Terça-feira, 3 de Janeiro de 2012
Indignações típicas!

 

Hoje anda tudo muito indignado com o "Pingo Doce", que parece que virou "Tulipa Doce". Alexandre Soares dos Santos vai ser acusado de tudo, de causar os males do país a fuga ao fisco. Normal num país em que somos todos muito europeistas até à altura em que usa a Liberdade de Circulação de Capitais.

 

Infelizmente os indignados não leram a notícia com olhos de ler. O que vai para a Holanda é a Holding privada da familia que controla a Jerónimo Martins, SGPS, SA, e respectivas acções - e tecnicamente o controlo vai continuar na holding portuguesa.

 

Ou, em "tuguês corrente": O Pingo Doce vai continuar a pagar impostos em Portugal! Vão é para a Holanda porque o Direito Comercial holandês está a anos luz do Portugal (em especial em diferendos entre sócios)... e o país em questão não está falido.

 

Ou esqueceram-se todos que a Jeronimo Martins é uma Multinacional?

 

Como adoro estas indignações tipicas do português... 



uma psicose de Guilherme Diaz-Bérrio às 18:29
link directo | psicomentar

14 comentários:
De ogrilofalante a 4 de Janeiro de 2012 às 09:59
Se não era para tirar vantagens (pagar menos impostos) porquê mudar para a Holanda?
Quantas multinacionais não portuguesas estão sediadas em Portugal? ZERO!
+ 1 indignado!

|

De Ricardo Campelo de Magalhães a 4 de Janeiro de 2012 às 20:10
Claro.
Se tu não vês, então não há outros motivos.
De certeza!
Isso seria uma impossibilidade lógica.

PS: Na verdade tem a haver com a estratégia de internacionalização e com os impostos de futuros investimentos, não com os já realizados.
Não sou especialista no assunto, mas li quem é sem "bias" à partida.

|

De k. a 4 de Janeiro de 2012 às 10:11
+1 indignado

E não é por o senhor tentar pagar menos impostos, isso todos tentamos fazer

É porque o senhor é um raio de um hipocrita, que exige austeridade aos consumidores que durante anos, "consumindo acima das suas possibilidades" lhe encheram os bolsos - mas exigir austeridade a si mesmo, ai nunca, aqui del rei que pagar impostos é muito mau.

Pois é, mas ao menos esteja calado, já nos basta sofrer desemprego para ter de aturar idiotas


De k. a 4 de Janeiro de 2012 às 10:39
OMG SERÁ OUTRO INDIGNADO??

http://forteapache.blogs.sapo.pt/238008.html


De Ricardo Campelo de Magalhães a 4 de Janeiro de 2012 às 20:13


De IT a 4 de Janeiro de 2012 às 20:52
O Sr. da Jeránimo Martins vai pagar MENOS IMPOSTOS PESSOAIS quando forem taxados os seus lucros. Claro que os impostos locais paga: em Portugal e na Polónia.

Isto faz-me lembrar um outro tipo, que bramava contra o controlo espanhol e dias depois vende a sua empresa...a espanhóis. Ou bem que são capitalistas liberais e não têm pátria, ou querem subsídios dos contribuintes e aí eu quero parte dos lucros -lógico. O problema é que Portugal não tem empresários. Tem donos de empresas que vivem à conta do erário público -isto é assim desde o tempo do Sebastião José ('bué da munto velho').

|

De jfd a 4 de Janeiro de 2012 às 21:02
Não diga verdades a completados da direita sem olhos nem tomates para a ver.
Eu tou-me a lixar para quem quer boicotar o pingo doce, mas quem quer boicotar quem boicota cheira a ressaibiados.
Enfim.


Ao psico, seus três leitores e dois postantes desejo bom ano cheio de sucesso como aquele que têm demonstrado desde que tomaram a melhor decisão de 2011!

Visitem www.pensarlisboa.com
Forteapache.blogs.sapo.pt

Bom 2012!!!!!!!

|

De Guilherme Diaz-Bérrio a 5 de Janeiro de 2012 às 00:55
@K:
Pois, parece mais um indignado. Infelizmente, parece fazer parte do grupo dos que não sabem do que falam, e não pesquisam para saber do que falam.

@IT:
Um disparate dito mil vezes não se torna verdade. Isso não é pura e simplesmente verdade!

A) A empresa JM, SGPS, SA não vai sair de Portugal. Esta é a Cotada em Bolsa. Continua a pagar IRC em Portugal

B) O que foi para a holanda foi a empresa pessoal da familia, que detém os 56% da JM. Alias, essa continua cá. Criou-se uma sociedade nova, e transferiram-se as acções.

C) É mentira (!!) que a familia vá pagar menos impostos pessoais! Em primeiro lugar a empresa familiar não paga imposto sobre dividendos, porque detém mais de 10 por cento da empresa que os distribui. Está escrito no CIRC!!!!! O que pagariam é quando transferem os dividendos da empresa familiar para as suas contas pessoais. Ai, são taxados a 25 por cento. Cá e na Holanda! E em termos de IRS, são taxados no país de Residência. Ptt, vamos lá ganhar juizo e deixar de dizer disparates.

D) A holanda tem mais vantagens em relação a Portugal para além de impostos (que, no caso, só se materializaram caso a JM, SGPS, SA mudasse de sede): tem um codigo de sociedades comerciais que faz o nosso parecer arcano. E é o único país da Europa que acordos bilaterais com restantes países do mundo, de modo a evitar o pesadelo da dupla tributação. Isto é especialmente interessante se eu, empresário, quiser investir por exemplo na Colombia (como é o caso em mão). Uma coisa é investir em espaço comunitário, mas quando se saí dele, este país vai de chato a desagradavel, para internacionalizar!

E) Acesso a crédito! Vários empresários de queixam de não terem acesso a crédito. Nem os bancos portugueses têm. Já o disse n vezes ao longo dos anos: Nenhuma empresa tem um risco de crédito inferior ao risco do país onde estão os seus capitais. Loucuras do Estado contagiam tudo e todos.

Na holanda, a questão não se coloca, e a JM pode-se financiar, e a taxas mais baixas que cá.

Ou preferem que eles não pensem, fiquem sem financiamento e acabem a despedir pessoas? Se calhar é melhor.

Este discurso é demagógico e é digno do "berloque de esquerda". Tenho pena que meio país tenha embarcado na indignação sem ver o que estava no fundo da questão.

@JFD, são 3 comentadores. É diferente de leitores. Bom ano para ti e para os teus. Volta sempre.


De Ricardo Campelo de Magalhães a 5 de Janeiro de 2012 às 02:06
Ih...
Essa pessoa "sem tomates" deve ter ficado lixada.
Já a imagino a ler isso no seu telefone chique nas docas e a passar-se...


De k. a 5 de Janeiro de 2012 às 10:34
"Pois, parece mais um indignado. Infelizmente, parece fazer parte do grupo dos que não sabem do que falam, e não pesquisam para saber do que falam."


Pesquisar = fazer semi-traduções do Alphavile?

E sim, a JM está na Holanda para pagar menos impostos - dupla tributação, pagamento de juros (não é taxado na holanda), custos associados a participações sociais dedutiveis em IRC, yada yada yada - e a lei holandesa nao vai mudar em breve.


Yawn

Ou talvez seja por causa das tulipas.


|

De jfd a 5 de Janeiro de 2012 às 13:17
Pesquisar = fazer semi-traduções do Alphavile?

HAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahaHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahHAhAhAHAhAhAhAahahaHahahahahahhahaHAhAhaahahahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHahhahahahahahahaHAHhahahahahahahahahahhahahaAHah

|

De Guilherme Diaz-Bérrio a 5 de Janeiro de 2012 às 13:45
A sério k? Essa é a tua resposta?

Mt bem...

|

De Bruno Duarte a 5 de Janeiro de 2012 às 14:08
É por estas e por outras que Portugal não foi e não é um país melhor!

Faz parte da condição de gestor, decidir o que for melhor para a empresa! Quem tem culpa somos nós, Portugueses, governantes que não querem ver a evidência:

NÃO SÃO OS IMPOSTOS QUE FAZEM CRESCER O PAÍS!!

Mas em Portugal, até há um partido que acha que ainda é pouco e agora quer cria uma taxa sobre discos rígidos (!?):

http://aeiou.exameinformatica.pt/com-a-alteracao-da-lei-preco-dos-discos-rigidos-aumenta-21-euros-por-tb=f1011613?amp=

Para os que vieram já defender que "ah e tal isso já existe noutros países", eu respondo: quando tivermos ordenados como os deles, muito bem! Até lá, temos pena!


De Inês Tavares a 5 de Janeiro de 2012 às 14:11
Guilherme: «olhe que não, olhe que não»...

Aliás ASS disse algo de muito inteligente do tipo: temos de decidir o que queremos para Portugal -ou uma sociedade socialista, ou uma sociedade de livre iniciativa. Concordo com ele -decidamos!

Não andemos nesta confusão de estatismo (que pode ser não socialista, mas passe...) com liberalismo. É que a dita confusão vem do séc. XIX, onde o estado nacionalizava os prejuizos dos privados e nunca os lucros...
E os prejuízos eram/são pagos pelos contribuintes.

Toda esta discussão vem de não termos um rumo desde o Infante D. Henrique e da Ordem de Cristo.
Acabada a descolonização e o império, que Portugal?
Esta é a questão de 1 milhão de euros (que é + do que 1 milhão de dólares...)


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.