Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006
ÓH ZÉ APERTA O CINTO!


Um artigo de Inês Aguiar Branco

 

Como se não bastasse o governo insistir teimosamente na construção do aeroporto da OTA, aliás contra a opinião da maioria dos portugueses, conforme sondagem recentemente publicada pelo “Correio da Manhã” em que apenas 26% dos inquiridos são a favor da mesma construção, vem agora o dito autorizar a expansão do actual aeroporto da Portela, construção do segundo terminal de passageiros, o que implica um gasto de 380 milhões de euros nos próximos 4 anos. O mesmo é dizer que Mário Lino vai deitar ao lixo essa mesma quantia, uma vez que quando a OTA abrir o aeroporto será desmantelado….tudo isto claro enquanto se pede ao Zé para apertar o cinto.
Este o exemplo acabado de um verdadeiro governo reformista …e nós no Porto, aqui tão perto, com um aeroporto praticamente às moscas!



uma psicose de Paulo Colaço às 16:16
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:22
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006
Todos descansados!
Um artigo de Sandra Pimentel

Hoje no programa Sociedade Civil, da :2, o secretário de Estado da Justiça, Dr. João Tiago Silveira, apresentava as doze medidas de descongestionamento dos tribunais onde fiquei a saber que o Estado vai retirar dos tribunais todas as acções executivas até 400€.
Bem, sendo assim, já sabem, até 400€ não precisam de se preocupar…


uma psicose de Paulo Colaço às 19:15
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:22
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Domingo, 26 de Novembro de 2006
Ajustes


Um artigo de Marta Rocha

 

O contributo do actual presidente da República, Professor Cavaco Silva para a queda do Governo do Dr. Santana Lopes terá sido o artigo publicado no Expresso "A boa e a má moeda".

Vêm aliás mencionadas as devidas consequências do dito artigo, na recente auto-biografia, um pouco ressabiada (lembrando a de Manuel Maria Carrilho), do Dr. Santana Lopes.

A questão que se coloca agora é se a verdadeira motivação para publicar "Percepções e Realidade" é apenas repôr a verdade (como alega), ou fazer a análise em números, daqueles que ainda são a sua gente e dar algum alento às tropas, pelo tempo que esteve e há-de estar em estado de hibernação política, bem como ajustar contas na devida altura.

Resumindo: Cavaco Silva escreve um artigo que prejudica a governação de Santana Lopes. E agora Santana Lopes escreve um livro. O que será que vem a seguir?



uma psicose de Paulo Colaço às 03:49
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:21
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

Sábado, 18 de Novembro de 2006
O Regresso do Albanês

Eis que Louça torna a salpicar saliva.
Veio dizer que somos governados pela coligação Cavaco-Sócrates.
O que me espanta é o longo silêncio (conivente?) do cavalheiro para voltar agora. Se ainda fosse para explicar o financiamento do BE…


uma psicose de Paulo Colaço às 19:59
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Terça-feira, 14 de Novembro de 2006
Crime Perfeito
Um artigo de Adriana Neves
 
O PS torna a ser tema de um post deste blog e desta vez por uma medida "especial". Os deputados socialistas querem criar um Procurador Especial para exercer a acção penal sobre titulares de cargos políticos suspeitos de crimes graves. Segundo a proposta do PS, o Procurador Especial ira exercer as suas funções com estatuto idêntico ao do Ministério Público sendo que as funções cometidas ao Procurador Especial não prejudicam os direitos dos assistentes constituídos no processo

Agora questiono: Será que vale a pena a criação de um procurador especial? Será que esta medida não discrimina outros tipos de crime e consequentes arguidos? Será que o PS também vai aplicar aos seus políticos?

Em suma, a nossa justiça tem imensos problemas para resolver e não me parece que a criação de um Procurador especial contribua para um aumento da sua celeridade e para resolução dos outros problemas.


uma psicose de Paulo Colaço às 23:50
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:17
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006
2+2=5


Sócrates disse que só despenalizará o aborto se o "sim" ganhar...

Sócrates disse que deixará a lei como está se o "não" ganhar, ainda que não se atinja os 50% de participação necessários para o referendo ser vinculativo...

Humm...

Será que daqui se pode deduzir que Sócrates alterará a lei, se o sim ganhar, ainda que não se atinja os 50% de participação necessários para o referendo ser vinculativo?



uma psicose de José Pedro Salgado às 20:46
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Domingo, 12 de Novembro de 2006
Acção do Governo tem falta de vitamina!
Um artigo de Marta Rocha

"0 líder do PSD, Marques Mendes, afirmou ontem que José Sócrates, precisa duma receita de credibilidade.
Marques Mendes diz que a credibilidade se perde quando se quebram sistematicamente propostas eleitorais. Essa é uma forma de minar a qualidade da nossa democracia. Falar em 11 a 14 por cento já não é apenas minar a credibilidade, é ser ridículo. Portugal corre o risco de passar os cinco anos de mandato do PS a afastar-se da Europa e a divergir da União Europeia, porque o Governo fala de rigor mas as despesas do Estado crescem e fala em justiça social mas os impostos prejudicam cada vez mais famílias e empresas. A seriedade, tal como a coragem, não se fala nem se proclama, exerce-se. E, em matéria de coragem, há muito mais na retórica do que na acção, considerou o líder do PSD." in PUBLICO, 11 de Novembro de 2006)

Enquanto isto, os próprios socialistas já se questionam sobre se estão ou não a fazer o que prometeram. E eu, por mim, subscrevo o Dr. Marques Mendes, o Governo carece de uma receita de credibilidade, para cobrir o défice de seriedade não exercida.


uma psicose de Paulo Colaço às 02:49
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:17
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Sábado, 11 de Novembro de 2006
O Psicolaranja

O Blogue Psicolaranja foi criado para debater os temas da atualidade, com especial pendor para a política nacional.

O tempo foi-lhe conferindo uma enorme variedade temática, sem nunca lhe roubar o espírito de total liberdade nas abordagens escolhidas pelos autores.

Cooptados de entre o universo de alunos da Universidade de Verão da Juventude Social Democrata, nunca os “Psicóticos”, deixaram que o blogue se transformasse em correia de transmissão partidária.

Cada autor responde individualmente pelas opiniões que veicula, não sendo o Psicolaranja um espaço com agenda política (pública ou velada).

Fazendo da discussão o seu valor supremo, o Psicolaranja transbordou as fronteiras da blogosfera e organiza tertúlias, encontros, debates e ações de formação.


tags:

uma psicose de Paulo Colaço às 19:22
link directo | psicomentar

Sexta-feira, 10 de Novembro de 2006
Diz que vai ser uma espécie de Magazine...

Um artigo de Inês Aguiar Branco

 

No primeiro scatch, com muitos holofotes e colorido intenso, o próprio do “animal feroz” + o imprescindível teleponto, e muito blá, blá, blá…

Nos scatchs intermédios, os desbotados e domesticados ajudantes do dito + cinzentões bajuladores + ilustres desconhecidos à procura do seu minuto de gloria e ainda os já aguardados tresmalhados e mal amados, Manuel Alegre e Helena Roseta numa derradeira tentativa de manter acesa a chama do socialismo, e muito blá, blá, blá…

Para encerrar, a apoteose! … de novo em carne e osso, o grande, o magnifico rei da selva e chefe da propaganda que em ecrã gigante fará o resumo do, blá, blá, blá…

Nada de novo afinal, uma magazine à moda do PS.



uma psicose de Paulo Colaço às 19:36
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:17
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

Quinta-feira, 9 de Novembro de 2006
Familiazinha...

No próximo Congresso do PS, uma das moções quer limitar os mandatos aos dirigentes sindicais.

1 - O PS quando está na Oposição anda de braço dado com os grevistas. No Poder esquece a democracia, esquece as “conquistas populares”!

2 – De facto, os “sindicalistas de carreira” são um cancro para a democracia, mas isso não dá o direito ao PS de limitar os mandatos a organizações “privadas”.

3 – E que dirá Almeida Santos disso? Ele é Presidente do PS desde 1992 e recandidata-se ao lugar, com apoio de Sócrates. Se não morrer antes, ficará com 16 anos em funções.

Este PS é mesmo da família do frei Tomás!


uma psicose de Paulo Colaço às 05:02
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006
Início do ano Académico da Universidade de Lisboa em Glória e Protesto!


Um artigo de José Baptista

 

 

 

Caros amigos,

Realizou-se ontem, à semelhança dos anos anteriores, a sessão oficial de abertura do ano Académico da Universidade de Lisboa. Catedráticos, alunos e funcionários deslocaram-se à Aula Magna para numa sessão que rondou as 2 horas e 45 minutos ouvir um digno representante de cada facção dos agentes da Academia de Lisboa.

Em vez da temática predominante se basear nos projectos e nas ambições de todos, o papão do Orçamento de Estado para a Ciência e Ensino Superior esteve na discussão mais renhida e preocupada.

Se é verdade que bem se disse da Academia e do Orgulho de pertencer a uma das Universidades mais bem relacionadas com o mercado de trabalho e o Mundo, muito foi dito e revelado, como por exemplo que o corte financeiro para esta prestigiada Instituição de Ensino Público ascende aos 13%, valor nunca antes atingido e nunca tão preocupante.

Quando José Sócrates disse perante a Nação que " O Orçamento de Estado que o Governo apresenta para 2007 tem tudo para merecer credibilidade: bases consistentes, cenários razoáveis e números rigorosos." estava certamente mais uma vez a rir-se do desgoverno, aliado à propaganda exageradamente dispendiosa para quem se auto-intitula de salvador para com os portuguese!

Apetece-me dizer Salvé, oh publicitário!

Um abraço Amigo

JBaptista



uma psicose de Paulo Colaço às 16:08
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:17
link directo | psicomentar | psicomentaram (1)

Domingo, 5 de Novembro de 2006
Ter o direito de estar no 'buraco'!!!


Um artigo de RIta Nave Pedro

 

Saddam Hussein foi condenado à morte, por enforcamento, por crimes contra a humanidade.

Sempre me interroguei sobre o direito que o ser humano tem de retirar a vida a outro ser humano.

Se matar um elevado número de seres humanos é um crime contra a humanidade, será menos crime condenar à morte apenas um ser humano?

Matar é um pecado capital e é, acima de tudo, um acto irracional que deve ser punido, mas não é matando quem mata que se ensina a essa pessoa e ao mundo em geral que matar é feio.

O acto de matar por si só não é exemplo de punição, pois ele é o próprio crime que está a ser julgado.



uma psicose de Paulo Colaço às 22:04
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:16
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Sábado, 4 de Novembro de 2006
SCUT's para o malta, agora sem contestação!


Um artigo de José Baptista

 

É a mais pura das verdade. Santana Lopes afirmou que a política do " utilizador pagador", com a qual concordo, deveria ser praticada nas SCUT "Vias sem custo para o utilizador", alegando que esta era uma medida urgente.

Pois bem, o engenheiro Sócrates foi ler a papelada da campanha e achou que afinal o PSD até tem boas medidas mas que dando-lhes outra roupagem e mudando-lhes o calendário tudo seria diferente e o povo iria ficar agradado. Não compreendo. Na altura da campanha eleitora Santana foi criticado até à exaustão devido a esta medida. Agora, ninguem se manifesta, nem o povo que então era contra a medida.

Não consigo perceber se o povo está apático ou se de repente acredita que passou a viver num regime tipo ditadura sem contestação, ao estilo Mau, Fidel, ou outro qualquer, "pro" em Liberdades de expressão!

Afinal o PSD tinha razão, mais uma vez, mas quem ganhou os votos foi o PS, Hirónico?



uma psicose de Paulo Colaço às 00:58
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:16
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Quarta-feira, 1 de Novembro de 2006
Toca a fugir!

Um artigo de Rita Nave Pedro


Desde há uns anos para cá que uma onde de imigração (i)legal invadiu Portugal. Muito se tem discutido acerca deste tema, nomeadamente, o facto desta mão-de-obra mais barata competir com a mão-de-obra portuguesa contribuindo assim para o aumento do desemprego dos cidadãos portugueses. No entanto, parece ter surgido uma solução para esta situação de invasão de imigrantes ucranianos, brasileiros e africanos que nos últimos meses têm partido para a Espanha, fugindo à crise económica portuguesa e procurando novas oportunidades. A juntar-se a estes imigrantes há a fuga dos próprios portugueses para a Espanha, cerca de 70 mil oficialmente e dezenas de milhares através de redes de recrutamento de trabalhadores, a maioria para a construção.

Parece que a crise generalizada no nosso país se está a tornar uma solução para o combate a problemas sociais como a imigração clandestina e o desemprego.

Acabou-se o tempo das ‘galinhas gordas’, toca a fugir!



uma psicose de Paulo Colaço às 16:43
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:16
link directo | psicomentar | psicomentaram (4)

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.