Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Persona non grata

Paulo Colaço, 28.11.07

O PCP expulsou ontem Luísa Mesquita.
Todos conhecemos o PCP: lida mal com a individualidade, não aceita “opiniões próprias” dos seus militantes, gosta de controlar a vida dos seus funcionários, considera-se dono dos mandatos dos seus titulares de cargos públicos.
Mesquita sabia em que estava metida, mas diz que se manterá como Deputada e Vereadora. O acto tem legitimidade inatacável mas moralidade dúbia.
Quando todos atacam a vilania do PCP eu julgar seus os mandatos que os eleitores deram aos candidatos das suas listas, eu lanço a pergunta: aceitariam ser deputados nessas condições?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.