Domingo, 16 de Dezembro de 2012
Carlos Reis in a Nutshell

Custa-me reconhecer, mas tenho de concordar que podia ter-se discutido mais política neste Congresso. Sem papas na língua. Sem bloqueios. Nem obstáculos de oposição.

 

Mas não foi tão mau como o Carlos pinta.

 

Falta de ideias novas: talvez alguma razão neste aspecto. Acho que existem novas propostas, e se faltam ideias novas, falta também cumprir com as velhas.

 

Mas ainda assim, porque é que Carlos Reis não voltou a candidatar-se?

 

Excelente orador. De facto. Calmo, sem exaltações, conciso e incisivo. A JSD tem de dar o passo para não seguir cegamente o Governo: ter a capacidade de defender os jovens dos cortes cegos.

 

Mas como disse outro orador posteriormente, é preciso mais do que falar sobre exemplos, é preciso estar no terreno para conhecer a realidade.

 

Overall 5 em 10.

 

É uma pena é ter como referências ou exemplo figuras que denigrem a JSD. E com esse remate, toda a legitimidade deste discurso perde-se.



uma psicose de Essi Silva às 03:48
link directo | psicomentar | psicomentaram (1)

Sábado, 15 de Dezembro de 2012
Açores

Apontam-se dedos à competência. Mas diga-se o que se disser, verdade ou mentira, não é em congresso nacional que se dizem as verdades, quando não se assume a oposição e se sujeita às urnas e ao voto.



uma psicose de Essi Silva às 20:46
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Porque por vezes há que fazer chamadas de atenção






Porque as disputas internas são para resolver dentro de casa. E transparência é coisa que nunca faltou, aos meus olhos, nas funções exercidas pelos órgãos nacionais. Afirmar que são os meios de comunicação que procuram a polémica custa-me a acreditar: há muitos, que procuram na imprensa, o palco que não conseguem obter por si próprios!


uma psicose de Essi Silva às 18:01
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Obrigada Joana!

 

Por não aceitares que por erros de outros, chamem, a quem nunca teve responsabilidade na delapidação da Economia portuguesa e no aumento da dívida pública, ladrões. Eu não aceito isso e acho muito bem que a JSD também não aceite!

 

E também por não aceitar que quem saiu do Governo, afirme que não existem problemas de sustentabilidade, quando foram necessários pedidos de ajuda e a intervenção externa!



uma psicose de Essi Silva às 17:59
link directo | psicomentar

Hugo Soares apresenta a Moção de Estratégia Global

 

Notas:

- Boa opção aproximar os Observadores das estratégias da próxima CPN. Afinal de contas, e como Hugo Soares frisou bem ontem, são uma parte importante deste congresso, querendo estar mais próximos das decisões. 

 

- "Cabe à nossa geração dizer de uma vez por todas, que a Constituição que nos fez chegar aqui, a constituição dos nossos pais, falhou". Tem toda a razão. Mas será que uma reforma constitucional não é mais uma recauchutagem

 

- Criação da figura do alto representante das gerações - emissão de pareceres não vinculativos, para se poder fazer o balanço custo-benefício dos investimentos e políticas financeiras. Mas não será mais uma figura redundante, sem poder para evitar essa mesma oneração?

 

- Sustentabilidade do Estado Social: "temos de discutir novos modelos de financiamento da saúde e educação...Nós não somos liberais, somos sociais-democratas, defendendo a gratuitidade para quem não pode." Para quem argumenta que isso é promover cidadãos de primeira e segunda e que os impostos já fazem essas separações: essa distinção de classes já existe e o esforço fiscal não é justo nem equilibrado, muito menos eficiente. 

 

- Deve haver um limite máximo às pensões - 100% de acordo!

 

- Taxa de IVA para produtos essenciais para crianças baixar ao mínimo possível, benefícios para as famílias com constrangimentos económicos - Muito bem! Não só pela natalidade, mas porque as crianças, as próximas gerações não podem pagar pelos erros dos outros! (Mas onde vamos buscar financiamento para colmatar essa redução?)

 

- Reduzir as assimetrias litoral-interior: por exemplo, através de redução dos custos dos automobilistas nas auto-estradas do interior. 

 

(Hugo, pelo meio, já me convenceste. Tens o meu voto! :)

 

- As quotas e falta de pagamento, não devem ser motivo de varrimentos das listagens. E não faz, de todo, sentido que os jovens tenham de se refiliar aos 18. 

 

- Os militantes da JSD devem receber notificações do trabalho dos deputados! Todo o apoio: transparência mas sobretudo incentivo à participação política e à proximidade com os deputados que representam os jovens sociais-democratas!

 

- Combate ao enriquecimento ilícito - criminalização de actos políticos, sem colocar em causa os princípios do Estado democrático! 

 

- Conseguir justificar aos portugueses que os sacrifícios valeram a pena. (Vai exigir uma mudança abismal da comunicação que é feita pelo Governo!)

 

- Desemprego jovem: amanhã serão apresentados um conjunto de medidas essenciais ao combate a este flagelo. Vou aguardar com atenção!

 

 

 

 

 

 

 



uma psicose de Essi Silva às 16:51
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Sumário de 2 anos de CPN


uma psicose de Essi Silva às 16:30
link directo | psicomentar

Notas de rodapé

 

Para quem estuda Direito, sabe que por vezes, as notas de rodapé são mais importantes que o a referência de que originam. 

 

E portanto, gostei bastante da intervenção do Filipe Lopes, que fez uma chamada de atenção para as trocas de autarcas, entre diversas autarquias, para as próximas eleições.

É um excelente ponto. 

 

O Filipe deu vários argumentos para este tipo de situações serem perigosas. Mas o que mais destaco, foi o aviso sobre as elacções que se podem retirar: que a escolha destes candidatos vem de cima e não da vontade das Concelhias. O que nos leva a interrograr, se a escolha dos nossos candidatos é feita legitimamente por quem devem representar; ou por interesses externos - e obviamente qual a consequência e significado desse factor. 

 



uma psicose de Essi Silva às 16:16
link directo | psicomentar

Mais momentos de ontem

 



uma psicose de Essi Silva às 15:37
link directo | psicomentar

Balanço do primeiro dia de congresso

Lamentavelmente, o XXII Congresso Nacional da JSD, com listas únicas para todos os órgãos, à excepção do Conselho Nacional em que existem duas listas, (que poderão ver aqui), não só tem apelado pouco à discussão de ideias - exceptuando-se obviamente as discussões das áreas temáticas, que decorreram hoje - como tem sido pouco divulgado nos media. (Esperemos que tenha sido uma pontualidade)

 

Ontem, após a abertura do Congresso assistiu-se a uma panóplia de agradecimentos e elogios rasgados à CPN cessante; culminando num discurso fervoroso de Hugo Soares, candidato à  Presidência da Comissão Política Nacional da JSD. 

O discurso, embora bom, com uma apresentação da sua equipa e de algumas ideias estruturantes a serem abordadas pelo mandato que se aproxima, não me deixou plenamente convencida. 

Ainda assim, Hugo Soares surpreendeu pela positiva!

 

De todos os discursos a que assisti, salientaria o do Simão Ribeiro, candidato a Secretário-Geral da CPN, que conseguiu canalizar bem os desafios que foram enfrentados e aqueles que se apresentarão. 

 

Destaco, novamente, todos os elogios ao trabalho de Duarte Marques e sua equipa, que nos dois anos, em que o PSD foi oposição e formou Governo, defenderam os jovens e enfrentaram com excelência os problemas da nossa juventude, muitas vezes com um passo à frente dos desafios, e com um trabalho notável dos mais variados Gabinetes, em especial do Gabinete de Estudos. 

 

Os meus parabéns a toda a CPN do mandato 2010-2012 e orgulho por cinco dos nossos psicóticos e ex-psicóticos pertencerem à próxima CPN (a Margarida Balseiro Lopes, próxima Vice-presidente; João Marques, como Vogal; o José Baptista, como director de informação; a nossa querida Beatriz Ferreira, como secretária-geral adjunta e o Paulo Pinheiro, futuro director do Gabinete de Estudos). Boa sorte a todos!



uma psicose de Essi Silva às 15:11
link directo | psicomentar

Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012
E acabou de começar!

 



uma psicose de Essi Silva às 22:04
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

E a sala começa a compor-se


A sala à chegada da psicose



Às 21.30


uma psicose de Essi Silva às 21:48
link directo | psicomentar

Quase, quase a começar!

O Psicolaranja anda em todo o lado e embora os psicóticos ainda não tenham chegado ao Congresso, já têm informações privilegiadas! ;)

 

Tudo começou assim...

 

Mais montagens...
A vista por cima deve ser muito melhor!
Reunião de staff e voluntários.
Montagem do palanque!

 

Pronto para receber os Congressistas!

Todas estas imagens foram possíveis graças ao auxílio do José Filipe Baptista, ex-psicótico, para gentilmente nos foi informando do que se passava!

 

Para além disso, escreveu-nos um pequeno balanço do mandato cessante e as expectativas para o congresso. Aqui poderão ler as suas palavras:

 

"Os últimos dois anos foram de aceleração completa. Colaborar com a CPN da JSD foi uma experiência desafiante: as pessoas diferentes, os modos de pensar distintos. A JSD, como qualquer organização de média/grande dimensão precisa de lideranças sólidas e experientes. Experientes não éramos muito... mas sólidos não há dúvida que temos sido!

 

Alterámos muita coisa de forma transparente mas sem alaridos, de modo que chegassem às pessoas as políticas pelas quais pugnamos, para que sentissem na sua pele os verdadeiros efeitos. As últimas semanas têm sido... extenuantes!

 

Grandes noitadas a ultimar o processo eleitoral e a preparar tudo para este fim de semana. Felizmente tudo está a correr bem, os voluntários estão prontos para trabalhar. Espero que o XXII Congresso Nacional da JSD seja exclarecedor para que todos os delegados, não movidas por lógicas do aparelho partidário mas pela sua vontade e espírito crítico.

 

Um abraço a todos e bem haja à Essi pela chamada para hoje me dirigir a vós, através do Psico!"

 

José Filipe Baptista

 

Obrigada nós pelas imagens que gentilmente nos cedeste e por responderes ao nosso repto! :) 

 

Até logo!



uma psicose de PsicoConvidado às 13:33
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Eu também não conheço o Hugo Soares...

 

... mas já gosto dele.

 

E antes que venham bocas de quem não leu o artigo, deixo aqui um excerto:

 

O candidato à liderança considera, no documento, que é “hipócrita e socialmente iníqua a tendencial gratuitidade da educação e da saúde, levando a que haja espaço para uma educação/saúde de primeira e de segunda”. “Pagando todos o mesmo, a afectação de recursos é feita de forma ineficiente. Quem tem mais tem de pagar mais, para podermos proteger aqueles que têm menos rendimento”, acrescenta, na moção, o próximo líder da JSD.

Já agora (e a jeito de disclaimer) aproveito para desejar muita sorte à nova CPN (e em particular aos amigos que a vão compor), bem como ao Duarte Marques, no que quer que ele vá fazer a seguir.


:
: Fairytale of New York -The Pogues

uma psicose de José Pedro Salgado às 09:02
editado por Essi Silva às 13:53
link directo | psicomentar | psicomentaram (16)

Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012
Apontamentos Pré-Congresso
O XXII Congresso Nacional da JSD está aí à porta. Se é verdade que uma candidatura única, implica um esforço naturalmente menor para se atingir a vitória, isso não implica desleixo. Felizmente não tem sido o caso.

Não conheço ainda o Hugo Soares. Ouço o melhor dele, tenho prestado atenção à sua candidatura, mas não o conheço. Ainda.

E portanto, à excepção das suas propostas, que considero interessantes e positivas, não tenho muito para lhe apontar.

No entanto, conheço pessoas da sua equipa. É o caso da Margarida Balseiro Lopes, do Cristóvão Simão Ribeiro ou da Susana Santos. A estas três pessoas, com quem já travei conversas e cujo percurso tenho acompanhado, reconheço imensas qualidades e competências.
Não acho que façam um bom trabalho - tenho a certeza que farão um excelente trabalho!

Mas estes apontamentos não são só sobre o que aí vem. Sobre o futuro escreverei mais tarde.

Quero falar-vos da Comissão Política Nacional cessante. Da Presidência do Duarte Marques.

Cruzei-me pela primeira vez com o Duarte na UV'09. Em 2010 ouvi-o na Secção B, quando ele nos veio falar da sua campanha. Fiquei surpreendida.

Passo a explicar: quando me filiei finalmente na JSD, em 2006, tinha 16 anos. Apanhei a candidatura do Pedro Rodrigues, ouvi-o na apresentação que fez na Faculdade de Direito, e no fim fui falar com ele. Pedi-lhe que desse crédito à JSD, aos jovens, à política.

Não obstante o Pedro ter sido um bom presidente, sempre o achei distante. Nunca me identifiquei verdadeiramente com ele. Mas o Duarte foi um caso diferente.

Talvez por ser mais velha, por conviver com pessoas que eram relativamente próximas ao Duarte e por ser um psico-amigo; quando o Duarte conseguiu encher uma sala e os corredores na minha, eterna, secção, (até a polícia o veio ouvir), e apresentou-se no seu tom desafiante, soube que se pudesse votar seria aquela a minha escolha.

E não me arrependo dessa decisão.
Esta CPN foi desafiante, arrojada e próxima dos jovens! Perceberam os desafios da nossa juventude, propuseram-se a encontrar soluções para os nossos problemas! E sem se atrelarem ao Partido - mostrando a garra e autonomia da J!
Hoje temos deputados da JSD na AR em quem confio.
E tenho de agradecer não só ao Duarte, como a toda a sua equipa por isso.
Sem esquecer, obviamente, os restantes órgãos nacionais que permitiram igualmente esse sucesso!

Portanto neste fim de semana teremos certamente uma boa nova CPN, que terá a árdua tarefa de fazer melhor que quem os antecede!

Viva a JSD!

uma psicose de Essi Silva às 14:05
link directo | psicomentar | psicomentaram (6)

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012
XXII Congresso Nacional da JSD



O Psico também vai andar por lá. E como tal, poderás acompanhar as nossas psicoses aqui!

uma psicose de Essi Silva às 18:36
link directo | psicomentar

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.