Segunda-feira, 15 de Setembro de 2008
Here comes the sun

 

Duas semanas depois da UV 2006 nascia o Psicolaranja.

A 16 de Setembro, no mesmo dia do seu primeiro post, as bancas de jornais vendiam o primeiro número de um novo semanário: o Sol.

Um jornal dirigido por um arquitecto: José António Saraiva.

Veio para ocupar o lugar do Expresso.

Pergunto: o que terá trazido de novo este novo jornal?

Mudou algo na imprensa? É melhor ou pior que o Expresso?



uma psicose de Paulo Colaço às 03:10
link directo | psicomentar

15 comentários:
De Ricardo Lopes a 15 de Setembro de 2008 às 08:27
Mudou algo na IMPRESA? Foi de propósito a referência ao grupo de Comunicação Social do Balsemão?


De Guilherme Parada Ramos a 15 de Setembro de 2008 às 09:59
Não creio que algo tenha mudado na imprensa. O jornal SOL é que mudou para poder sobreviver na imprensa. Lembrem-se daquela conversa: "SOL, um jornal que vale por si. €2 sem ofertas.". Mais tarde veríamos um SOL que não tem ofertas, como livros ou DVDs, mas sim brindes (que começaram por ser livres, acho).

Eu já era leitor do EXPRESSO há já algum tempo, e lembro-me que nesse dia o EXPRESSO mudou o seu formato. Um formato bastante mais prático, mas menos clássico. O EXPRESSO é o jornal com o melhor design do mundo.

Também fiquei a gostar muito do SOL. Achei-o muito organizado. E, como era novo, pensei que ia ter todos os números guardados. lol

Moral da história: gostava do EXPRESSO, quis gostar do SOL, passei a comprar o EXPRESSO e o SOL! pronto!


De Luis Melo a 15 de Setembro de 2008 às 10:00
Eu acho que o Paulo queria dizer "imprensa"... :)

Para mim nada mudou, continuo a ver as mesmas barbaridades jornalisticas que via antes.

Obvio que nem tudo é mau. Tanto um como outro, tem artigos de opinião bons e reportagens interessantes.

Mas, infelizmente, o objectivo continua a ser "vender" e não "informar". Por isso, no geral, serão sempre maus jornais.


De Nélson Faria a 15 de Setembro de 2008 às 12:57
Acho que como estrutura é melhor. Está melhor organizado, é para toda a família, é mais fácil de ler.

Por outro lado, o EXPRESSO é incontornável e é menos dado - apenas em relação com o SOL - a não noticias e a intrigas que só interessam a alguns "inside players".

Não agitou e pouco mudou. Veremos o que nos pode dar. Se o EXPRESSO coubesse dentro dos moldes do SOL tinham o meu jornal favorito.


De jfd a 15 de Setembro de 2008 às 13:17
Confesso que para além do site, e depois do
[Error: Irreparable invalid markup ('<i [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Confesso que para além do site, e depois do <I class=incorrect name="incorrect" <a>hype</A> </I>inicial não tenho ligado muito ao sol ;) <BR>Amanhã estarei no seu aniversário, a ver se o sol sorrirá para mim


De Paulo Colaço a 15 de Setembro de 2008 às 14:43
Jorge, do teu comentário apenas percebi que vais ao aniversário do Sol.
Encontramo-nos lá, então ;)

Yes, queria dizer "imprensa". Vou emendar.


De Tiago Laranjeiro a 15 de Setembro de 2008 às 15:07
Dois anos depois parece-me que o jornal de José António Saraiva continua à procura do seu lugar ao Sol...

O Expresso era o único jornal, para além dos vimaranenses, que havia em minha casa quando era pequeno. Cresci com ele, criei-lhe afeição. Com o lançamento do Sol, o Expresso mudou de formato, modernizou-se. Continua hoje a ser incontornável, e as suas notícias e reportagens fazem agenda. O Sol parece-me ter o seu espaço, bastante mais pequeno que o daquele que pretendia suplantar e claramente abaixo das pretensões iniciais de Saraiva. Estou com o Fonseca quando diz que, para além da edição online, pouco lhe tem ligado.


De Diogo Agostinho a 15 de Setembro de 2008 às 15:13
Eu sempre comprei o Expresso, um Jornal nacional de topo. Sempre gostei das crónicas de José António Saraiva, e por isso mesmo, desde que saíu o Sol para as bancas, comprei sempre o Sol e o Expresso.

Gosto dos cronistas do SOL. Do formato e das notícias. O Expresso mantém-se no topo também. Gánhamos todos.


De jfd a 15 de Setembro de 2008 às 15:20
Perdeu a carteira ;)


De xana a 15 de Setembro de 2008 às 16:28
Eu prefiro o Expresso, até porque não gostei nada da entrada nacionalista do Sol.

Mas uma coisa vos garanto: o nascimento do Psico foi bem mais importante do que o do Sol!

;)

|

De Paulo Colaço a 15 de Setembro de 2008 às 16:32
eheheheheh!

|

Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.