Terça-feira, 8 de Novembro de 2011
Só na América!

O estado norte americano do Mississippi prepara-se para votar em referendo se o embrião é um ser humano. O debate sobre o aborto entra invariavelmente no domínio do esotérico. Ao ponto de se perguntarem as coisas mais inauditas ao povo. 

 

Agora, uma mui douta população vai votar se o embrião é um ser humano. Uma mesma douta população (de um dos estados mais conservadores dos US) que se mobiliza com a mesma paixão para descriminar os seres humanos em função da sua orientação sexual. É, de facto, uma sociedade madura que não só define o ser humano como ainda o cataloga de acordo com as suas características fenotípicas. God save America!

 

Para responder à questão que lhes é colocada em referendo, os eleitores deveriam responder primeiro à pergunta: o que é um ser humano? Porque perguntar se o embrião é um ser humano? O embrião é o estágio após a fecundação até à fase de diferenciação orgânica. Isto é, após a fecundação do ovócito pelo espermatozóide os seus núcleos fundem-se e dão orivem ao ovo. A partir do momento em que o ovo entra em divisão mitótica dá origem ao embrião até que atinge a deferenciação por volta das oito semanas e onde é então chamado de feto. Ora, do ovo até ao feto há, no fundo, série de replicações da mesma célula (ovo). Porque raio se considera que o embrião é um ser humano e se põe de lado o ovo? O ovo é tão humano quanto o embrião. Será para manter a legalidade da pílula do dia seguinte? 



uma psicose de Rui C Pinto às 10:04
link directo

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.