Terça-feira, 26 de Outubro de 2010
O Senhor que se Segue

Em 2005, quando o governo Sócrates chegou ao poder, eu previ que não teria segundo mandato. Ignorante em relação à astuta manipulação dos media de que JS era capaz, subestimei as suas hipóteses, as hipóteses de um líder que eu na altura via como destituído de carisma, pouco eloquente e demasiado apparatchik para algum dia poder exercer grande apelo nas massas.

 

Enganei-me: tal como os Portugueses aderem a qualquer vulgar e estupidificante programa de TV desde que devidamente publicitado, também o fazem com o governo. Mas a chico-esperteza do Ministro júnior de Guterres não deverá ser suficiente para chegar ao fim do seu segundo mandato.

 

Quem é nesse caso o senhor que se segue?

 

TEIXEIRA DOS SANTOS - Na hipótese de vermos uma demissão do governo, o actual Ministro das Finanças seria uma boa escolha para um governo de gestão. Trágica que baste a sua lealdade às prerrogativas políticas de Sócrates, Teixeira dos Santos é ainda assim respeitado pelo espectro político e mais que nenhum acólito socrático, penosamente ciente dos desafios financeiros nacionais que pela sua inconveniência foram ignorados pelos governos Sócrates até agora.

 

ANTÓNIO COSTA - Delfim da liderança socialista Sócrates, o actual Presidente da Câmara de Lisboa tem vindo a ser preparado para liderar o PS. Mas Costa é um trunfo que o PS não quererá porventura gastar em caso de queda do governo. Pessoalmente penso que Costa simboliza toda a direcção do PS que foi conivente no desgoverno populista que Sócrates causou ao país. Tal como personalidades como Maria de Belém ou Ana Gomes, Costa fez questão de escudar o PM no seu falso álibi de culpar os problemas nacionais na crise internacional, o que o torna muito pouco recomendável para liderar o país.

 

MANUEL MARIA CARRILHO - Carrilho pode ter ou não sido expulso do seu cargo de embaixador na UNESCO mas a verdade é que a sua recente proeminência mediática deixa antever futuros 'voos'. É bem possível que Carrilho seja autorizado pela über-centralizada-e-infectada-por-group-think direcção PS, a avançar para a liderança para aguentar o duro período de oposição que se avizinha. Um sacrifício conveniente para dar tempo à caminhada triunfal de um peso politico socialista mais pesado.

 

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - Menos provável mas ainda assim um possível. O mal de António José Seguro é estar alinhado com Manuel Alegre e encabeçar a massa crítica de Alegristas que até agora não pôde ser esvaziada, uma vez que não houve possibilidade de os encaminhar nem para cargos na Europa, nem para a Presidência, nem tão pouco para o poder autárquico.

Seguro simbolizaria uma liderança de esquerda no PS e não conseguiria muito facilmente competir pelo centro.

 

Claro que todos estes nomes são hipóteses num universo sem José Sócrates. Resta então saber que trilho político Sócrates tenciona escolher. Tenderá ele a aguardar nas sombras por uma oportunidade de regresso como Paulo Portas? Resignar-se-á ele a uma saída definitiva da política saindo para uma grande empresa ou organismo internacional (com considerável desprestígio para Portugal tendo em conta as suas pobres faculdades linguísticas)?...



uma psicose de Miguel Nunes Silva às 16:12
link directo | psicomentar

32 comentários:
De Diogo Agostinho a 26 de Outubro de 2010 às 18:02
Ora aí está um exercício interessante.

Quem virá depois de Sócrates? Bem, este político aguenta tudo, um dia certamente sairá, mas para já ainda lá anda, e as perspectivas de lá continuar são elevadas.

Dos nomes que o Miguel destaca salta à vista dois nomes que não constam: Carlos César e Francisco Assis. São dois nomes ambiciosos e que certamente vão estar em posicionamento para chegar ao Rato.

Dos nomes que deixas, iremos ver uma luta grande. Considero que Costa é quem mais domina o Partido e o combate com Seguro está escrito nas estrelas. Carilho, bem Carilho tem agora algum capital de vitimização, projecção na TVI, mas aquele não aperto de mão ficou gravado na memória...

Falas de Teixeira dos Santos, mas e se fosse Luís Amado? Parece-me que do Governo é um nome ponderado e que merece alguma consideração como sucessor de Sócrates...


De Paulo Pinheiro a 26 de Outubro de 2010 às 18:36
Num Governo de gestão via perfeitamente Teixeira dos Santos a liderar, mas em gestão Sócrates pode continuar a liderar. Mas por exemplo já não via Luis Amado, porque sempre foi alguém que nunca foi muito alinhado e já teve (segundo se diz) para bater com a porta.

Gostava de juntar mais 2 nomes, da linha de JS:
Pedro Silva Pereira - apesar de ter estado sempre na sombra, é perfeitamente sucessível;
Augusto Santos Silva - apesar de "arruaceiro", é saudado dentro do PS pela sua combatividade e lealdade

Dos nomes sugeridos, não vejo mesmo nada Carrilho! Acho que ninguém no PS o grama...


De Inês Tavares a 26 de Outubro de 2010 às 18:36
Rapaziada: a decisão vai ser na Venerável Ordem Maçónica, que nesta altura do campeonato tem mais facções que o PSD, em dias maus...

A guerra anda animada para aquelas bandas, logo qualquer prognóstico só no fim do processo -para fraseando um dos do pntapé na bola.

Mas faço uma aposta: Costa, que é apoiado pela 'nossa querida' Paula Teixeira da Cruz (por isso é que ela agora anda a dizer mal do PS do Sócrates, depois de ter ajudado o PS em Lisboa -e não só...

|

De Guilherme Diaz-Bérrio a 26 de Outubro de 2010 às 18:38
" que nesta altura do campeonato tem mais facções que o PSD, em dias maus..."

LOOOOOOL

|

De David Soeiro a 26 de Outubro de 2010 às 18:37
Muito bem urdida esta teia de previsões. Poderá acontecer o mesmo que aconteceu quanto à previsão em relação a José Sócrates. Um flop...!

|

De Miguel Nunes Silva a 26 de Outubro de 2010 às 18:44
Sim, mas espero que registes que foi um flop não se julgar Sócrates tão execrável como se veio a revelar.

|

De David Soeiro a 26 de Outubro de 2010 às 18:44
Os comentários, mais parecem as previsões do prof Karamba...!?

|

De Miguel Nunes Silva a 26 de Outubro de 2010 às 18:45
Pronto vou deixar de comentar que já percebi David que apenas ficaste ferido por tanta pancada no teu Socasito

|

De David Soeiro a 26 de Outubro de 2010 às 19:17
Sócrates? Vade retro satanás!


De Rui C Pinto a 26 de Outubro de 2010 às 19:53

Não sei se o Francisco Assis não está destinado ao Porto, agora que Rio não se pode candidatar...

Acredito que caia para o lado do António Costa ou alguém próximo da sua família política. Não concordo é que Maria de Belém e Ana Gomes estejam alinhadas com Costa, porque essas são as alegristas mais alegres do PS... Essas estão mais viradas para o Seguro...

O Carrilho talvez não tenha simpatia suficiente para ser consensual dentro do partido, mas é dos mais lúcidos que anda pelo largo do Rato, apesar da sua arrogância e vaidade...

|

De Miguel Nunes Silva a 26 de Outubro de 2010 às 20:22
Não, não, eu não disse que elas estavam alinhadas com o Costa.

Só digo é que pactuaram, enquanto quadros dirigentes do partido, com a vergonha de governo que Sócrates liderou.

Ana Gomes ainda vá, mas Maria de Belém com Seguro?... Não sei não. Aí tenho dúvidas. Ela nunca fez parte dos Alegristas, nunca votou com eles ou se pronunciou contra leis e medidas do governo...

| |

De Rui C Pinto a 26 de Outubro de 2010 às 20:58
A Maria de Belém é a mandatária nacional do Alegre. A mulher é a coisa mais alegre da história!

| |

De Miguel Nunes Silva a 26 de Outubro de 2010 às 21:53
Não sabia..

|

De jfd a 26 de Outubro de 2010 às 20:40
Então e o Perestrello? :P
Onde anda o keine????

|

De Rui C Pinto a 26 de Outubro de 2010 às 20:41
O Perestrello corre quando for para ganhar... :D

| |

De jfd a 26 de Outubro de 2010 às 20:47
Temos desses também no PSD, mas agora piam fino...

|

De Guillaume Tell a 26 de Outubro de 2010 às 22:35
De toda maneira, se o governo Sócrates caí e não for capaz de recuperar o poder, não estaria admirado que os sócraticos desaparecam, politicamente, totalemente do PS (e para a maioria à bem), ou pelo menos desaparecerem a curto médio prazo (depois de esse intervalo eu viria bem uma eventual liderença de Luís Amado, mais uma vez se os sócraticos tinha que voltar à vida).
Agora para o bem do país e do PS, o melhor sucessor à Sócrates (a curto prazo) ao meu ver é Carrilho. Não acredito que o PS volte rapidamente ao poder depois de uma vitória do PSD, nem de uma vitória muito desassosgada para o PSD. Ora Carrilho seria o melhor numa situação destas, pois seria o melhor para assegurar a estabilidade e para ter um certo poder de decisão sobre um Governo PSD, o que o PS pode esperar de melhor se tiver de caminhar no deserto.

|

De Miguel Nunes Silva a 26 de Outubro de 2010 às 22:38
És mais optimista que eu.

Infelizmente acho que aquela cambada não desarma facilmente e que o PS ainda deles vai estar impregnado por muitos e muitos anos.

O Amado não teria mão naquela gente e acho que nem tem ambições desse género nem está para se chatear.
No caso dele, acho que vai dar uma de Vitorino.

|

De Guillaume Tell a 26 de Outubro de 2010 às 23:03
Tanto pior para o PS e para o país se o que tu disseste for verdade. Mas se o futuro for como eu o vejo (ou seja Sócrates ser julgado, quisas condenado. Pronto lá volta o optimismo crasso :)), não haverá mais sócraticos.
Vitorino? Bom trunfo.


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.