Terça-feira, 14 de Novembro de 2006
Crime Perfeito
Um artigo de Adriana Neves
 
O PS torna a ser tema de um post deste blog e desta vez por uma medida "especial". Os deputados socialistas querem criar um Procurador Especial para exercer a acção penal sobre titulares de cargos políticos suspeitos de crimes graves. Segundo a proposta do PS, o Procurador Especial ira exercer as suas funções com estatuto idêntico ao do Ministério Público sendo que as funções cometidas ao Procurador Especial não prejudicam os direitos dos assistentes constituídos no processo

Agora questiono: Será que vale a pena a criação de um procurador especial? Será que esta medida não discrimina outros tipos de crime e consequentes arguidos? Será que o PS também vai aplicar aos seus políticos?

Em suma, a nossa justiça tem imensos problemas para resolver e não me parece que a criação de um Procurador especial contribua para um aumento da sua celeridade e para resolução dos outros problemas.


uma psicose de Paulo Colaço às 23:50
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:17
link directo | psicomentar

2 comentários:
De Paulo Colaço a 15 de Novembro de 2006 às 00:20
Dri, isso deve ser uma mania das limpezas que o Senhor Sócrates terá adquirido.

Costuma chamar-se "crime de colarinho branco" à infração praticada por gente com poder e influência normalmente acima do cidadão comum.

O PS quer criar o "colarinho branco mais branco". Uma espécie de novo triunfo dos porcos... literalmente!


De Big Mamma a 15 de Novembro de 2006 às 20:38
Isso seria criar outra estrutura para boys, tao pouco funcional como todas as outras!


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.