Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010
Alegre?! Alegre. Alegre ...

 

 

Que Manuel Alegre será o mais forte rival de Cavaco Silva nas próximas eleições já é bem claro. Mas é de pasmar que ninguém inquira o porquê...

 

O que oferece Alegre ao país? Já governou ele alguma coisa? Sabemos que foi deputado e militante mas experiência de governação? Nenhuma... Nem uma secretariazita de estado? Nada...

Edita algumas publicações no seu tempo e pouco mais embora a sua biografia oficial refira que "(...) participa esporadicamente no I Governo Constitucional de Mário Soares (...)", algo notável para alguém que nunca foi capaz de acabar a licenciatura...

 

É de louvar que a sociedade civil promova candidaturas de fora do mundo político mas se a experiência de trabalho é exigida a todos os recentes licenciados (que em muitos casos apenas a podem adquirir com estágios ou trabalhos não remunerados) porque não aos candidatos? 

Ora, para além dos seus dotes literários e da sua vida de militante, que tem ele a oferecer ao Portugueses? Poderíamos dar o benefício da dúvida, até porque as melhores ideias podem vir das pessoas e áreas mais insuspeitas, mas na verdade Alegre não tem uma única proposta concreta.

 

Sempre que procedemos ao exercício de conceber uma presidência Alegre, vemos as nuvens negras a avançarem no horizonte:

 

Alegre diz que se quer opor ao "bloco conservador" e que a direita quer monopolizar o poder executivo mas na verdade Alegre concretizaria isto mesmo para o PS (nem sequer para a esquerda), já para nem falar que um Presidente deve falar pelo Estado e por todos os cidadãos e não apenas pelos que não são "conservadores". Mas será que o Sr. Candidato não percebe que se está a assumir como tendencioso?

 

Nunca é bom sinal quando alguém se apresenta como contraposição mas que tem Alegre a oferecer de positivo? Oferece "(...) uma alternativa, de esquerda, mas também daqueles que não se conformam e que querem ver renascer a esperança em Portugal". 

 

Não é concebível proposta mais estéril e demagogicamente barata mas adiante, que tem ele a dizer da principal bandeira da actual Presidência - a economia?

"(...) citou Jorge Sampaio para dizer que há mais vida para além do orçamento".

 

Ou seja, em oposição ao programa de Cavaco de "cooperação estratégica" com o governo, e de vigilância e supervisão sensata a potenciais erros do executivo - Estatuto dos Açores, endividamento nacional - Alegre adivinha-se como um Presidente belicoso, qual elefante na loja de porcelana da política Portuguesa, sem sequer tendo a consciência de que o próprio Sampaio - tarde e a más horas - veio alertar para o problema da dívida, como que à procura de redenção.

 

Se um Sampaio indolente deixou o despesismo guterrista levar o país para o pântano, então que podemos esperar de alguém que numa altura em que o Estado Português bate recordes de endividamento, e na mesma semana em que as agências de rating penalizam Portugal, decide re-anunciar aos Portugueses que há vida para além do défice?...

 

Seria difícil que alguém que conta com o apoio do Bloco de Esquerda tivesse a mínima credibilidade mas mesmo depois de dado o benefício da dúvida a única conclusão a tirar é que Alegre não é nem nunca será ..."presidenciável".



uma psicose de Miguel Nunes Silva às 18:48
link directo | psicomentar

15 comentários:
De keine a 18 de Janeiro de 2010 às 21:36
Eu ia ignorar este post, mas vou dar-vos um pequeno "friendly advice" (a sério, é):

Ataquem o Alegrete à vontade (estes ataques por exemplo, estão muito bem construidos)

Não ataquem o PS - mesmo que o Alegre acabe por ser o candidato oficial (e o sacana pos-nos contra a parede), o Cavaco terá muitissimo mais a ganhar se assumir uma atitude "de todos os Portugueses"


De Ricardo Campelo de Magalhães a 18 de Janeiro de 2010 às 23:31
Ele é divisionista desde o princípio.
Nunca será de "todos os portugueses"!

O facto de este senhor não ser já irrelevante para a esquerda "democrática" (a esquerda só é democrática quando lhes dá jeito) diz muito sobre a esquerda, não de PCP e BE como tambéd de uma larga ala do PS... (cerca de 20% na luta Alegre/Sócrates pela liderança, não foi?)


De Amigos do Concelho de Aviz a 18 de Janeiro de 2010 às 23:55
É em defesa da cultura que convido todos os interessados a participarem nos VIII Jogos Florais de Avis, uma iniciativa dos Amigos do Concelho de Aviz – Associação Cultural e cujo regulamento pode ser consultado em: www.aca.com.sapo.pt
Fernando Máximo


De Inês Tavares a 19 de Janeiro de 2010 às 11:46
Alegre apela à esquerda festiva, emocional e irracional.
No entanto creio que Alegre é mais do que isso. Há outros objectivos.

Se o PSD anda nas ruas da amargura, em termos de grupos e grupinhos, o PS a seguir ao golpe do Sampaio, assim que Sócrates chegou ao poder, entrou em confusão: há tensão no ar...

Penso que alguns, que perderam o controle com a actual situação, querem Alegre. Isso seria o inferno para Sócates e seu grupo (incluindo os que estão no PSD).

Alegre só tem de ter uma esperteza, que é começar a ser mais abrangente -menos paroquialista de esquerda radical. Muitos PSD's gostariam de penalizar o Sr. Silva e assim sendo ele tem aqui o seu 'nicho de mercado'. Ou seja, neutralizar alguns votos em Cavaco, ou até com uns apelos poéticos galvanizar alguns ex-votantes de Cavaco.

O país não sei se resistiria a uma Alegria-Socratinica...

nb -para os possíveis monárquicos que por aqui possam andar, o Sr. Alegre é Barão da Recosta.




De David Soeiro a 19 de Janeiro de 2010 às 13:58
"Ele é divisionista desde o princípio.
Nunca será de "todos os portugueses"!"


E o Cavaco não é?


De Miguel Nunes Silva a 19 de Janeiro de 2010 às 14:44
David,


O Cavaco nunca reclamou o título de defensor da direita contra os malévolos da esquerda.
Sempre falou em nome do interesse nacional.

Nunca concorreu à Presidência em nome de apenas metade da população Portuguesa.


De Diogo Agostinho a 19 de Janeiro de 2010 às 14:52
Meu caro Miguel, assino ponto por ponto. Está muito boa a análise. É deveras preocupante quando uma pessoa se candidata ao único lugar unipessoal em Portugal e será de um dos lados.

Alegre será contra uma parte dos portugueses e nem quer saber. De facto, este senhor para além de poeta resta muito pouco. Foi uma voz incómoda ao Partido Socialista, mas viveu sempre bem no seu lugar de Deputado.

Alegre não tem estatura para o cargo que deseja. Ter o dom da palavra ajuda, é importante, mas não nos podemos resumir a usá-la...há mais vida para lá de um bom discurso...

|

De jfd a 19 de Janeiro de 2010 às 14:54
Eu sou a favor de candidaturas polarizantes.
Há que distinguir o que é carne do que é peixe.
Quem quer A e quem quer B.
Pois quem quer A e B não é verdadeiro.
Quem quer a todos agradar não me parece que vá muito longe.
Temos de nos assumir e deixar o povo escolher. E o povo que aprenda com os seus erros.
E se não aprende é porque gosta.
E nós, a minoria comemos e calamos.
viva a democracia! iiiuuupi!

|

De inframodal a 22 de Janeiro de 2010 às 02:33
Sobeja uma coisa engraçada da leitura deste vosso post ", a de que está muito bem enquadrado politicamente e que não engana ninguém; no princípio ainda pensei que pudessem ser vossas excelências perigosos agitadores comunistas, mas bem cedo me dei conta do equívoco em que lavrava...

- Já agora, uma dúvida:- Em que medida o sr. Aníbal de Boliqueime é presidente de todos os portugueses, trans-ideológico e trans-partidário? Vocês estão a gozar comigo ou querem simplesmente ter piada...!?
Deve ser mais o medo de ver o tacho implodir antes da refeição pronta...

(ALEGRE)M-SE RAPAZOLAS. (ALEGRE)M-SE!!!!!!!!!!!


De Miguel Nunes Silva a 22 de Janeiro de 2010 às 13:10
Sr. Anónimo inframodal,



Na medida em que Cavaco Silva nunca se declarou o candidato de uns e não outros.

Na medida em nunca se declarou candidatos de uns CONTRA OUTROS!

E na medida em que é alguém responsável o suficiente para confrontar o governo com problemas reais mas não o sabotar por vaidade truculenta...


De Miguel Nunes Silva a 22 de Janeiro de 2010 às 13:20
Retiro o anónimo: afinal até lá está o nome.

Quanto a este post ser comunista, só não vê quem não quer, que Alegre é provavelmente o candidato a Presidente mais demagógico e vazio desde há muitos anos.

Se o PCP é capaz de o discernir, mérito deles e demérito do PS e BE...


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.