de 2008 às 14:59
Lá votam a partir dos 16 anos...


De Guilherme Diaz-Bérrio a 29 de Setembro de 2008 às 15:05
Como é que dizia Churchill?
"The best argument against democracy is a five minute conversation with the average voter"



De jfd a 29 de Setembro de 2008 às 15:07
Democratia sucks .
O melhor ainda está para ser inventado.


De Luis Melo a 29 de Setembro de 2008 às 15:16
Não penso assim. Não podemos é deixar que alguns (poucos mas com muito poder) possam distorcer a definição de democracia.


De jfd a 29 de Setembro de 2008 às 15:27
Luís, a 13 de Novembro de 2007, escrevi o meu primeiro post neste blog. Aproveitei algo que já tinha escrito em Setembro de 2005 depois de sair da Universidade de Verão
Parte do post fica aqui;

Pensemos no seguinte...Hoje em dia é eleito quem diz o que o povão quer ouvir. Isto é demagogia, isto é democracia. Tenho como adquirido que a maior parte do povão não sabe o que quer nem o que é melhor para o médio e longo prazo, sendo "escravos" do imediatismo (estarei correcto? Serei menos democrata?)... Ora, esse imediatismo é largamente explorado por candidatos menos sérios. Posto isto; não caminha a nossa democracia para algo que não será nada recomendável, tendo em conta que apenas serão eleitos os que não têm ideias e que se submetem às necessidades pouco iluminadas da maior parte do povão ? Não estará a democracia podre, a partir do momento em que, apenas tem como resultado uma alternância de poder bi-partidária e esvaziada de verdadeiros ideais caracterizadores e marcantes? Não estaremos num perigoso caminho quando a maior parte do povão nem se digna a exercer o seu direito (deveria ser uma obrigação!) de voto, sendo sempre "os mesmos" a votar?
Não estaremos a diluir as verdadeiras ideias e boas intenções numa mescla de "catch all parties" ?
Será a democracia apenas mais um sistema que será destronado por algo mais evoluído e totalmente diferente?
Serei eu um pessimista?
Serei um "neo-tirano"?
Aguardo comentários;)


De Luís Nogueira a 29 de Setembro de 2008 às 15:29
Hoje de manhã quando ouvi na rádio esta triste noticia, lembrei-me logo deste cenário: "lá vem a malta do PNR para a rua, inspirada em tudo e mais alguma coisa..."

Diogo, claro que há espaço para a direita democrática em Portugal. Até porque o discurso que resulta no vazio de resultados, por parte da esquerda portuguesa irá fazer-se sentir ainda com mais intensidade.

Podemos sempre questionar o grau de socialismo de Sócrates. O que não podemos ignorar são as graves consequências para o povo português, que a generalidade das políticas governativas têm trazido.


De Guilherme Diaz-Bérrio a 29 de Setembro de 2008 às 15:32
Continuando com o meu ataque súbito de "citações à Salgado", o "gurú" Churchill outra vez:
"Democracy is the worst form of government, except for all those other forms that have been tried from time to time."

Ou então, a minha preferida:
“Democracy is two wolves and a lamb voting on what to have for lunch. Liberty is a well-armed lamb contesting the vote.” Benjamin Franklin


De Luis Melo a 29 de Setembro de 2008 às 18:34
jfd, o teu texto vem de encontro ao que eu disse.
Existem alguns, que se aproveitam do facto de terem "tempo de antena" e distorcem a democracia.


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.