Terça-feira, 31 de Outubro de 2006
E as ilhas, fazem parte?!?
Um artigo de Lisete Rodrigues

O Orçamento de Estado para 2007 tem inscrita uma verba de 2,5 milhões de euros destinada ao pagamento das deslocações das equipas e atletas continentais às regiões autónomas. As contas públicas reflectem assim a política preconizada pelo Secretário de Estado da Juventude e Desporto: Lisboa suporta os bilhetes de avião para a Madeira e os Açores dos clubes do continente, enquanto Funchal e Ponta Delgada pagam as viagens das suas equipas para participarem nas competições nacionais.
 
 
Não terá o senhor Laurentino Dias se esquecido do princípio da continuidade territorial? Designadamente por ter sido "esquecido" quer na nova Lei de Bases do Desporto, quer no Orçamento, e segundo o qual ficaria para o Estado a responsabilidade de assumir os encargos de todas as viagens.


uma psicose de Paulo Colaço às 09:27
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:16
link directo | psicomentar | psicomentaram (6)

Quinta-feira, 26 de Outubro de 2006
Cidade das Mulheres

Um artigo de Adriana Neves

 

 

 

Andava a "passear" pela imprensa espanhola e não resisti em partilhar convosco uma noticia do jornal "La Voz de Galicia".


O Município de Chongqing, no centro da China, planeia inaugurar daqui a três anos a primeira cidade feminina do país. O projecto foi aprovado pelo governo de Chongqing, e a cidade das mulheres terá uma área de 2,3 quilómetros quadrados ao redor do lago Longshui.
À entrada deste novo núcleo urbano estará um cartaz que diz: «As mulheres têm sempre razão e os homens nunca deverão rejeitar os seus pedidos». A cidade será uma sociedade matriarcal, onde as mães se responsabilizarão pela totalidade dos assuntos familiares e, juntamente com as esposas e namoradas, terão a capacidade para permitir ou proibir os homens que desejem ir às compras.

Se a moda pega no resto do Mundo......


uma psicose de Paulo Colaço às 19:57
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:16
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

Quarta-feira, 25 de Outubro de 2006
Há 125 anos...

... nascia Picasso.

uma psicose de Paulo Colaço às 23:28
link directo | psicomentar | psicomentaram (4)

Todas as famílias têm uma ovelha negra!

O tempo médio de resolução de uma acção executiva é de 31 meses, segundo o Instituto Nacional de Estatística (…). A cobrança de uma dívida através da justiça demora quase três anos, enquanto que um divórcio é despachado em 10 meses. A pendência total nos tribunais é já superior a um milhão e oitocentos mil processos”.

Ao ler isto no DN, lembrei-me de uma resposta da Dra. Ferreira Leite no JUV:
P - Considera que temos um sistema fiscal atractivo ao investimento estrangeiro?
R – O nosso sistema fiscal não é atractivo mas esse não é o elemento decisivo. Mais importante é um sistema judicial célere e uma administração pública desburocratizada.


uma psicose de Paulo Colaço às 00:17
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Terça-feira, 24 de Outubro de 2006
Essa é boa!
Um artigo de Marta Rocha

"Segundo os estatutos aprovados no último congresso, todos os militantes têm a obrigação de indicar e manter actualizado um endereço de email para efeitos de recepção de toda a correspondência da JS."

Na JS, os militantes têm a OBRIGAÇÃO de manter actualizado um email. Isso significa que ao preencher a ficha de militante também oferecem um computador com ligação à Internet "à borlix"?

O candidato de Braga também dava chouriços, em troca de votos, mas não obrigava ninguém a comê-los!


uma psicose de Paulo Colaço às 05:05
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:15
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006
Contra o espalhafato marchar, marchar!

Lido no Público:

A direcção do PSD recusou o desafio de Luís Filipe Menezes para apresentar uma moção de censura ao Governo, classificando a proposta de “disparate”, que serviria apenas para descredibilizar o partido.

"[A ideia] seria um disparate que só serviria para fazer o jogo do engenheiro Sócrates e trazer o descrédito ao PSD", afirmou Álvaro Amaro que disse ainda que o repto lançado por Menezes faz parte de um “tipo de política de espalhafato e oportunista” que a direcção do PSD não apoia.


uma psicose de Paulo Colaço às 01:49
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2006
Com ou sem véu?

Um artigo de Adriana Neves
 
A comunidade muçulmana dispersa pelo Mundo, apesar de estar fora do seu habitat natural, mantém as suas tradições sendo que uma delas é o uso de certos símbolos. Todavia, por vezes, o uso destes símbolos é sinónimo de violência, perseguição e discriminação.

Após a polémica que surgiu em França, agora é a vez desta surgir em Inglaterra onde governo britânico considera o uso destes símbolos uma marca de separação da comunidade muçulmana. A atitude inglesa tem por base o caso de uma professora muçulmana que se recusava a tirar o véu para dar as aulas e que processou a instituição onde trabalhava por discriminação, assédio e perseguição. O tribunal decidiu condenar a escola ao pagamento de 1400 euros por perseguição, mas negou as acusações de assédio e discriminação.

Em suma: onde esta a liberdade religiosa? Porque que os paises não se insurgem contra os simbolos catolicos que muitas pessoas usam? Onde esta a igualdade entre todas as religiões?Será que esta tendência se vai espalhar para outros paises?


uma psicose de Paulo Colaço às 14:44
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:15
link directo | psicomentar | psicomentaram (18)

Quinta-feira, 19 de Outubro de 2006
Adivinha?!


Um artigo de Inês Aguiar Branco
 

 

Quem foi que disse que as SCUT "...se deverão manter como vias sem portagem..."?

 

O PSD, qual grilo falante e conciência crítica registou com agrado o recuo do Pinocchio. Como diz o ditado mais vale tarde do que nunca... e já agora era, também, tempo de recuar na OTA e no TGV...



uma psicose de Paulo Colaço às 20:28
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:15
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Coisas que não têm nome...

"Quem quer trabalhar como jornalista tem de ser totalmente servil a Putin, caso contrário pode enfrentar a morte, a bala, o veneno ou o julgamento - tudo o que os serviços secretos, os cães de guarda de Putin, acharem mais adequado." (Guardian a 9 de Setembro de 2004)

Anna Politkovskaya, abatida a tiro a um sábado à tarde, deixa muitas outras verdades por publicar.


uma psicose de Paulo Colaço às 16:22
link directo | psicomentar | psicomentaram (4)

Quarta-feira, 18 de Outubro de 2006
O papel da igreja

Um artigo de Sandra Pimentel
 
Há notícias que temos que ler e reler para acreditarmos. Não obstante as convicções religiosas de cada um, o que é facto há-de ser sempre facto, e não vejo como desmenti-lo. Li no Diário de Notícias de hoje a seguinte notícia, relativamente ao referendo ao aborto: “Os bispos portugueses (…) já decidiram que a Igreja vai dar orientações de sentido de voto aos fiéis”. Logo aqui não concordo, mas respeito. O mais extraordinário vem a seguir, declarações do secretário da Conferência Episcopal Portuguesa, D. Carlos Azevedo: "os fiéis terão uma orientação muito clara sobre qual deverá ser o seu sentido de voto", acrescentando depois que "não se trata de uma campanha política ou de uma questão apenas religiosa. É fundamentalmente uma questão de consciência".
Eu pergunto: se os fiéis terão uma orientação muito clara no sentido de voto naquela que é uma questão de consciência, então a igreja admite aqui, sem margem para outras leituras, que quer orientar a consciência dos seus fiéis.
E ainda dizem que a igreja não representa uma forma (inequívoca!) de manipulação humana…


uma psicose de Paulo Colaço às 16:07
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 12:14
link directo | psicomentar | psicomentaram (15)

Afinal que juíz decide?
 Um artigo de Lisete Rodrigues
 
Ainda mal abriu a boca e o que disse já foi vetado! A proposta de Fernando Pinto Monteiro, Procurador-geral da República, para seu 'braço-direito' foi rejeitada pelo Conselho Superior do Ministério Público. Mário Gomes Dias, amigo de juventude do Procurador-geral, tem uma carreira longa e destacada, sobretudo, pelo combate à corrupção.
 
 
A rejeição de Gomes Dias foi explicada pelo desconhecimento que aquele tem da realidade dos tribunais. Mas há português algum que não conheça a sua realidade? Ou seja, todos sabem que estes funcionam pouco e mal! É preciso saber mais?!
 
 
E, por outro lado, este sinal de desconfiança dado a Pinto Monteiro diz-nos o quê? A eventualidade de este poder significar que o Procurador-geral não tem qualquer isenção para as suas escolhas preocupa-me... O trabalho notável de Gomes Dias no combate à corrupção terá alguma coisa a ver neste caso?!


uma psicose de Paulo Colaço às 10:10
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Segunda-feira, 16 de Outubro de 2006
Banqueiro do povo

Um artigo de Marta Rocha
 
O Prémio Nobel da Paz foi atribuído ao economista Muhammad Yunus, do Bangladesh, e ao seu banco Grameen. O Nobel da Paz defende o direito ao crédito como um direito fundamental.

"No Grameen, o crédito é uma arma eficaz para combater a pobreza e serve como catalizador para o desenvolvimento das condições sócio-económicas de pessoas com poucos recursos, que têm sido mantidas fora da órbita dos bancos por serem pobres". in Comunicado do Comité Nobel

É bom de ver que a luta pela paz se faz nas mais variadas áreas do conhecimento.


uma psicose de Paulo Colaço às 18:56
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:55
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

E siga a Marinha!

Neste dia 16 de Outubro, o Psicolaranja completa o seu primeiro mês de existência.

Aqui escrevemos por desporto e não por interesse nas “audiências”, mas sabe bem dizer que ao 30º dia chegamos ao 300º comentário!

E é já notória a maior riqueza deste espaço: 14 pessoas dotarem o psicoblog de temas tão variados. Que seja sempre assim e com qualidade!


uma psicose de Paulo Colaço às 01:49
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Cala-te!
”Os deputados franceses adoptaram um projecto de lei que prevê um ano de prisão para quem negar o genocídio arménio pelos otomanos na I Guerra Mundial.” In DD.
Parece-me claro que a liberdade de expressão não é, de todo, respeitada neste projecto de lei. Ora, é também irónico ser o país da Revolução e da Declaração Universal dos Direitos Humanos a lançá-lo. Não haverá aqui nenhum contra-senso?


uma psicose de Margarida Balseiro Lopes às 00:48
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Domingo, 15 de Outubro de 2006
Um futuro incerto
Um artigo de Sandra Pimentel

O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou a resolução 1718 que impõe sanções económicas e comerciais à Coreia do Norte, e ainda um embargo de armas pesadas e de tecnologia militar e nuclear.
É importante que se reflicta sobre esta matéria, uma vez que no futuro este tipo de sanções, acredito, vão ter que ser tomadas mais vezes. A questão neste momento reside em saber se vão ser ou não acatadas as sanções. As Nações Unidas têm esse poder, no panorama actual de tensão internacional? Se não tiver, quem fará cumprir a resolução?


uma psicose de Paulo Colaço às 11:11
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:54
link directo | psicomentar | psicomentaram (4)

O Sócrates castiga!
 Um artigo de Marta Rocha
 
"Os dados oficiais da PJ, a que a agência Lusa teve ontem acesso, indicam que estão em curso 241 inquéritos por corrupção na área da Administração Local, como por exemplo as autarquias."
in Jornal de Notícias 13, de Outubro de 2006

Será a nova Lei das Finanças Locais um corte da "mesada" aos Governos Locais?...


uma psicose de Paulo Colaço às 00:17
link directo | psicomentar | psicomentaram (9)

Sábado, 14 de Outubro de 2006
O clima do Soares

Na apresentação do livro de memórias Fernando Henrique Cardoso, Mário Soares tentou picar Cavaco Silva dizendo que é mais importante ser um bom político do que um bom economista. "O que comanda não é a economia. O que comanda, mesmo em pleno neoliberalismo, é a política". (in Público)

É impressão minha ou o pai do João Soares vive em permanente clima de 2ª volta falhada?


uma psicose de Paulo Colaço às 03:05
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2006
Serviço Nacional de Saúde

Um artigo de Adriana Neves

 

 

O ministro Correia de Campos, numa entrevista a Antena 1, anunciou que, a partir do próximo ano, passariamos a ter "taxas de utilização" a cobrar por internamentos e cirurgias ambulatória. Estas taxas de utilização e toda a politica que as caracteriza, conduzirão a mudanças drásticas no Serviço Nacional de Saúde. Estas taxas, também, deixam no ar o problema da inconstucionalidade. Será que estas alterações põe em causa o artigo 64º da Constituição?

Em relação a esta polémica e outras afins, faço minhas as palavras do Eça:



uma psicose de Paulo Colaço às 01:58
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:54
link directo | psicomentar | psicomentaram (4)

Quarta-feira, 11 de Outubro de 2006
Portuguêsmente

O site do Público criou um espaço de esclarecimento de dúvidas linguísticas! Eis um verdadeiro serviço público!

Os jornais têm a enorme responsabilidade de serem veículo da nossa língua. Não é apenas sua obrigação escrever bem como ajudar na formação de todos nós.

Dou os meus parabéns ao Público!


uma psicose de Paulo Colaço às 16:07
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Terça-feira, 10 de Outubro de 2006
Não Havia Necessidade!

Um artigo de Inês Aguiar Branco
 
Cavaco Silva recomendou, e bem, no discurso de tomada de posse do novo Procurador-geral da República, “discrição na acção e visibilidade nos resultados”.

Ou eu me engano muito ou o recado também foi direitinho para Sócrates que qual “animal feroz” se atreveu a ir até à Madeira desafiar Alberto João e assim afirmar a sua masculinidade/autoridade.

O líder do PS e também primeiro ministro tinha obrigação de saber em que trabalhos se estava a meter ao colocar-se na” boca do lobo”… como diz o ditado quem vai à guerra dá e leva… A troca de piropos que se adivinha não tardará e será esclarecedora… È caso para dizer, não havia necessidade! …a menos que fosse isso mesmo que Sócrates pretendia para entreter o povo descontente com as suas politicas…


uma psicose de Paulo Colaço às 20:46
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:53
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Bath
Pois é… até parecia mal fazer uma viagem a Inglaterra e não escrever sobre isso não era? OK Então! Não, não fui a Londres - o que é quase imperdoável – mas hei-de ir noutra altura. Desta vez fiquei-me por Bath, uma cidadezinha universitária, cerca de 120 milhas a oeste de Londres.

Bath é uma cidade que nós, portugueses, chamaríamos de simpática. É agradável, bonita, bem arranjada, bem conservada, cheia de vida e vivacidade durante o dia e ainda mais à noite. É um daqueles caso que nos fazem pensar porque raio não temos mais autarcas neste país que pensem um pouco em apostar num projecto para as suas cidades que vise dar aos habitantes uma melhor qualidade de vida.

E se há coisa que podemos perceber em Bath é que não foi à toa que os Romanos gostaram do sítio. A cidade tem todas as condições naturais que foram potenciadas – e isto é o mais fantástico de tudo – pela intervenção humana. Organização, cuidados estéticos, limpeza e, acima de tudo, brio! Vê-se que os seus habitantes têm prazer em andar pelas ruas, parece que os carros quase não deitam fumo (a sério!), parece que a relva é banhada pelo nosso Sol (sim, o de Portugal)…
E andamos nós, por cá, a levar em ombros foragidos (as) à justiça…

uma psicose de Bruno Ribeiro às 11:30
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Finge que não é contigo, Zé...

José Ribeiro e Castro escusou-se a comentar a disponibilidade de Nobre Guedes em disputar a liderança do PP, pois "não está obcecado com a vida interna" do partido. (in Público)

Esta postura faz-me lembrar um prémio (apócrifo) criado no seio das Nações Unidas para o Estado que mais respeitasse o Princípio da Não Ingerência. Ganhou a Bulgária.

Este país é tão cioso desse princípio que nem nos seus próprios assuntos internos se mete…


uma psicose de Paulo Colaço às 02:11
link directo | psicomentar | psicomentaram (3)

Domingo, 8 de Outubro de 2006
Perseguição Policial


Noticia de última hora da SIC no fim do jornal da tarde: "Dois jovens baleados pela GNR em Gaia após roubo de viatura".

 

Um artigo de Adriana Neves

 

 

Todos os dias nos "entram " em casa noticias de perseguições, de roubos, de sequestros e na maior parte das vezes a comunicação social tenta manipular a opiniao pública. Esta noticia é uma prova dessa tentativa de influência. Porquê que a jornalista não salientou o trabalho da policia em vez de enfatizar o resultado da perseguição?
Em relação as forças policiais, a opinião pública peca por falta de coerência. Senão vejamos, se a policia não actua nas situações é criticada mas por outro lado se a policia persegue ou utiliza dos meios que tem a sua disposição também é criticada e mais é julgada por isso (exemplo da perseguição da semana passada no Porto onde o militar da GNR ja está indiciado por um crime de homicídio simples com dolo eventual). Para mim, esta falta de coerência da opinião pública, muitas vezes, é fruto do trabalho dos mass media e da sua falta de imparcialidade.



uma psicose de Paulo Colaço às 15:43
editado por Essi Silva em 11/12/2015 às 18:02
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Sábado, 7 de Outubro de 2006
O outro cadáver

O Serviço Federal de Protecção da Rússia informa que entre 10 de Novembro e 26 de Dezembro o Mausoléu de Lenine encerra para trabalhos de manutenção.

O cadáver de Lenine será imerso em soluções especiais para que os tecidos não se deteriorem e se possam conservar por mais 100 anos.

Pelos vistos, este cadáver vai durar até 2106. Veremos até quando durará o outro cadáver, o comunismo!


uma psicose de Paulo Colaço às 19:28
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Sexta-feira, 6 de Outubro de 2006
Para não comentar

Coração independente,
coração que não comando:
vives perdido entre a gente,
teimosamente sangrando,
coração independente.

Eu não te acompanho mais:
pára, deixa de bater.
Se não sabes aonde vais,
porque teimas em correr,
eu não te acompanho mais.


uma psicose de Paulo Colaço às 05:30
link directo | psicomentar | psicomentaram (1)

Quinta-feira, 5 de Outubro de 2006
Imigração ilegal


Um artigo de Adriana Neves

 

Todos os dias nos surpreendemos com as noticias do mundo...O Presidente Bush promulgou uma lei que garante o financiamento da construção de um muro ao longo da fronteira com o México para combater a imigração ilegal. Sera que estamos a retroceder no tempo? Sera que todas as medidas que o Presidente Bush toma tem que ter como requisto essencial certa e determinada insanidade?

A imigração ilegal é um problema de muitos paises (incluindo ate Portugal) e sem duvida que afecta bastante os EUA. De acordo com as estatisticas vivem nos EUA 12 milhoes de imigrantes ilegais sendo que a maior parte deles entra através da fronteira mexicana.
Todavia não me parece que a construção de um muro seja a resolução do problema. Apesar de existirem outras medidas possiveis partilho da opiniao do Presidente da Comissão Europeia que numa entrevista a EuroNews dizia que o problema da imigração ilegal, para alem de ser resolver com medidas de segurança, se resolveria com "o desenvolvimento a longo prazo dos países de origem dessa imigração".
 



uma psicose de Paulo Colaço às 14:38
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:52
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Sim, Sr. Ministro, o Homem da Razão!
Um artigo de José Baptista

Enquanto o Governo alega que 70 dos 308 municípios ultrapassaram já a sua capacidade de endividamento, a associação estima que, com as novas regras de cálculo de endividamento, 200 autarquias já o tenham ultrapassado.
 
António Costa, por seu turno, afirma que as contas da Associação Nacional de Municípios estão erradas, à semelhança das de Manuela Ferreira de Leite e de tantos outros...Graças a alguém temos um Ministro que afirma saber fazer qualquer coisa! Lá por isso não quer dizer que o saiba fazer realmente!
 
Esta personagem sempre teve um problema: Acreditar que está sempre certo!
Costa? Longe!


uma psicose de Paulo Colaço às 01:10
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:52
link directo | psicomentar | psicomentaram (2)

Fatinha, foge que eles andam aí!


 

Um artigo de José Baptista
 
Segundo o PÚBLICO de hoje, a autarca Fátima Felgueiras, juntamente com outros 15 arguidos, começa a ser julgada a 6 de Fevereiro do próximo ano, pela alegada prática de 23 crimes no âmbito do chamado caso do saco azul.
 
 
Fatinha despacha-te! Até Fevereiro ainda tens tempo de meter mais uns euros ao bolso e voltares para o Brasil! Daí a uns meses regressas e repetes a novela, recebida em ombros!
 
Força nisso, o povo é estúpido e volta a apoiar-te!
Contestação social não tens, não há crise!


uma psicose de Paulo Colaço às 00:28
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:52
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Terça-feira, 3 de Outubro de 2006
Anciãos para uns, velhos para nós!
Um artigo de Marta Rocha

Ontem comemorou-se o Dia Internacional do Idoso e uma notícia deixou-me triste: A Solidão "escondida" de 34 mil idosos em Lisboa.
34 mil!!!


uma psicose de Paulo Colaço às 22:43
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:52
link directo | psicomentar | psicomentaram (10)

Deus tem maus tradutores...

A comunidade amish dos EUA descende de cristãos suiços-alemães, conta 180 mil pessoas. São protestantes de origem anabaptista, pacíficos e vivem à margem do progresso, sem electricidade, telefone, televisão ou automóveis.
Subsistem com a agricultura e o artesanato, deslocam-se em cavalos. Até 1972 as crianças aprendiam as letras em casa, ano em que uma decisão do Supremo Tribunal tornou a escola obrigatória até aos 14 anos.
As mulheres vestem-se como no século XVII, com vestidos compridos, um avental branco e os cabelos escondidos num chapéu branco. Os homens têm fatos pretos, camisa branca e usam um chapéu preto de abas largas. (In Público)

Será que é Deus que obriga este povo ao obscurantismo? Ou será que, como sempre, são os seus representantes que querem um povo pouco esclarecido e nada exigente que controlem mais facilmente?


uma psicose de Paulo Colaço às 14:16
link directo | psicomentar | psicomentaram (19)

Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006
Para grandes males... grandes Mestres!


Um artigo de Lisete Rodrigues

 

O extraordinário poder do oculto "assentou arraiais" por estes dias em Alvalade. Um total de 15 videntes, todos muito credíveis segundo o Grande Mestre da feira esotérica, estiveram ao dispor dos portugueses para cura das suas maleitas.

O Grande Mestre, o mesmo que já esteve ao serviço da Selecção Nacional, anunciou diante das televisões que o CF do Porto será campeão novamente!

Curiosamente, ou não, este facto (?) foi ontem notícia nas televisões nacionais. Espantosamente, ou não também, os males dos portugueses que acorreram àquela feira relacionavam-se muito com a sua vida amorosa, com a procura da sua alma gémea.

De facto, tudo aquilo que aqui diariamente trazemos a discussão, desde a política, economia, questões sociais, etc., parece passar ao lado do rol dos problemas dos portugueses.

Há quem defenda que a política tem como objectivo final a felicidade da pessoa humana. Não desprezando de forma alguma a importância dos nossos afectos e do contributo deles para a existência de um "eu" completo e feliz, será assim tão estranho ao português comum assumir que os problemas do País são também os seus problemas?



uma psicose de Paulo Colaço às 14:26
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:52
link directo | psicomentar | psicomentaram (8)

O ritmo de Setembro

Setembro foi o nosso mês de arranque.
Em apenas 15 dias este psicoblog já mostrou a têmpera dos seus membros e a opinião de diversos amigos e navegadores anónimos.

Eis os números:
Posts – 29
Comentários – 169
Média de comentários por post – 5,8
Média de comentários por dia – 11,2
Posts mais comentados: O mérito tornou-se um critério obsoleto... (da Marta Rocha) e Insensato encarniçamento? (do Bruno Ribeiro), ambos com 15 comentários

Veremos como será Outubro…

uma psicose de Paulo Colaço às 04:10
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Domingo, 1 de Outubro de 2006
SIDA – Saber, Informar, Diagnosticar, Agir

Um artigo de Rita Nave Pedro

 

Foi realizado um estudo sobre a SIDA em Portugal cujos resultados demonstram que, apesar de a maioria dos portugueses estarem bem informados sobre as formas de transmissão do VIH, ainda há muito desconhecimento e negligência, o que se prova pelo facto de terem sido comunicados, até 30 de Junho deste ano, 29.461 casos de infecção pelo VIH, tendo sido declarados desde o início do ano 1.173 novos doentes.

O VIH transmite-se através de sangue, das secreções sexuais e da mãe infectada para o filho. Contudo, os dados obtidos revelam que uma percentagem significativa dos inquiridos julga que o vírus se transmite através de beijos (30,4%), pelo uso de casas de banho (29,5%), pela picada de insectos (29,5%), por tosse e espirros (22,7%), por comida e talheres (18,1%) e 5,3% disse que o aperto de mãe e abraço são fontes de contágio, enquanto 1,2% afirmou desconhecer as formas de transmissão.

As conclusões deste estudo são anunciadas numa altura em que a Coordenação Nacional para a Infecção VIH/SIDA e a Apifarma assinaram um protocolo que tem como objectivo fomentar na sociedade a realização do rastreio ao VIH. Está planeado que deste protocolo de cooperação irá surgir uma campanha de sensibilização no âmbito do diagnóstico da SIDA.

Parece que afinal este assunto ainda não está esgotado e, é curioso, que são os jovens os que menos se preocupam com estes números!



uma psicose de Paulo Colaço às 19:53
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:49
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Nem tudo o que reluz é ouro.


O Jornal de Notícias refere hoje que parte do ouro que os dirigentes (alegadamente) corruptos teriam (alegadamente) dado aos árbitros envolvidos no processo "Apito Dourado" era falso.

Já não se pode cofiar em ninguém...



uma psicose de José Pedro Salgado às 15:21
link directo | psicomentar | psicomentaram (7)

Fornecemos explicações!



Um artigo de Adriana Neves

 

 

 

De acordo com o Sol, os autarcas do PS vão receber um manual de instruções sobre a Lei de Finanças Locais, fornecido pelo Partido Socialista, e com o objectivo de demonstrar que "as regras que o Governo quer aprovar são boas para os autarcas, ou, pelo menos, que não são tão negativas como o Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP) tem feito crer."

Esta noticia levanta algumas questões como:
- porque é que só os autarcas do PS é que são abrangidos?
- porque é que é o Partido Socialista a explicar a Lei das Finanças Locais e não Governo?
- será que é a prova que os autarcas do PS precisam, como muitos alunos deste país, de frequentar centros de explicações para aprender a fazer contas tendo como bibliografia obrigatória este manual?

Enfim, este manual de instruções e a sua consequente divulgação só demonstra, mais uma vez, a incoerência deste Governo, a discriminação com os demais autarcas e a violação de um direito de informação na medida em que não permite a explicação da lei a todos os intervenientes.



uma psicose de Paulo Colaço às 01:43
editado por Essi Silva em 20/12/2012 às 11:49
link directo | psicomentar | psicomentaram (5)

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.