Sábado, 28 de Fevereiro de 2009
Pescar em águas do PCP

 

    Vital Moreira é o homem escolhido por José Sócrates para liderar a lista do PS às eleições europeias de Junho.

    Depois de muito se especular que a escolha iria recair sobre um outro professor de Direito, por acaso fundador do CDS e ex-ministro de Sócrates, a decisão, segundo referiu em Congresso, tomada apenas por si, confirmou a escolha de um professor de Direito, mas desta vez oriundo do PCP e que, segundo o próprio até será um militante sui generis, pois estava afastado da vida partidária activa.

    Também não deixa de ser sintomático o ataque feroz de António Costa ao Bloco de Esquerda, o que veio demonstrar que o Zé faz falta... mas ao PS.

    Por outro lado, a deputada europeia, Ana Gomes, que bastante atacou José Sócrates e o partido pelo qual foi eleita, vem agora tecer rasgados elogios ao secretário-geral do PS, numa atitude desesperada, numa altura em que o seu lugar pode estar em risco.

    Além disso, a este Congresso não comparece uma das suas principais figuras e declarado opositor do seu líder, quando acabou de organizar fóruns com o BE. O PS, agora, quer mostrar que é de esquerda.

    Que partido é este em que tudo serve para manter o poder...

    Saiba o PSD desmascarar toda esta situação, passando a mensagem de que o partido no poder está disposto a tudo para o manter.



uma psicose de Inês Rocheta Cassiano às 20:40
editado por Paulo Colaço às 21:57
link directo | psicomentar | psicomentaram (46)

Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009
D. Sebastião voltou!!!! Está em Espinho!!!!


: abençoado pelo deus rosa

uma psicose de jfd às 20:32
link directo | psicomentar | psicomentaram (18)

Sugestões de Sexta-Feira VII

 

Crash - Colisão

Ano: 2004

Realizador: Paul Haggis

Com: Sandra Bullock, Don Cheadle e Matt Dillon

 

Muito provavelmente, o melhor filme que vi nos últimos anos...

Crash fala, essencialmente, em preconceito. É a história de várias pessoas que influenciam a vida umas das outras, sem que nada as ligue, aparentemente, entre si.

Um filme que apelas às emoções e que conta com excelentes interpretações e um argumento de excelência, reconhecido pela Academia, em 2006, galardão que se juntou ao prémio de melhor filme e melhor edição.

Numa era como a que vivemos, em que a desumanização e a indiferença imperam nos meios urbanos, de que é exemplo Los Angeles, no filme, penso que é importante deixar esta sugestão.

Bom fim-de-semana!

 



uma psicose de André S. Machado às 20:31
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

PsicoConvidado na "Cor do Dinheiro"

O Guilherme Diaz-Bérrio no seu melhor estilo.

Cliquem na imagem e atentem ao cursor.



uma psicose de Paulo Colaço às 13:05
link directo | psicomentar | psicomentaram (45)

Quê?

Hoje, o tema do "Opinião Pública" da SIC Notícias foi "Concorda com a utilização de telemóveis nas escolas?". Parece que os alunos podem estar a enviar sms enquanto o professor dá a aula.

 

Posso estar um pouco taralhoco, mas pergunto: fará sentido indignarmo-nos com isso quando nas prisões os telemóveis podem ser livremente utilizados?



uma psicose de Paulo Colaço às 12:36
link directo | psicomentar | psicomentaram (6)

O Partido ou a Crise?

 

Começa hoje o Congresso do Partido Socialista. Onde se vai discutir grandes problemas de Portugal, que nos afectam diariamente, desde o Casamento dos Homossexuais, até à Regionalização, são de factos temas que vem ajudar a resolver a crise.

 

Devido ao intenso debate no conclave socialista, o Secretário-Geral do PS, prefere receber os aplausos dos seus militantes em vez de se reunir com os líderes europeus para encontrar respostas à crise.

 

A Dra. Manuela Ferreira Leite referiu que nem "se estivesse a arder em febre" deveria estar presente na cimeira. Eu diria que o nosso Primeiro-Ministro já passou esse estado. Já anda no campo do delírio mesmo.



uma psicose de Diogo Agostinho às 09:54
link directo | psicomentar | psicomentaram (16)

Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009
TVI24

É hoje lançado um novo canal temático de informação na rede cabo: TVI24. Começa a sua emissão às 21h, em pleno horário nobre, com Henrique Garcia como pivot, prometendo fazer um jornalismo diferente.
“Aqui há sexo” com Marta Crawford, “Conversa Indiscreta” com Alexandra Lencastre, e um espaço dedicado aos jovens apresentado por Pedro Granger serão alguns dos programas do novo canal que terá ainda intervenientes como Fernanda Câncio, Alberto João Jardim e Pina Moura.  
Fará sentido mais um canal noticioso?

 



uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 10:00
link directo | psicomentar | psicomentaram (48)

Santa Paciência...

O assunto do aborto volta à baila; fez-se doutrina na ... metodologia da doutrina.

 

Quem não se lembra do argumento que era melhor permitir o aborto porque não era por se proibir que se deixava de fazer?

 

Era um argumento sui generis que agora aparece sob nova forma: o Senhor Procurador Geral da República, Homem respeitável e mente brilhante, veio dizer que uma vez que o segredo de justiça estava a ser violado, a única forma de evitar que tal violação continuasse seria... contar tudo; dar todas as informações sobre o processo. Teria a vantagem acrescida de evitar especulações...

 

Não há palavras... Todos sabemos que isso é assim e é só assim que pode ser. A lei preverá excepções para o caso Freeport ou para o Eng. José Sócrates que o mundo jurídico desconheça?

 

Aliás acho mesmo que há aqui um vírus do conhecimento a afectar todos os intervenitentes. Fala-se em cartas anónimas na denúncia e foi um e-mail perfeitamente identificado; Cândida Almeida diz que sabe onde está o filho do irmão do pai de Sócrates, mas que não diz onde ele está porque assim ele fugiria... Quão mais paradoxal consegue o MP ser neste caso?

 

Mas o pior é mesmo o facto de o segredo de justiça que Pinto Monteiro se queixa de estar a ser violado foi mesmo vioado por Cândida Almeida e ele próprio parece encher a boca de ar com vontade de falar e pondo a mão à frente. Que tal arrumar primeiro a casa e depois queixar-se dos outros? Que tal um processo disciplinar a Cândida Almeida por ter violado flagrantemente o segredo de justiça numa entrevista vergonhosa? E serão assim tantas pessoas com o processo nas mãos para não se saber quem "bufou"? É o crime do qual mais culpados saem impunes em Portugal: violação do segredo de justiça. Não me lembro de uma condenação. Não conheço um processo; e acreditem que se houvesse um único e estivesse na fase de Inquérito saberíamos todos que ele existe.

 

Paradoxo por paradoxo que tal o Estado tirar o dinheiro todo dos Bancos e dá-lo a todos nós para se evitar que os bancos sejam assaltados diminuíndo assim a criminalidade?

 

Ou como já se fez constar... não permitir os chumbos nas escolas para aumentar a taxa de sucesso escolar?

 

O bom senso não deveria ser on-demand...



uma psicose de Tiago Sousa Dias às 09:45
link directo | psicomentar | psicomentaram (9)

Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009
Agora sim!

 

Depois das milhentas notícias que nos informavam que o homem que entrega os jornais à Casa Branca tem um irmão cuja prima da mulher tinha uma vez falado com um amigo que tinha estado em Portugal a fazer escala antes de ir para Berlim, finalmente temos algo que nos orgulha.

 

Dir-me-ão que um cão não é mais importante que uma pessoa.

 

De acordo. Mas a pessoa, como diriam os futuros ex-Delfins, "nasce selvagem, não é de ninguém", enquanto a raça canina - por muita personalidade que Samuel L. Jackson diga que os bichos têm - será sempre portuguesa. Finalmente podemos dizer que temos um verdadeiro "tuga" na Casa Branca de Obama.

 

Isto sem falar que este vosso servo e admirador é, desde os seus 6 anos, um grande fã desta mui nobre raça, pelo que, para mim, a escolha diz mais sobre Obama do que de Portugal.


:
: Canção do Mar - Dulce Pontes

uma psicose de José Pedro Salgado às 22:54
link directo | psicomentar | psicomentaram (23)

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009
PSICOAWARDS 2008 ** E o vencedor é...

 

Como prometido chegou o momento de revelar os vencedores da

1ª edição dos PsicoAwards.

Os membros do PsicoLaranja já votaram!

 E e os vencedores, politicos e não políticos são...

 

 

Na categoria

Será Psicose? Para a figura mais destacada de 2008

Um é a encarnação da esperança, com um enorme peso pelos ombros tem muito a provar;

Barack Obama

 

Outro salvou a honra de uma Nação, com simplicidade e humildade, fez-nos brilhar com o seu salto de ouro;

Nelson Évora

 

Não te esqueceremos! Para o acontecimento de maior destaque em 2008

Mesmo quem não gostou, teve opinião. Fizemos tertúlia, debate, posts e mais posts. Fizeram-nos companhia, não lhes ficámos indifirentes;

Eleições nos Estados Unidos da América

 

Muita antecipação, chegámos a esperar o pior. Os Chineses abriram-se para o Mundo, e o mundo olhou para a China. A China já não é o que era, ou é muito mais do que pensávamos?

Jogos Olímpicos de Pequim

 

Psicolaranja Azeda, para a pior figura de 2008

Este é o líder do Governo PS. O Governo do Powerpoint, o Governo dos Média, o Governo das inaugurações. O Primeiro-Ministro que troca reunir-se com os seus pares para salvar Portugal da crise pelo congresso do seu Partido, ou será mais uma jogada para as televisões? Merecemos melhor!

José Sócrates

 

O Judeu de Queens, não fossem tantos outros escândalos a colocar tantas outras caras nesta crise que vivemos e nos seus danos colaterais, seria a cara para todo o sempre. 13 Anos sem comprar um único instrumento financeiro sabe-se agora!!! Para muitos um herói, para nós uma vergonha que representa tudo aquilo que não deve ser.

Bernard Madoff

 

Psicolaranja Amarga, para o pior acontecimento de 2008

Os Irlandeses sempre beneficiaram com a sua entrada na CE. A campanha foi feroz ganhou o Não ao tratado de Lisboa. Foi uma campanha injusta, com tanto mais em jogo que o próprio Tratado. A União deu um gigante passo atrás. Para onde caminhamos?

Rejeição do Tratado de Lisboa pela Irlanda

 

O produto tóxico de nome EUA conseguiu exportar de forma eficiente a sua crise para quase todo o mundo. Mundo esse que tardamente recuperará e será um importador líquido da maior economia do mundo, que por si demorará a recuperar. Governos desperdiçam fundos e tempo com planos irreais e desadequados. É necessário pensar para lá do óbvio!

Crise Económica e Financeira Internacional

 

 

Olhando para traz fica a saudade de um ano intenso, com muitas emoções com muitos posts e um sem número de comentários. Obrigado a todos os que nos lêem, voltem! São sempre bem-vindos. Para todos os psicóticos um muito obrigado pela participação. Tenho a certeza que olham para os prémios e lembram-se daquele post ou comentário que vos ficou na memória. É assim mesmo que se cria uma comunidade virtual. Para o CE, obrigado pelo kickoff e para o júri obrigado pela trabalheira. Muito bom. Agora digam de vossa justiça, é só clicar em psicomentar! ;)

 


:

uma psicose de jfd às 20:49
link directo | psicomentar | psicomentaram (33)

Mobilidade? Para lado nenhum! VIVA!

Após um ano em Situação de Mobilidade Especial (SME) sem receberem qualquer salário ou qualquer explicação para este facto, dois funcionários públicos receberam uma carta a informá-los de que, devido a um despacho do ministro das Finanças e da Administração Pública, não poderiam estar nesta situação por trabalharem em Entidades Públicas Empresariais (EPE) criadas em 2005 – antes da lei da mobilidade.
 

in cm



uma psicose de jfd às 16:01
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

BCP, quem te viu, quem te vê!

As acções do Banco Comercial Português voltam hoje a registar fortes quedas na bolsa de Lisboa e já atingiram um novo mínimo histórico nos 0,626 euros. Nas últimas três sessões o banco já desvalorizou mais de 13%, ou 464 milhões de euros, levando a capitalização do banco a baixar pela primeira vez da fasquia dos 3 mil milhões de euros. O maior banco privado português apresenta agora uma capitalização bolsista inferior à da Brisa.

 

in Jornal de Negócios http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=355744">http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=355744

 

* É realmente um País muito estranho no que toca à bolsa nacional. Tão facilmente manipulável, nas mãos de tão poucos players. E o capitalismo popular... Pobre povo que anos e anos comprou acções deste Banco com crédito do mesmo... Será que teriam cláusulas relativas às garantias e ao valor? Será que estão a ser executadas? Culpados não há? Que dirá Jardim deste seu filho?

Portugal, país sem culpados, sem presos... sem consequências!



uma psicose de jfd às 13:40
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Campanhas...

 

 

Cooperação estratégica ou a moda do copy/paste?



uma psicose de Diogo Agostinho às 09:54
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Domingo, 22 de Fevereiro de 2009
O apagão

Diz a edição de ontem do Expresso que a programação oficial dos festejos dos 100 anos da República, divulgada esta semana, não menciona qualquer iniciativa ou contém referências expressas ao período do fascismo.  
Artur Santos Silva, presidente da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República desvalorizou esta situação, uma vez que será contemplada a resistência republicana à ditadura e ao Estado Novo.
Encontro um paralelo desta situação na contestação à construção do Museu António Oliveira Salazar em Santa Comba Dão.
Que mentalidade tacanha a nossa! Em vez de tentarmos apagar a história, seria melhor compreender a extrema actualidade de alguns dos erros do passado.

 



uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 15:40
link directo | psicomentar | psicomentaram (17)

Sábado, 21 de Fevereiro de 2009
A prova de fogo da Justiça Portuguesa

A propósito do caso Freeport, Pinto Monteiro disse à comunicação social que “serão ouvidas todas as pessoas que sejam necessárias inquirir, serão analisados todos os fluxos financeiros e todos os documentos”.

Pergunta citadina. Na sua qualidade de cidadão português, acredita que o Ministério Público terá a coragem e os meios suficientes para inquirir José Sócrates, caso se revele necessário algum esclarecimento deste enquanto ex. Ministro do Ambiente?

Mais do que quaisquer quezílias partidárias, está em causa a imagem e a credibilidade da Justiça portuguesa perante os seus cidadãos, tanto neste, como noutros casos mais mediáticos, sendo os exemplos do BPN e da Casa Pia os seus máximos expoentes.



uma psicose de Luís Nogueira às 12:05
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Quais Óscares, Qual Carapuça?!?!

Por sugestão do nosso JFD, o Psico resolveu concretizar um projecto que já estava para ver a luz do dia desde finais de 2007: os PsicoAwards. Cada Psicótico fez a sua “revisão da matéria dada” e chegámos à indicação de três nomeados para cada um dos oito prémios que criámos, divididos por representantes das áreas política e extra-política.

 

Abaixo fica a lista para que todos possam comentar e irem fazendo as Vossas apostas e sugestões para o dia do anúncio final, na próxima 3ª feira.

 

Categoria A: Será Psicose? Para a figura mais destacada de 2008

 

Entre os políticos temos um Barack Obama que concretizou o passado no presente e irá levá-lo ao futuro, Manuela Ferreira Leite: a prova dada pelos “consumidores” do PSD de que a um “produto” não basta ser comercial e Nicolas Sarkozy, um homem da Europa, um líder nato, uma fonte de segurança!

 

 

Quanto aos “não-políticos”, os nomeados são um Cristiano Ronaldo que joga com bota dourada e dribla em áurea bola, Michael Phelps, o homem imbatível que ganhou em todas e o nosso campeão olímpico Nélson Évora cujo feito podemos resumir como: um homem, uma medalha uma nação!

 

Categoria B: Não te esqueceremos! Para o acontecimento de maior destaque em 2008

 

Inevitavelmente, as Eleições nos EUA, como momento ímpar na História que foram, teriam de estar presentes. A Independência do Kosovo e o seu reconhecimento por parte da Comunidade Internacional que marca um novo capítulo na História das Relações Internacionais não podia também faltar. Tal como a Vitória de Manuela Ferreira Leite nas eleições directas do PSD que, pela exigência de transparência e verdade que a nova líder trouxe, assume o estatuto de acontecimento do ano.

 

Fora da política, tivemos um ano em que se realizaram os Jogos Olímpicos de Pequim, que permitiram à China tornar-se – com os anéis olímpicos – definitivamente uma nação bling-bling. Houve também o Euro 2008 sendo que o Campeonato da Europa é sempre – apesar da glória de um Mundial – o certame onde se vê o melhor futebol de selecções. E tivemos um 2008 em que à medida que avançavam os dias parecia não parar a Escalada dos preços do Petróleo com o Mundo nas mãos do “ouro negro”.

 

Categoria C: Psicolaranja Azeda, para a pior figura de 2008

 

Quem terá sido o pior político? José Sócrates, provando que no pior pano também cai a nódoa? Ou a sua ministra Maria de Lurdes Rodrigues, que trouxe a crise para a Educação, criando obstáculos à formação? Ou ainda o ditador Mugabe que nos faz pensar que o problema da Humanidade é não lembrar o passado quando se decide o futuro? 

 

Mas como nem só de políticos vive o Psico, também temos prémio para atribuir entre estes 3 candidatos: Amy Winehouse que depois de uma morte anunciada, deve ter feito uma “Rehab” mas acabou por ser a própria a avisar que You know I’m no good; o escandaloso Bernard Madoff, um dos pais da crise que aí está; e o dinossauro olímpico Vicente de Moura que nos lembrou que a instabilidade emocional não é digna de um líder.

 

Categoria D: Psicolaranja Amarga, para o pior acontecimento de 2008

 

A Guerra em Gaza com o Hamas a querer acabar com o bloqueio económico de Israel que diz só querer acabar com os bombardeamentos palestinianos. Quid Iuris? Mais conflitos armados houve, como a Guerra na Ossétia do Sul em que o ambiente quente da Guerra Fria voltou a estar presente, colocando o mundo diplomático em sobressalto. Um grande passo atrás na construção europeia foi a Rejeição do Tratado de Lisboa pela Irlanda.

 

Fora da esfera política, tivemos em 2008 uma Crise Económica e Financeira Internacional como há muito não se via e que nos fará a todos pensar em bancos a fechar quando lembrarmos o ano que passou. Cá pelo burgo, surfámos numa Onda de Criminalidade que nos faz viver com medo e perguntar para onde caminhamos, vendo lá longe um 2003 em que éramos o segundo país mais seguro da Europa. O Mundo abalou ainda com a tragédia humanitária provocada pelo Terramoto de Sichuan.

 

Texto escrito por: Bruno Ribeiro, Tiago Sousa Dias e Jorge Fonseca Dias com a colaboração de André Machado, Elisabete Oliveira, Elsa Picão, João Marques, Margarida Balseiro Lopes, Nélson Ramires Faria, Paulo Colaço e Tânia Martins


:

uma psicose de Bruno Ribeiro às 04:23
link directo | psicomentar | psicomentaram (15)

Viva o Governo! Viva Sócrates!

 Numa análise à evolução dos principais indicadores económicos em Portugal e no resto da Europa desde que o executivo de José Sócrates tomou posse, conclui-se que o rendimento médio de cada português está actualmente mais longe da média europeia do que em 2005.

A tendência vinha desde 1999 mas agravou-se no último ano com uma descida recorde no Produto Interno Bruto (PIB) per capita de 2,5 pontos percentuais face à média da União Europeia.

Dados provisórios do Eurostat apontam para um crescimento do PIB em 2008 que fica 0,9 pontos percentuais abaixo da média comunitária, o que constitui uma diferença mínima face à evolução de 2004.

No que se refere ao trabalho, José Sócrates herdou o país com um desemprego abaixo da média europeia, que foi entretanto ultrapassada. Segundo o gabinete estatístico da Comissão Europeia, Portugal apresenta actualmente uma taxa de desemprego que fica 0,7 pontos percentuais acima da média dos 27.

Pela positiva, a produtividade de cada português aumentou 2,0 pontos percentuais desde 2004, mas continua longe da média comunitária.


in TSF (o destaque é de minha autoria)


:

uma psicose de jfd às 00:34
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009
Sugestões de Sexta-Feira VI

 

Hitler - O Sonho do Fuhrer, o Pesadelo do Mundo

Giulio Ricchezza

Ano: 2008

Editora: Ministério dos Livros

 

Ainda esta semana vi o recente "Valquíria". Estou para ver o "Rapaz do Pijama às Riscas".

Hoje, há uma enorme curiosidade por um período ímpar na história da humanidade, uma era que os historiadores definem e sublinham como os anos em que mais pessoas foram mortas por pura decisão de outrém, seja Hitler, seja Estaline, seja quem for.

Esta curiosidade pela Segunda Guerra Mundial e tudo o que representou e gerou compreende-se. Nesta linha, a figura de Hitler suscita ainda mais curiosidade. Compreende-se, também.

É natural que se queira saber mais sobre um homem que durante uns poucos anos (que pareceram imensos para quem os viveu, tenho a certeza) dominou a Europa e esteve a um passo de atingir os seus objectivos.

Esta obra, recente, é uma visão sobre a vida de Adolf Hitler, numa perspectiva mais intimista. Uma análise aos acontecimentos que marcaram a vida do Fuhrer e as consequências que tiveram na formação da personalidade que todos conhecemos.

Fica mais uma sugestão.

Bom fim-de-semana e Carnaval!

 



uma psicose de André S. Machado às 17:58
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Palhaçada de volta ao porto...

Elisa Ferreira apresentou-se aos eleitores do Porto com as principais bandeiras do País e da cidade. Mário Soares e José Sócrates para o PS ver o passado e o futuro unidos. Para os portuenses e, em particular, para os adeptos portistas, deixou a garantia de que vai abrir as portas dos Paços do Concelho às vitórias do FC Porto. Na sala, Pinto da Costa sorriu e acabou também a cantar o refrão "quem vem e atravessa o rio" da música ‘Porto Sentido’, com Rui Veloso no palco.

Depois dos abraços a Mário Soares e a José Sócrates, Elisa Ferreira lançou o discurso oficial de apresentação da candidatura, reafirmado a sua independência partidária. Depois foi directa ao assunto que mais empolgou a sala. 'Há marcas do Porto que, por vezes, contra tudo e contra todos, se continuam a afirmar nacional e internacionalmente', salientando, entre outras, que o FC Porto é uma delas. 'Sem complexos, sem promiscuidades, sem compadrios, há que dar valor ao que temos de bom e há que comemorar os êxitos. Muitos socialistas bateram palmas ao assunto mais polémico das relações entre a presidência de Rui Rio e o FC Porto.

Elisa Ferreira comprometeu-se ainda a deixar o lugar de deputada no Parlamento Europeu caso ganhasse a Câmara do Porto. Uma vitória que, para José Sócrates, está garantida. 'Elisa tem tudo. Tem qualidade, sabe juntar as melhores pessoas, as forças e bons espíritos do Porto e até tem a pontinha de mau génio que só as mulheres têm e que, quando é preciso dizer não, sabem dizer não', salientou o líder do PS. (...)

 

in CM - os destaques são de minha autoria

 

* Acho vergonhoso este posicionamento desta candidatura. Não sou do Porto, mas os habitantes desta mui nobre cidade não serão certamente levados como parvos por estes socialistas palhaços. Estou revoltado com o populismo a demagogia e a palhaçada. Já mete nojo.


:

uma psicose de jfd às 11:46
link directo | psicomentar | psicomentaram (11)

20 de Fevereiro de 2005

  

 

     

 

Foi há 4 anos, que Portugal foi a votos e escolheu o seu rumo! E que rumo!!!!

 

Que balanço desta decisão?



uma psicose de Diogo Agostinho às 10:01
link directo | psicomentar | psicomentaram (9)

Exército Popular de Israel

 

Opération charme sur la Toile


:
: Cartas de Amor - Tony de Matos

uma psicose de José Pedro Salgado às 08:50
link directo | psicomentar | psicomentaram (6)

Isto não parece mas é perigoso

A propósito deste caso e apesar da tendência automática, especialmente da esquerda (para quem a sociedade é uma pasta e não um conjunto de indivíduos), em considerar, de forma acrítica, qualquer luta contra o capital legítima, lembrei-me que o precedente que se abre com este caso pode ser muito perigoso.

 

O Estado goza hoje, junto da opinião pública, de uma imagem lírica quando confrontada com aquilo que ele verdadeiramente é. 

 

Com os escândalos da "inefável" banca, responsável por tudo o que de mau acontece (esquecem-se que se trata da mesma que tirou milhões de pessoas da pobreza e da mediania), o mal menor que é o Estado (ou não fosse ele a assunção plena, por parte da humanidade, da sua incapacidade de partilhar um planeta em sã convivência), vive hoje num trono de inimputabilidade moral onde reina a dramática hipótese de assistirmos a qualquer acção de intrusão na vida privada sob o pretexto (raras vezes aceitável) de que está em causa a coisa pública e a salubridade do próprio Estado.

 

Não sendo ainda uma conclusão fáctica, é, todavia, uma hipótese cada vez menos remota.

O potencial de credibilidade de que o "Estado" (vulgo governos) se apropriou nos últimos tempos, não tem real correspondência com o estatuto dos homens que o governam.

 

O Estado é falível, os homens que o gerem (sejam eles quem forem) são a garantia disso mesmo e por isso estão limitadas pela lei as suas intervenções no domínio privado, na nossa esfera de actuação.

 

Torna-se num imperativo ético para os políticos, perceberem que não devem esbanjar este "capital" de confiança e avançar com medidas belicistas e demagógicas sobre o último reduto da individualidade humana - a sua privacidade. A lógica não pode ser a do "quem não deve não teme". E isto é algo que, infelizmente, aparenta ser cada vez menos óbvio.



uma psicose de João Marques às 02:25
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009
Senhor Cardeal sabe inglês?



uma psicose de jfd às 08:13
link directo | psicomentar | psicomentaram (21)

Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009
Um PSD que dá gosto!

Manuela Ferreira Leite ontem encontrou-se com empresários.

Como já havia dito o Paulo Colaço, a líder do PSD têm-se encontrado com vários sectores da sociedade e feito declarações de verdadeiro interesse e impacto.

Ontem falava-se de tesouraria e da falta de necessidade da clivagem artificial que está a ser imposta pelo Governo no discurso radical ricos vs pobres. Não desconsidero o problema; mas não nos termos em que José Sócrates está a colocar a questão.

O ataque que prevejo que venha a acontecer às minhas deduções é deveras inusitado e eu estou longe de ser rico, aliás, estou como a maior parte das pessoas da dita "classe média". O motor de Portugal.

 

Na sequência do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, foram à pouco  anunciadas as medidas anticrise para as PME.

Isto sim é o PSD que me dá gosto. É o melhor do PSD a trabalhar.

Tenho todo o direito e dever de louvar o que é de louvar e chamar à atenção o que é de chamar à atenção. Com todo o respeito e responsabilidades devidos.

É assim que nos tornamos num partido melhor, mais perto das bases, mais perto do povo.

 

Segundo avança a edição desta quarta-feira do Público, as propostas do PSD passam por favorecer, através da redução da taxa social única, quem faz mais contratações sem termo e as PME`s que promovam um aumento do número de trabalhadores.

Para os jovens empresários, a líder do PSD tem previsto um regime fiscal mais favorável, sobretudo em sede de IRC, sendo que também os prazos para pagamento do IVA devem ser alargados, assim como os reembolsos deverão chegar mais depressa às empresas.

Segundo o Público, o PSD vai ainda propor a criação de uma conta corrente entre o Estado e as empresas, a qual deverá ser alvo de um acerto mensal entre débitos e créditos.

Para a Caixa Geral de Depósitos, Manuela Ferreira Leite defende uma reorientação da estratégia, a qual deverá passar por um maior apoio à capacidade financeira das PME`s exportadoras, em conduções de crédito mais favoráveis. (...)

 

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=12&id_news=373843">http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=12&id_news=373843



uma psicose de jfd às 12:53
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

(I)mobiliza-te

Quantas vezes pensamos para nós se alguma insuficiência nos atacar qual delas a pior? Como será a cegueira? Como será ficar imóvel? Como será...

 

E quantas vezes já participamos em tertúlias, conferências, debates aqui na blogosfera...

 

De tudo isto o que aprendemos? Pouco, porque na realidade não fazemos a mínima ideia da dificuldade que será passar sequer 5 minutos numa cadeira de rodas.

 

Ora, a Comissão Politica da Secção D da JSD lançou esta campanha. (I)mobiliza-te!

O objectivo é muito simples, convidar as pessoas a sentarem-se numa cadeira de rodas e fazer um percurso, sentindo na pele as dificuldades de quem tem (pelo menos) esta insuficiência.

 

Está de parabéns a CPS.

 



uma psicose de Tiago Sousa Dias às 12:28
link directo | psicomentar | psicomentaram (6)

No ponto!

 

"Depois de em Outubro ter morto o casamento gay no parlamento, José Sócrates, secretário-geral do Partido Socialista, assume-se como porta-estandarte de uma parada de costumes onde quer arregimentar todo o partido.

Almeida Santos, o presidente do PS, coloca-se ao seu lado e propõe que se discuta ao mesmo tempo a eutanásia. Duas propostas que em comum têm a ausência de vida. A união desejada por Sócrates, por muitas voltas que se lhe dê, é biologicamente estéril. A eutanásia preconizada por Almeida Santos é uma proposta de morte. No meio das ideias dos mais altos responsáveis do Partido Socialista fica o vazio absoluto, fica "a morte do sentido de tudo" dos Niilistas de Nitezsche."

by Mário Crespo, JN

 

Certeiro! É triste a instrumentalização destes temas para desviar atenções.



uma psicose de Diogo Agostinho às 10:17
link directo | psicomentar | psicomentaram (13)

Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009
Your attention please

 

"Teremos um Verão sem gelo no Árctico em 2030 ou antes disso".

 

"A mudança de comportamento registada em todo o Árctico é tão crítica, que o ciclo de carbono também pode ser drasticamente alterado, pois com o calor, a tendência é para que toda a matéria orgânica congelada no solo do Ártico liberte carbono para a atmosfera."

 

No meio do turbilhão da Crise Económico-Financeira Mundial, ainda alguém se lembra que temos um planeta para salvar? É que sem um ambiente saudável, os euros, dólares, os ienes e companhia, não nos servem de nada. Fica o aviso, até para o senhor Ministro do Ambiente, que fora a temática das energias renováveis (sempre utilizadas como um forte argumento económico), pouco ou nenhum trabalho tem demonstrado aos portugueses. Bom exemplo disso, foram os cortes abruptos de sobreiros centenários na região de Setúbal, para a construção de um mais um centro comercial. É razão para questionar as prioridades deste Governo no que toca a defesa do ambiente. Será que existem? Sinceramente, não me parece!



uma psicose de Luís Nogueira às 14:52
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Orgulho

 

"Nunca me havia sentido assim em mais lado nenhum do mundo."

by Calouste Gulbenkian

 

Quem o disse foi um cidadão inglês, com uma atracção enorme por Paris, o famoso "Mr.5%", um magnata do petróleo, com uma experiência e vivência do mundo que poucos tiveram. Foi aqui que nos deixou um legado e um projecto notável.

 

Disse tudo...



uma psicose de Diogo Agostinho às 13:38
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Segunda-feira, 16 de Fevereiro de 2009
Desapareceu em Braga Mulher de César. Pede-se a quem a encontrar que a remeta à procedência.

Isaltino Morais viu recentemente validada a acusação que contra ele impende sobre a prática de delitos criminais, nomeadamente de corrupção. Não sendo Isaltino culpado (no fim do julgamento se saberá) certo é que se provou haver indícios suficientes para levá-lo a julgamento, o que, por si só, é de gravidade bastante para que este não se volte a recandidatar , pelo menos até que tudo esteja claro.

 

Já em Braga, há um dinossauro que sobrevive impoluto e sem mácula. Apesar das 34 contas em nome da família, apesar de movimentarem o dobro do valor daquele que declararam às Finanças, apesar das "ofertas de casamento" com cheques pré-datados à filha do edil por parte de empreiteiros de renome (como Domingos Névoa - Bragaparques e António Salvador - presidente do Braga e da empresa de construção Britalar), apesar das constantes trocas de capitais entre filhos e pais, alegadamente por dificuldades financeiras, apesar do filho arrendar à Câmara do pai uma loja para o espaço internet por €1200, loja essa adquirida por um preço especial à empresa de Domingos Névoa, apesar do prédio adquirido pelo filho por €400 mil  valer pelo menos o dobro e ter sido comprado a um empreiteiro pelo mesmo preço a que ele próprio o tinha adquirido, tendo este declarado ter feito "um mau negócio", apesar da filha ter conseguido o trespasse de uma farmácia na zona histórica da cidade por €200 mil.

 

Enfim, apesar disto tudo, o M.P. em Braga decide arquivar o caso, lamentando a falta de colaboração das Finanças e do IGAT (como já tinha acontecido no caso de Felgueiras) e alegando que não se apurou quem, quando, onde e se houve corrupção.

 

Cabe perguntar a José Sócrates, presidente do PS se vê algum inconveniente na candidatura de Mesquita Machado já que se é certo que o caso (para já) foi arquivado, não menos certo é que a dúvida da ilicitude ronda perigosamente a certeza do comportamento imoral.



uma psicose de João Marques às 17:04
link directo | psicomentar | psicomentaram (11)

E assim se abrem as portas a um ditador!

Hugo Chavez venceu...

 

Hoje, ao acordar, com o alarme na Rádio Renascença, comecei o dia às seis da manhã ouvindo as palavras de Chavez: "Hoje abrem-se as portas a um futuro melhor, de progresso para a Venezuela".

Não queria acreditar que o povo venezuelano tivesse caído no erro de confirmar a alteração constitucional que retrocedeu o sistema anos, décadas!

Ao que tudo indica, não houve fraude eleitoral, nenhum observador internacional levantou problemas, tirando o que foi expulso do país por dizer que Chavez é um ditador.

 

Agora, continua a revolução... Nas palavras de Chavez, é o progresso. Nas minhas, será o continuar e o amadurecer de um regime que está contra a liberdade, que está contra os direitos do povo venezuelano. Continuaremos a ter, por força das circunstâncias, um país sul-americano a liderar a luta anti-EUA, agora que Fidel está de parte.

 

Uma péssima notícia. A semana começa mal...

 



uma psicose de André S. Machado às 15:00
link directo | psicomentar | psicomentaram (13)

Portugal, país triste.

Está triste o meu País.

Desanimado. Sem futuro?

Vejo as caras de sempre, as soluções de sempre, os entraves de sempre.

Serão sempre os mesmos a pagar, serão sempre os mesmos a lucrar.

Classe média nem cheirá-la.

Continuo a pagar impostos, muitos impostos. Continuo sem saber porquê nem para quê!

É por isto que sou PSD. É por isto que sou de Social Democrata. Não considero que mais ninguém saiba o que fazer com o meu dinheiro como saberá o PSD. Não será perfeito, mas não será esta anestesiante realidade cor de rosa que vivemos desde os tempos do verdadeiro engenheiro.

Isto sim é fracturante, a economia. Tudo o resto é conversa e é acessório.

E ando desiludido com a falta de pragmatismo económico do meu partido. Tantas mentes brilhantes, mas ninguém se chega à frente para dizer as coisas tal e qual como são. E quem o faz é apelidado por dissidente, traidor ou como querendo o mal do partido.

Há muito mais em jogo que egos, lugarezinhos para os do costume, e manutenção de posição social. É o futuro que se joga a cada momento, a cada dia que passa.

Cada dia perdido a interpretar mal os companheiros é um dia que se perde na luta pelo futuro do país. Cada dia perdido a não tomar as soluções de outros também como válidas, por orgulhos incompreensíveis, é um outro dia que se perde na luta pelo futuro do país.

Todos esses dias perdidos, são dias em que o povo anestesiado continuará a seguir o sonho cor de rosa.

Em que os nossos activos humanos sairão para outros países para não mais voltar.

Em que mais uma mão cheia de famílias passarão fome.

Outra mão cheia ficarão sem casa.

Alguém deixará de estudar porque não tem como pagar as despesas.

Alguém comerá a última carcaça que tem em casa.

Alguém pensará; "Assim como assim, votarei PS..."

Alguém retorquirá ; "Pois... que confiança nos dão os outros?"

 

De todos os pontos de vista. Está na altura, e espero que não seja tarde, de colocar os pés no chão. Abrir bem os olhos e trabalhar em prol do país. E se isso significa que é preciso olhar para dentro e apontar o que está mal, com a esperança que se torne melhor, não percamos tempo com o que é acessório. Façamos das nossas fraquezas a força da mudança.

Não sejamos como o PP em Espanha que está à beira da ruptura, principalmente em Madrid, devido a egos, falta de sã convivencia com a crítica e pouca atenção aos militantes.

 

Portugal merece mais e melhor.

Devemos isso a todos os portuguêses, a começar em cada um de nós.

 

Portugal não é um triste país. Apenas está triste.

 

 



uma psicose de jfd às 10:58
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Sábado, 14 de Fevereiro de 2009
Vinte anos com a cabeça a prémio

 

So far, so good!


:
: Alive - Pearl Jam

uma psicose de José Pedro Salgado às 13:51
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

Que vergonha!



uma psicose de jfd às 08:46
link directo | psicomentar | psicomentaram (23)

Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009
Sugestões de Sexta-Feira V

 

José Cid - Ao Vivo no Campo Pequeno

Ano: 2008

  Já escrevo para o psico há mais de mês e meio e ainda não tinha referido José Cid, figura incontornável na minha colecção de DVD´s musicais e colectânea de CD´s.

Sou ávido admirador das canções de Cid e o seu concerto no Campo Pequeno reuniu os que são, para mim, os grandes sucessos da sua longa carreira...

Próximo dia 21 há concerto no Casino Estoril. Que tal?

Fica mais uma sugestão.

 


: Ontem, Hoje e Amanhã

uma psicose de André S. Machado às 16:39
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Estímulo à Economia, versão Governo PS!

O Governo prometeu à Comissão Europeia aumentar os impostos em 2010 e 2011. A decomposição da receita fiscal, prevista no Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) aprovado no final de Janeiro no Parlamento e já entregue em Bruxelas, deixa claro que os impostos directos e indirectos vão aumentar nos próximos dois anos. Depois do alívio aplicado em 2009, a carga fiscal aumentará 0,3 pontos percentuais nos próximos dois anos. E, caso o PIB seja próximo dos 160 mil milhões de euros por ano, os portugueses pagarão mais 320 milhões de euros em impostos, em 2010.

in CM



uma psicose de jfd às 16:24
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

A coisa fica (ainda mais) feia

O Tribunal da Relação de Lisboa confirmou hoje a decisão do tribunal de primeira instância de julgar Isaltino Morais, presidente da Câmara de Oeiras, por corrupção, abuso de poder, fraude fiscal e branqueamento de capitais.

(ler aqui)

 



uma psicose de Paulo Colaço às 05:35
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2009
A ver vamos!

 

Lisboa, 12 Fev (Lusa) - O ex-candidato à liderança do PSD Passos Coelho desejou hoje vir a estar "no tempo certo, com as ideias certas" e considerou que as suas ideias "são muito adequadas aos tempos que estamos a passar".

Durante um discurso num almoço promovido pelo American Club de Lisboa, Pedro Passos Coelho defendeu que nos actuais tempos de crise é preciso "não se calar e não ter medo de perder votos e de dizer coisas que possam não ser tão simpáticas, tão agradáveis nos primeiros tempos, mas que as pessoas percebam que são genuínas e autênticas".

"Se isso acontecer, bem, então teremos de esperar que os que tiverem a sorte de estar no tempo próprio com as ideias certas possam ser recompensados por isso", completou. "Eu espero que no tempo certo um homem possa fazer a diferença", reforçou o social-democrata.

No final do almoço, questionado pela comunicação social se estava a referir-se a si próprio quando fez estas declarações, Pedro Passos Coelho respondeu que "estava a falar em geral, como é evidente".

"Mas, se tivesse que fazer um desejo a mim próprio quanto ao tempo e às ideias, espero que sim, espero que se algum dia me vir numa situação dessas que esteja no tempo certo com as ideias certas. Acho que todos desejamos que isso nos aconteça", acrescentou.

Interrogado se este é o seu tempo, Passos Coelho disse que "o tempo dirá". Quanto às ideias, considerou: "As ideias que venho defendendo são muito adequadas aos tempos que estamos a passar".

No final do almoço a organização anunciou que o próximo convidado do American Club será o também ex-candidato à liderança do PSD e candidato do partido à Câmara Municipal de Lisboa, Pedro Santana Lopes.

IEL.

Lusa/Fim



uma psicose de jfd às 20:32
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Estruturantes

Há precisamente 200 anos (coincidências estranhas), nasceram dois dos pais fundadores da forma como pensamos muitos de nós.
Talvez todo o chamado “mundo ocidental”.
 
Deixaram-nos (entre outras) duas citações curiosas:
 
Se a escravatura não é má, nada é mau.
Abraham Lincoln, comentando a oposição de muitos ao abolicionismo.
 
Foi como confessar um assassinato...
Charles Darwin, comentando a reacção do mundo à sua “Teoria da Evolução”.
 
Mas, mais que isso, deixaram-nos duas ideias-chave:
- Todos nascemos iguais.
- O meio forja-nos.


uma psicose de Paulo Colaço às 18:01
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Ao Seu Lado

 

Está disponível, desde há alguns minutos, o vídeo de apresentação do candidato do PSD à Câmara Municipal de Almada no YouTube.

 

Numa atitude inovadora (não me lembro de mais nenhum candidato autárquico que se tenha apresentado assim), Pedroso de Almeida dá assim início a uma campanha que promete ser dinâmica e utilizar todos os meios (físicos e tecnológicos) para chegar a todos os Almadenses sem excepção.

 

Devo aqui fazer uma "declaração de interesses": sou militante e dirigente do PSD Almada e Pedroso de Almeida é o meu candidato e alguém em cujo projecto tenho estado a trabalhar. No entanto, isso não me impede de defender, sem constrangimentos, a sua candidatura. Porque é um homem competente, com um programa credível e uma postura séria.

 

E penso que esta acção de apresentação merece destaque aqui no Psico (e por toda a blogosfera) pois é uma forma moderna de tentar aproximar-se das pessoas e chegar a todos, inclusive os mais jovens, tantas vezes desligados e desencantados com a política.



uma psicose de Bruno Ribeiro às 10:16
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2009
Palavra de 1º Ministro

 

"Se a JS quisesse colocar um cartaz desse tipo, eu nunca autorizaria!"

 

José Sócrates, no debate Parlamentar desta tarde, respondendo a Paulo Rangel a propósito dos cartazes da JSD.



uma psicose de Luís Nogueira às 17:01
link directo | psicomentar | psicomentaram (14)

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.