Domingo, 31 de Agosto de 2008
A UE da nossa vida

Nem sempre nos damos conta da importância da União Europeia na rotina diária.
As instituições europeias, sobretudo o PE, evoluíram para tomar o cidadão como grande beneficiário das políticas comuns.
Há dias, foi o Dias (Jorge) quem me chamou a atenção para este pequeno detalhe: a comparação de preços entre produtos similares.
A referência em etiqueta do preço por quilo, por unidade ou litro é uma excelente forma retirar “peso” ao carrinho de compras.
A EU é nossa amiga, como diz o Jorge. Nós, os pategos do costume, é que preferimos virar-lhe as costas.

uma psicose de Paulo Colaço às 14:35
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Sábado, 30 de Agosto de 2008
Já não demora


uma psicose de Paulo Colaço às 22:06
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008
Força Rui

Sim já acabaram os jogos olímpicos e mesmo assim aqui se escreve sobre desporto que não futebol.
Ténis.

Rui Machado joga hoje a 2ª Ronda do U.S. Open. Não parece motivo para festejar, mas a verdade é que caso Tiago ganhe passa para os primeiros 170 tenistas do mundo (fincando, entre os portugueses, apenas atrás de Frederico Gil - nº 86 do mundo) e torna-se no primeiro português de sempre a passar duas eliminatórias no quadro principal de um torneio do Grand Slam e o primeiro (estou a arriscar mas julgo que é verdade) a vencer, num torneio desta categoria, um cabeça de série (no caso o 13º do mundo Verdasco).


É verdade, chegar á segunda ronda, ou por outras palavras, vencer um único jogo, é o melhor que Portugal já fez. Em vez de esperarmos pelas próximas olimpíadas ou a taça Davis ou qualquer outro facto notório onde se exijam resultados, porque não se discute já a falta de condições para o desporto de alta competição em Portugal?


O que é feito das academias desportivas, dos incentivos às internacionalizações, da aposta no treino integrado, tudo?! Porque é que eu saí do ténis há 5 anos e actualmente tudo está exactamente igual?


uma psicose de Tiago Sousa Dias às 12:57
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Arrepiante e emocionante

Foi ontem e foi arrepiante!
.
Obama, discursou num estádio para 75 mil pessoas eufóricas. Isto é política. Não é espectáculo, cinema, inventem o que quiserem, mas isto é política pura, pessoas que acreditam nos seus candidatos e demonstram-no.
.
Para quando em Portugal alguém que nos faça acreditar? Alguém que não se deixe ficar por Novas Fronteiras, UVs ou Congressos monótonos para meia dúzia de gatos pingados e toque o coração das pessoas? Que não tenha medo de estar com as pessoas.
.
É urgente voltarmos a acreditar e ter fé. Urgente!


uma psicose de Diogo Agostinho às 10:58
link directo | psicomentar | psicomentaram (20)

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008
Dúvidas houvesse...

...agora que as Olimpíadas acabaram China e Ásia Central apoiam acção militar da Rússia na Geórgia


uma psicose de José Pedro Salgado às 20:28
link directo | psicomentar | psicomentaram (13)

A Europa da Hipocrisia
E está nomeado o primeiro candidato Negro do partido Democrata Americano.
É um momento histórico para todo o mundo. Queiramos ou não, são os Estados Unidos que marcam pontos no que toca à tolerância e representatividade da sua população nos seus órgãos representativos, legislativos e de soberania Nacional.
E não nós. Na hipócrita Europa, que com desdém e superioridade moral olhamos para os Estados Unidos da América.
Este post não é sobre as eleições, mas sim sobre uma lição para o Mundo da Democracia Ocidental. Para o Mundo da hipocrisia. Para o Mundo do racismo. Para o Mundo que teima em aceitar as diferenças, comemorando-as, não esbatendo-as. A Europa convive com um grande Elefante em cada Parlamento, em cada Tribunal, em cada Ministério em cada órgão representativo... E esse invisível Elefante, incomodativo, é a noção de que somos todos representados, que não há raças, que não há credos que não os dominantes. Não há discriminação positiva porque somos moralmente maiores que isso, não há discriminação negativa porque temos história de tolerância...
Será assim?


uma psicose de jfd às 13:23
link directo | psicomentar | psicomentaram (45)

Mais um?

"Movimentações.
.
Nos bastidores do PSD há informações que dão conta da possibilidade de um grupo de militantes obter assinaturas necessárias para marcar um congresso anti-Ferreira Leite"
in DN
.
Faz falta?


uma psicose de Diogo Agostinho às 09:49
link directo | psicomentar | psicomentaram (56)

Eu não sou de intrigas...


O novo Código de Processo Penal foi acusado, pelas mais diversas entidades, de permitir a libertação (consequência, alegadamente, não ponderada) de diversos arguidos em prisão preventiva, e até da libertação de outros cuja pena foi encurtada.

O caracter que é de assinalar neste verdadeiro êxodo das prisões passa pelo elevado número de pessoas que se encontraram nesta situação.

Passado alguns meses desta libertação em massa, temos uma onda de criminalidade como nunca vista em Portugal.

Factos que nada têm a ver uns com os outros? Às tantas...



uma psicose de José Pedro Salgado às 00:20
link directo | psicomentar | psicomentaram (19)

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008
Luto
Lisboa, 27 Ago (Lusa) - O CDS/PP quer uma reunião extraordinária da Comissão Permanente da Assembleia da República para debater a "onda de criminalidade violenta" dos últimos tempos em Portugal, disse hoje à agência Lusa o líder parlamentar dos centristas, Diogo Feio.
O dirigente do CDS/PP referiu que nesse sentido, comunicou terça-feira ao presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, essa pretensão, uma vez que o Parlamento não pode ficar "de braços cruzados a assistir todos os dias a um aumento da criminalidade sem fazer o que quer que seja".
"O país está a assistir todos os dias a um conjunto de actos que demonstram um clima e uma onda de violência que preocupa bastante as pessoas, gera situações de insegurança e o Parlamento não pode ficar a assistir de braços cruzados", justificou.
"O Governo também tem que ser confrontado com o que se está a passar", disse, sublinhando que o CDS/PP não pretende discutir o desempenho do ministro da Administração Interna, Rui Pereira, uma vez que o que está em causa "são políticas e não pessoas".
Diogo Feio defendeu que a Assembleia da República tem que dar o exemplo e "dar voz" ao sentimento e preocupações dos portugueses.
Acrescentou que o CDS/PP pretende uma "clarificação de posições e de propostas e um claro sentido de assunção de responsabilidades".
Por isso, concluiu, o CDS/PP tem avançado com várias propostas na área da segurança, nomeadamente o aumento de efectivos e de concursos para as forças de segurança, medidas preventivas e repressivas para o crime de "carjacking", a necessidade de reestruturação da segurança nas áreas metropolitanas e a dignificação das forças de segurança, entre outras medidas.
CP.
Lusa/Fim


Finalmente alguém se lembra que existe quem foi eleito pelos Portugueses para os representar e para por eles trabalhar. E perante o que se passa no país, se lembra de recordar suas Excelências de TRABALHAR. Uma maçada é claro, pois estamos de férias. O que é chato... E os ladrões não respeitam nada, nem o descanso de ninguém.

Entretanto até o CDS/PP já manda recadinhos ao PSD, reparem no meu destaque a bold... A audácia!

O meu país está a saque, não entendo os sinais do meu partido, o Governo faz o que quer e lhe apetece!... Estou de luto...


uma psicose de jfd às 09:25
link directo | psicomentar | psicomentaram (18)

Terça-feira, 26 de Agosto de 2008
Cadê as nossas crianças?
Que a União Europeia tem uma pirâmide etária envelhecida não é novidade para ninguém. Que o crescimento natural dos países é cada vez mais diminuto ou negativo também já não nos surpreende. Ao tomar conhecimento do recente estudo do Eurostat é ainda mais angustiante e preocupante perceber o rumo que as sociedades seguem.

Segundo o Instituto de Estatística Europeu, no ano de 2035, cerca de um quarto da população europeia terá idade superior a 65 anos e daqui a uns meros 7 anos, a mortalidade ultrapassará a natalidade.

São dados de pura mentalidade de países ditos desenvolvidos que deviam apostar em medidas natalistas. Os filhos tornaram-se fonte de despesa, ao invés do que se passava há umas décadas atrás em que os filhos eram encarados como outra fonte de receita para o orçamento familiar.

Como iremos travar e inverter a nossa pirâmide populacional? Somente à custa de subsídios no período pré e pós natal? Não serão necessários mais sistemas de apoio? Ou estaremos nós no caminho certo? E ainda dizem que o melhor do mundo são as crianças...


uma psicose de Inês Rocheta Cassiano às 23:38
link directo | psicomentar | psicomentaram (14)

Primeira dama (?) dixit



Ontem ouvi atentamente o discurso de Michelle Obama numa transmissão "Euronews" no momento "No comments". A mim merece um ou dois comentários.
Brilhante a mensagem que ela passa. Aproximou a figura Obama ao sonho americano, quando relembrou que ele foi criado pelos "pobres" avós e que ela própria fora criada por pessoas humildes, até da doença do pai falou parecendo que estava em casa a falar com as amigas. O tom intimista, alegórico, culminava 5 frases de pobreza numa de esperança. "Somos como vocês; viemos de onde vocês vieram, chegamos onde todos podem chegar menos os que não acreditam na mudança."
Conclusão, retrato do passado: actualidade dos EUA; retrato do presente: o futuro prometido por Obama.
Mas de repente o brilhantismo de Michelle acaba quando se percebe que não passa de uma boa actriz e os filhos, que poderão seguir as mesmas pisadas entram em cena para o espectaculo teatral do bom pai de familia gravado à distância e ali transmitido como se fosse em directo. E ainda que fosse... Confesso que não gosto de teatro na politica, só evidencia que um bom actor pode fingir em tudo que ninguém dará por ela. Este é o único sinal que encontro para demonstrar que Obama é, quanto a mim, um óptimo actor que precisou da experiência de um moribundo politico com 25 anos de experiência na pasta da politica externa para segurar a imagem de incapaz nas questões externas.
Mas hoje escolher um Presidente para os EUA não é de menos pensar quem é a Primeira Dama. Nesse papel Michelle poderá fazer um bom papel. Fala melhor até que Hillary, tem força na voz, tem uma imagem simpática, é sem dúvida a maior surpresa que tive até agora na campanha Obama.


uma psicose de Tiago Sousa Dias às 16:39
link directo | psicomentar | psicomentaram (37)

Eu declaro!
O presidente russo anunciou hoje que a Rússia reconhece a independência das duas repúblicas separatistas da Geórgia, a Abkházia e a Ossétia do Sul.

Que coincidência. Iso acontece precisamente no dia em que decidi reconhecer a independência da Tchetchénia.


uma psicose de Paulo Colaço às 15:46
link directo | psicomentar | psicomentaram (17)

Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008
Será?

"Ângelo é mais perigoso do que Ferreira Leite" - Palavra do Senhor...Alberto João Jardim.
.
Será?


uma psicose de Diogo Agostinho às 10:27
link directo | psicomentar | psicomentaram (9)

Domingo, 24 de Agosto de 2008
E os alicerces?
Educação não é só o Estatuto da Carreira Docente. Nem tão só aulas de substituição.
As prioridades do ME têm sido atacar o pessoal docente e falsear as estatísticas do insucesso escolar.

O Ensino Pré-Escolar tem sido escandalosamente esquecido e negligenciado por este ME. Em 3 anos apenas se ouviu da ministra a possibilidade de este ser transferido para a alçada das IPSS’s.
No ano passado, 12% das crianças inscritas num Jardim de Infância Público não teve vaga, segundo a Inspecção-Geral da Educação. Os mesmos dados apontam para que 72 mil crianças não frequentem nem o ensino público, nem o privado.

E falamos nós em TGV’s, aeroportos e terceiras travessias.
Parece que não tomamos conta das nossas crianças.


uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 03:31
link directo | psicomentar | psicomentaram (18)

Sábado, 23 de Agosto de 2008
Até onde vai o espírito Olímpico?

Cada vez é maior a luta pelas medalhas. Utilizam-se fatos aerodinamicos, sapatos especiais e as mais variadas técnicas para alcançar uma medalha olímpica.Com o passar dos Jogos, essa luta vai aumentando e a obsessão leva a que por vezes certos atletas utilizem a batota para vencer recorrendo ao doping.....até cavalos já se pode dopar. E quando não se consegue atingir a medalha desejada, usam-se desculpas esfarrapadas, atiram-se para outro intervenientes. E até um país pode ficar em estado de alerta porque não alcançou nenhuma medalha. E depois pede-se a demissão de dirigentes e expulsam-se atletas olímpicos das comitivas nacionais...
Não é isto tudo contrário ao espirito olímpico?
Os Jogos foram realizados com o intuito de haver diversão, desportivismo e acima de tudo, prazer. Daí que a maioria das modalidades sejam amadoras. Não estamos em nenhuma competição para ver quem é o melhor, o mais rápido ou quem ganha mais medalhas. Tudo isso é marketing desportivo. Os Jogos Olimpicos realizam-se de quatro em quatro para se poder disfrutar e acompanhar milhares de modalidades que durante um interregno nem sequer se sabe que existem....Daí que o numero de medalhas seja irrelevante, ou a imagem que passa tenha importância.
Estarão os Jogos a se tornar demasiado profissionais e politico?


uma psicose de Francisco Castelo Branco às 15:15
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

A Quaresma do Quaresma

Será que Jesualdo Ferreira resolver presentear o seu melhor jogador com um jejum de 40 dias? É que, sinceramente, olho para o afastamento de Quaresma das últimas listas de convocados do FCPorto e não percebo qual a razão. Que estratégia será esta? Têm medo que se lesione? Têm medo que jogue bem e depois os sócios não o queiram ver ir embora?

Por muitos defeitos que veja a Pinto da Costa e à SAD portista, a falta de capacidade para lidar com situações difíceis não é um deles e por isso ainda me custa mais vislumbrar a explicação para este caso. Também pode ser que tenham deixado o Prof. Jesualdo resolver o assunto à sua maneira e isso explicaria muita coisa… Mas não creio.

Como diria Jardel: Porqui Sêrá?


uma psicose de Bruno Ribeiro às 13:45
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

O Soneto e a Emenda
Carjacking, sequestros, assaltos à mão armada e homicídios marcaram, quase diariamente, esta época estival. O Ministro da Administração Interna vai anunciar novas medidas: casa roubada, trancas à porta.
No mesmo dia em que Menezes critica, duramente, o silêncio de MFL, a direcção laranja emite um comunicado a condenar a inoperância de Rui Pereira face a esta preocupante (e crescente) onda de violência. Pede a sua demissão.

Porque no te callas é o que muitos dirão das declarações de Menezes. Mas, e o comunicado, será oportuno? Será a demissão do MAI a solução para esta crise de violência?


uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 04:49
link directo | psicomentar | psicomentaram (18)

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008
?
Obama afirma já ter vice-presidente mas faz suspense.
Explicou que quis alguém preparado para assumir a presidência, se ele ficar impedido, e capaz de o ajudar na governação. “O terceiro critério, para mim, é a independência. Quero alguém que confronte as minhas ideias e não um simples ‘yes man’ quando se trata de fazer política”.
Quem será?


uma psicose de Paulo Colaço às 18:30
link directo | psicomentar | psicomentaram (19)

Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008
O Menino de Ouro - O Verdadeiro
17,67.
Não há palavras.
Parabéns Nelson!

uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 15:15
link directo | psicomentar | psicomentaram (41)

A "amizade socialista"
"Há pouco [tempo], estive em Portugal e que me comentava o nosso amigo, o primeiro-ministro (José) Sócrates? Que a economia portuguesa está estancada! Estancada? E nós estamos crescendo 7,1%, é um dos primeiros lugares [em crescimento] em todo o mundo", afirmou Hugo Chávez. O chefe de Estado da Venezuela aludia ao encontro que manteve com José Sócrates, quando visitou Portugal a 23 e 24 de Julho.

O que dizer depois desta declaração? Será que Chávez andou a ter algumas aulas de economia? Ou não sabe guardar para si, uma conversa que teve para com um lider político de um estado "amigo"? Uma coisa é certa, José Sócrates deverá estar com as "orelhas a arder" perante esta vergonhosa, desprestigiante e inaceitável comparação, que foi feita entre os crescimentos dos dois países. De facto, nem Mário Soares, nem José Sócrates, nem o próprio Governo socialista nos disseram, que as relações económicas e a proximidade entre Portugal e a Venezuela, nos iriam trazer este tipo de declarações, que infelizmente neste caso, redundam numa grande verdade. Portugal não tem reservas de petróleo para crescer economicamente a 7,1%. Mas tem um Primeiro Ministro fraco e dualista nas suas opiniões, que pelos vistos diz aos seus homólogos estrangeiros que o nosso país está "estancado" economicamente, optando por um discurso diferente dentro de portas. Infelizmente não é preciso dizer mais nada...




uma psicose de Luís Nogueira às 13:29
link directo | psicomentar | psicomentaram (13)

País violento. País violentado.
Nestes últimos tempos não há dia em que não apareça notícia sobre mais um crime violento. Cada vez se recorre mais às armas e sente-se um maior medo nas pessoas.

Portugal já não é um país de tão brandos costumes. Bem sei que, pela reduzida população, este tipo de notícias tem mais impacto, mas é, também por isso, que se tornam mais preocupantes.

Carjacking, assaltos a bancos, assaltos a caixa multibanco, assaltos a carros de valores, assaltos a ourivesarias, assaltos a bombas de gasolina. Em todos um ponto comum: mais violentos, menos valor pela vida, disparo fácil e maior utilização de tecnologia.

De acordo com o Jornal de Negócios os roubos relacionam-se directamente com a crise. Foi em 2003, considerando o intervalo dos últimos 8 anos, que mais crimes se registaram, correspondendo a um período em que o PIB teve um crescimento negativo de 0,8%.

Olhando à actualidade, tem sido elevado o número de crimes este ano, especialmente os violentos que mostram tendência crescente. Se assim é, e como ainda estamos no oitavo mês do ano, como a crise continuapresente, tudo aponta para mais registos de violência. O que se verifica diariamente.

Para onde caminha o nosso país neste ponto? É uma das dúvidas que mais preenche os Portugueses nesta altura.

Não deveríamos ter medo, mas a verdade é que estamos cada vez mais inseguros neste nosso cantinho.


uma psicose de Carlos Carvalho às 12:48
link directo | psicomentar | psicomentaram (13)

Terça-feira, 19 de Agosto de 2008
"Muita parra e pouca uva"
"Eles são melhores a fazer desporto do que a prestar declarações."

Acho que o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Laurentino Dias, tem toda a razão! Ao contrário dos atletas portugueses nos JO, ele próprio é pródigo em proferir declarações pomposas, animadoras e cheias de energia, mas mostrando ao invés, pouco trabalho, empenho e rigor, no que faz diariamente como membro do Governo da República, em prole do desporto em Portugal. Dois exemplos deste marasmo são a falta de exigência, para com as entidades responsáveis do futebol profissional em Portugal e a falta de condições e de organização do desporto escolar. Quando é que prometemos menos e começamos a trabalhar mais?


uma psicose de Luís Nogueira às 21:02
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008
Beware of what you wish for...



Qual das afirmações é mais assustadora?

a) "Acho que está alguém dentro de casa..."

b) "A carteira ou a vida!"

c) "O Presidente da única potência nuclear islâmica acabou de se demitir."



uma psicose de José Pedro Salgado às 19:00
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Comer e beber, ó trim-tim-tim, fazer contas maradas!
Sócrates acredita que vai conseguir cumprir a promessa de criar 150 mil novos postos de trabalho até ao final do mandato. Afirmou que desde Março de 2005 até agora houve criação líquida de 133 mil empregos.

Pergunto:
- Que contas são essas?
- Que postos de trabalho são?
- Quem os criou?
- E qual a sua sustentabilidade?



uma psicose de Paulo Colaço às 15:34
link directo | psicomentar | psicomentaram (24)

A UV 2008
A Universidade de Verão de 2008 tem início no próximo dia 1.
Para além das diversas sessões diárias de trabalho dos grupos, realço estes eventos como sendo os mais relevantes da 6ª edição. O programa integral pode ser consultado aqui.

Segunda-feira
- Jantar com o Presidente da CM Castelo de Vide e com o líder do PSD/Açores, Carlos Costa Neves

Terça-feira
- "Economia portuguesa: Porque não crescemos?", com António Borges
- "Um MAR de oportunidades", com Tiago Pitta e Cunha
- Jantar-Conferência com Leonor Beleza

Quarta-feira
- "Falar Claro", com Carlos Coelho e Rodrigo Moita de Deus
- "A Europa no Mundo", com António Vitorino
- Jantar-Conferência com Pedro Passos Coelho

Quinta-feira
- "Ambiente e Energia: o que temos de decidir já!", com José Eduardo Martins
- Jantar-Conferência com Alexandre Relvas

Sexta-feira
- "Políticas sociais: respostas urgentes e sustentadas", com Isabel Mota
- "Obama versus McCain", debate entre Armando Marques Guedes e o Gen. Garcia Leandro
- Jantar-Conferência com Arlindo Cunha

Sábado
- As Fronteiras do Direito: Direito, direitos e questões moralmente controversas", com Miguel Poiares Maduro
- Exercício de simulação de Assembleia
- Jantar-Conferência com José Pacheco Pereira

Domingo
- Sessão de Encerramento
Carlos Coelho, Director da Universidade de Verão
Pedro Rodrigues, Presidente da JSD
Manuela Ferreira Leite, Presidente do PSD


uma psicose de Paulo Colaço às 11:05
link directo | psicomentar | psicomentaram (26)

Já cá canta!

Vanessa Fernandes concretizou o sonho de dar uma medalha olímpica aos portugueses! Numa prova fantástica, a nossa triatleta conseguiu um honroso segundo lugar. Podia ter sido melhor mas quem é que está preocupado com isso? Vanessa esteve bem e só foi suplantada por uma performance do outro mundo da australiana Snowsill.

Parabéns Vanessa! Em Londres, o ouro virá contigo!


uma psicose de Bruno Ribeiro às 05:21
link directo | psicomentar | psicomentaram (44)

Domingo, 17 de Agosto de 2008
Se não os podes vencer...



"Alberto João Jardim defende novo partido para fazer oposição a sério e mudar Portugal", in jornal Público

Sem comentários...

uma psicose de Paulo Colaço às 18:22
link directo | psicomentar | psicomentaram (22)

O dia depois de amanhã
Passaram quase três meses desde a eleição de MFL. No dia 31 de Maio era eleita a primeira presidente mulher dum partido do arco governativo, facto quase (e naturalmente) esquecido. Uma resposta clara e inequívoca à lei das quotas, ao PS e aos movimentos sexistas que estultamente têm menorizado o papel das mulheres na política.

Desde a eleição, o PSD subiu nas sondagens, afastando o PS da maioria absoluta.
Apesar de não ter contratado nenhuma agência de comunicação soube marcar a agenda política nacional. Certeira nas declarações que faz, a silly season trouxe alguma contenção nas aparições públicas, até porque será em Castelo de Vide a rentrée.

O seu discurso é ansiado pelos social-democratas, temido pelos socialistas e esperado pelos portugueses. Vêm aí tempos de mudança.


uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 04:24
link directo | psicomentar | psicomentaram (52)

Sábado, 16 de Agosto de 2008
Obrigado Francis!
Francis Obikwelu anuncia fim da carreira

Pequim, 15 Ago (Lusa) - Francis Obikwelu anunciou hoje o fim da sua carreira de desportista, após ter sido eliminado nas meias-finais dos 100 metros dos Jogos Olímpicos Pequim2008, e pediu desculpa aos portugueses pelo seu afastamento.

O velocista português, de origem nigeriana, efectuou o anúncio poucos minutos depois de ter sido sexto na sua meia-final com o tempo de 10,10 segundos, tendo aproveitado para pedir desculpas pela sua eliminação aos portugueses: "peço desculpas aos portugueses, porque estiveram a pagar para eu vir aos Jogos".

O atleta luso, que foi 11º classifcado nas meias-finais, o primeiro europeu, acaba assim por abdicar das eliminatórias dos 200 metros, que têm início segunda-feira e que contarão ainda com o português Arnaldo Abrantes.

Obikwelu disse ainda que vai agora de férias e depois pretende dedicar-se exclusivamente à sua fundação, sedeada no Algarve.

ESI.
** Emídio Simões, agência Lusa **
Lusa/fim


uma psicose de jfd às 15:14
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008
Salvem o Miguel



Depois de José Mourinho, é agora Rob Schneider que veste a camisola contra a prática economicista de substituir as rolhas de cortiça por tampas de plástico.



De facto, esta substituição pode ser perigosíssima, sobretudo pelos efeitos secundários que pode causar.



Não acreditam? Oiçam o Rob.


Rob Schneider finds Miguel!
Colocado por sammygee33


uma psicose de José Pedro Salgado às 17:03
link directo | psicomentar | psicomentaram (17)

Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008
A bela farda azul
Na passada terça-feira a GNR flagrou um assalto. Com os dois presumíveis assaltantes estava um menor, filho de um e sobrinho de outro.

No tiroteio que se gerou, o rapaz foi mortalmente atingido.
Até prova irrefutável em contrário, o benefício da dúvida (para mim) estará sempre com a polícia.

E mal estará a segurança num país quando a população olha para a polícia como a má da fita.
Se o agente teme pela condenação pública a cada acto seu enfraquece-se a autoridade do Estado e promove-se a vista grossa das polícias.



uma psicose de Paulo Colaço às 23:38
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008
Exactamente o que estão a pensar...
António Lopes, empresário têxtil, suspendeu o trabalho da sua fábrica e entregou a respectiva chave às Finanças.

A sua situação é aberrante. Leva qualquer um ao desespero.
A firma tem sido alvo de penhoras por dívidas ao fisco e, simultaneamente, tem o acesso à banca vedado devido ao atraso de decisões judiciais.

A Fiper depende do trânsito em julgado para boa cobrança de 388 mil euros de IVA, ao passo que as dívidas ao fisco são de 36 mil euros. É fácil fazer as contas”, desabafou António Lopes. E prossegue: “Não podemos com o nosso silêncio ser cúmplices do que consideramos ser a destruição das pequenas e médias empresas”.

Mais verdades da boca do empresário:
- Num país onde 20 por cento dos empregados têm ordenados penhorados, mais de 200 mil empresas têm dívidas ao fisco e 50 mil empresários estão ou vão estar com processos crime, há que perguntar: temos um Governo ou uma comissão liquidatária?
- Do que as empresas precisam é que o Estado pague o IVA que lhes deve, com a mesma diligência com que exige!
- As chaves lá estão, a empresa está encerrada e os 48 trabalhadores estão de férias. É nossa intenção continuar assim que seja revogada a penhora.


Ler a notícia completa

Fico doente!
Se queremos ser competitivos não podemos deixar que estas situações tenham lugar.
O Simplex de Sócrates tem sido um balão de festa: muito colorido, vácuo de utilidade e imensamente cheio de ar!
As verdadeiras mudanças passam por uma administração pública ágil, inteligente, apetrechada, linkada entre si, amiga do cidadão.

Neste momento, um dos maiores causadores de fome em Portugal é o Estado!




uma psicose de Paulo Colaço às 19:48
link directo | psicomentar | psicomentaram (19)

Projecto Imperial
Neste alarmante conflito, a Rússia não se limita a querer controlar a Ossétia do Sul: já entrou pela Geórgia dentro. É mesmo muito grave!
Enquanto apoiava os movimentos separatistas (na Ossétia e na Abecásia) ninguém dizia nada...


uma psicose de Paulo Colaço às 13:06
link directo | psicomentar | psicomentaram (47)

Domingo, 10 de Agosto de 2008
Carne para canhão
As trabalhadoras da têxtil Meneses & Pacheco sentem-se enganadas pela CGTP. Em causa está o processo judicial que o sindicato diz ter accionado, enquanto as trabalhadoras acampavam em frente à fábrica. Mas o sindicato nada fez.
Com a intervenção de um advogado (por elas contratado) foi possível perceber o esquema da central sindical que tratou o grupo de operárias como meras armas de arremesso contra a entidade patronal.

Já aqui criticámos o papel dos sindicatos. O que dizer desta situação? E, permitam-me que vos pergunte, o que é feito dos TSD?


uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 13:36
link directo | psicomentar | psicomentaram (20)

Wise Season
Bush disse que a China nada tem a perder ou recear com a liberdade de culto. Bush falava à saída de uma igreja protestante, em Pequim, onde assistiu a uma missa com a esposa.
Curioso, a época em que todos aproveitam para disparatar é usada por Bush para dizer algumas coisas acertadas.


uma psicose de Paulo Colaço às 12:54
link directo | psicomentar | psicomentaram (13)

Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008
Quarteira ou Castelo de Vide?
A recusa de Manuela Ferreira Leite em estar presente na tradicional Festa do Pontal está a gerar polémica, com o ex-dirigente Ângelo Correia a acusar a líder do partido de "abandonar os militantes". Críticas rejeitadas pelo coordenador da Universidade de Verão do PSD, Carlos Coelho.
"Não estamos a falar de um líder qualquer, mas de um candidato a primeiro-ministro. A imagem que se quer é a de um debate político profundo, como acontece na Europa democrática, e não de um líder aos pulos num comício", afirmou ao CM Carlos Coelho.
O eurodeputado sublinhou que "sempre houve uma certa tensão com a distrital do Algarve, que quer voltar a fazer da Festa do Pontal a rentrée do PSD". A Universidade de Verão passou a marcar a reabertura do ano político com Durão Barroso.
O organizador da festa, Mendes Bota, garantiu ao CM que não encara como "discriminatória" a ausência de Ferreira Leite, até porque, assegura, "está a trabalhar para o partido". Por isso, Pedro Santana Lopes, Pedro Passos Coelho e Luís Filipe Menezes não foram convidados para a festa.
(...)
Confesso que gosto desta postura. Aliás é algo que JPP defende há algum tempo; o líder virado para fora e não para dentro. Até me recordo de ter discutido este assunto com alguns psicóticos e ter tido a repulsa do costume. Será interessante saber as opiniões agora...
Que opinam senhoras e senhores?


uma psicose de jfd às 09:28
link directo | psicomentar | psicomentaram (43)

Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008
Um ano depois...
Faz mais ou menos um ano que começou a crise do sub-prime
As ondas de choque rapidamente se propagaram desde o epicentro, os EUA, até ao resto do Mundo. Já muito se falou sobre o assunto. Todos estamos a sofrer as suas causas. Todos vamos sofrer ainda mais.
E assistimos ao risco do paradoxo do aumento da inflação a par de muito débil crescimento económico; Estagflação (simplisticamente falando! – peço ao Economista de serviço que dê as achegas necessárias). Isto leva-nos a uma injusta e incompreendida luta contra a inflação (mas mais que necessária!); com a subsequente subida dos juros e consequências que todos conhecemos. É assim a vida na União Europeia...

Neste momento, e para além do acima descrito, o que mais me preocupa é o facto de os países não tocados por esta crise continuarem com as suas inflações galopantes, acompanhadas de grande crescimento económico, altamente viciante! Ora, esses deveriam ter juízo e perceber que estão na melhor altura das suas vidas de controlar a inflação. Porque me preocupam? Porque certamente, quando tivermos a respirar um pouco de alívio, daqui a algum/muito tempo, os problemas que surgirão nesses países iram-nos puxar de novo para baixo da linha de água. Ou será que estou a ser pessimista? Muitos economista de renome acreditam no decoupling da economia Mundial. E a sua maior prova é exactamente esta crise. Uns estão no buraco, outros para lá caminham e outros estão na boa. Eu estou com a outra corrente; os que acreditam que isto é apenas temporário, e que Globalização é, de facto, Globalização, para o bom e para o mau!

E vocês? Também acreditam no Better safe then sorrow?


uma psicose de jfd às 14:09
link directo | psicomentar | psicomentaram (25)

Terça-feira, 5 de Agosto de 2008
De trepar às paredes

Obama e McCain começaram um novo debate: energia.

 

 

Debatem quem recebeu mais das companhias petrolíferas, qual a melhor estratégia para diminuir a dependência dos EUA do petróleo estrangeiro - nomeadamente o chamado offshore drilling (i.e. a prefuração em busca de reservas de petróleo localizadas em águas profundas, em zonas próximas da linha costeira) - etc., etc.

 

 

Como não podia deixar de ser, o debate sobre energias alternativas assume um carácter pouco mais do que marginal.

 

 

Assim pergunto eu:

 

 

Com previsões sérias de que o petróleo total existente no mundo hoje em dia só dá para mais 37 anos, com a ideia consolidada de que grande parte desse petróleo não é rentável de explorar, e tendo em conta que a actual procura pelo ouro negro não pára de aumentar, não deviam os candidatos a um país responsável por 25% do consumo de petróleo mundial centrar o seu debate noutro lado (sobretudo se tivermos em conta que cerca de 60% do petróleo que resta se encontra em zonas que não morrem de amores pelos Estados Unidos)?


uma psicose de José Pedro Salgado às 15:14
link directo | psicomentar | psicomentaram (38)

Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008
Poder descansar
O Psico-convidado e amigo do Psicolaranja António Pinheiro Torres envia-nos uma sugestão de reflexão para estas férias:

«Os discípulos colocaram a Jesus o problema do stress e do descanso.Os discípulos regressavam da primeira missão, muito entusiasmados com a experiência e com os resultados obtidos. Não paravam de falar sobre os êxitos conseguidos. Com efeito, o movimento era tanto que nem tinham tempo para comer, com muitas pessoas à sua volta.
Talvez esperassem ouvir algum elogio por tanto zelo apostólico. Mas Jesus, em vez disso, convida-os a um lugar deserto, para estarem a sós e descansarem um pouco.
Creio que nos faz bem observar neste acontecimento a humanidade de Jesus. A sua acção não dizia só palavras de grandeza sublime, nem se afadigava ininterruptamente por atender todos os que vinham ao seu encontro. Consigo imaginar o seu rosto ao pronunciar estas palavras. Enquanto os apóstolos se esforçavam cheios de coragem e importância que até se esqueciam de comer, Jesus tira-os das nuvens. Venham descansar!
Sente-se um humor silencioso, uma ironia amigável, com que Jesus os traz para terra firme. Justamente nesta humanidade de Jesus torna-se visível a divindade, torna-se perceptível como Deus é.
A agitação de qualquer espécie, mesmo a agitação religiosa não condiz com a visão do homem do Novo Testamento. Sempre que pensamos que somos insubstituíveis; sempre que pensamos que o mundo e a Igreja dependem do nosso fazer, sobrestimamo-nos.
Ser capaz de parar é um acto de autêntica humildade e de honradez criativa; reconhecer os nossos limites; dar espaço para respirar e para descansar como é próprio da criatura humana.
Não desejo tecer louvores à preguiça, mas contribuir para a revisão do catálogo de virtudes, tal como se desenvolveu no mundo ocidental, onde trabalhar parece ser a única atitude digna. Olhar, contemplar, o recolhimento, o silêncio parecem inadmissíveis, ou pelo menos precisam de uma explicação. Assim se atrofiam algumas faculdades essenciais do ser humano.
O nosso frenesim à volta dos tempos livres, mostra que é assim. Muitas vezes isso significa apenas uma mudança de palco. Muitos não se sentiriam bem se não se envolvessem de novo num ambiente massificado e agitado, do qual, supostamente, desejavam fugir.
Seria bom para nós, que continuamente vivemos num mundo artificial fabricado por nós, deixar tudo isso e procurarmos o contacto com a natureza em estado puro.
Desejaria mencionar um pequeno acontecimento que João Paulo II contou durante o retiro que pregou para Paulo VI, quando ainda era Cardeal. Falou duma conversa que teve com um cientista, um extraordinário investigador e um excelente homem, que lhe dizia: "Do ponto de vista da ciência, sou um ateu...". Mas o mesmo homem escrevia-lhe depois: "Cada vez que me encontro com a majestade da natureza, com as montanhas, sinto que Ele existe".
Voltamos a afirmar que no mundo artificial fabricado por nós, Deus não aparece. Por isso, temos necessidade de sair da nossa agitação e procurar o ar da criação, para O podermos contactar e nos encontrarmos a nós mesmos.»
Autor: Cardeal J. Ratzinger, "Esplendor da Glória de Deus", Editorial Franciscana, 2007, pág. 161.


Desejo um bom descanso a todos e até Setembro onde nos encontraremos para novas aventuras e grandes combates políticos!
Um abraço do Antonio Pinheiro Torres
http://www.porcausadele.blogspot.com/


uma psicose de PsicoConvidado às 23:08
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

O desejado?
D. Sebastião desapareceu em Alcácer-Quibir há 530 anos.
Dizem que o sentimento de orfandade dura até hoje.
Será que ainda esperamos o seu regresso, numa noite de nevoeiro?


uma psicose de Paulo Colaço às 14:02
link directo | psicomentar | psicomentaram (11)

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.