Domingo, 15 de Abril de 2012
Brigada de Vícios Sexuais

Se em Portugal, o Intervencionismo vai de vento em popa, no estrangeiro vão muito à nossa frente.

 

Na Ucrânia, Natalia Korolevska tem um projecto de lei para proibir a Posição de Missionário (españolenglishespañol2, español3).

 

Típica mentalidade intervencionista: se a natalidade é baixa e a posição "canzarra" é "mais produtiva" que a "missionário", então proíba-se uma e promova-se a outra.

 

Fica por adiantar o que acontece caso alguém seja apanhado a fazer oral. Será que será obrigado a fazer o obrigatório de seguida?

 

Para quando alguém, digamos, Assunção Cristas, trazer esta novidade progressista para o nosso cantinho?!?

 

 

PS: Por favor alguém verifique a veracidade desta proposta. É difícil ler Ucraniano e estas fontes...
Espero bem que seja tudo baseado em sites tipo Inimigo Público.

Se bem que, se é esse o caso, é uma história bem criada, pois consigo imaginar muita gente a defender propostas deste calibre.

 

PS2: Evitem comentários sobre a deputada.

E sobre o modo como ela segura o microfone.

Vá, sejam simpáticos =) 



uma psicose de Ricardo Campelo de Magalhães às 18:30
link directo | psicomentar

2 comentários:
De Rui C Pinto a 15 de Abril de 2012 às 19:13
Estou contigo Ricardo! E só falta agora virem regular também a escolha do parceiro...

Tal como a recente decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos que negou a dois adultos que viviam maritalmente e com 4 filhos de viver a sua vida.

Ou como em tantos outros países se mantém a limitação a dois homossexuais casarem...

O que não falta, infelizmente, é brigadas de vícios...


De IT a 16 de Abril de 2012 às 20:16
Está tudo grosso...


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.