Sábado, 31 de Agosto de 2013
Miúdo lê demais e não permite o acesso de outros a Campeão de Leitura

Garoto de 9 anos lê 373 livros em cinco anos e é criticado por diretora de biblioteca:Kid

Um garoto de nove anos, estudante do ensino fundamental em uma cidade do estado de Nova York, foi criticado pela diretora de uma biblioteca pública por… ler demais.

Tyler Weaver, que já foi cinco vezes campeão em um concurso de leituras da biblioteca pública de Hudson Falls, foi alvo de comentários por parte de Marie Grandon, a diretora do estabelecimento. Segundo informações do portal Huffington Post, ela contou a um jornal local que achava ser hora de o menino abdicar de seu trono e dar chance a algum outro.

A biblioteca organiza um concurso anual de leitura, no verão. Nele, as crianças que leram pelo menos dez livros são convidados para uma festa no final da estação. O participante que ler o maior número de livros é o vencedor. Nos últimos cinco anos, Tyler leu um total de 373 livros para o concurso, segundo a publicação local Post-Star.

O jornal procurou a biblioteca para, originalmente, produzir uma reportagem sobre o garoto e seu índice impressionante de leituras. Porém, para a diretora, a dedicação do menino não é motivo para comemorações.

Para Marie, Tyler “contamina” o concurso. Por isso, ela quer mudar as regras, de modo que o vencedor seja sorteado, e não mais conquiste o prêmio pelo total de livros que leu.

Faz sentido: viola o princípio da igualdade no acesso a Campeão de Leituras da biblioteca. Só um Sorteio permitirá que todos os meninos que entrem no sorteio tenham Igualdade no acesso ao título, que há 5 anos é monopolizado pelo maníaco das leituras.

Neste sentido, nos próximos Jogos Olímpicos, Dilma deverá também determinar que o campeão olímpico de cada modalidade deverá ser sorteado. Igualdade para todos já! Pelo fim das vitórias dos privilegiados, unidos lutaremos!



uma psicose de Ricardo Campelo de Magalhães às 16:18
link directo | psicomentar

5 comentários:
De Hugo a 31 de Agosto de 2013 às 17:37
Não confundas "igualdade" com "igualdade de oportunidades".

Em última análise pode dar-se o caso de, já que o puto-maravilha vence sempre tudo e devora livros, ninguém a não ser ele participe no concurso da biblioteca e este deixe de ocorrer. Se em 5 edições seguidas dos Jogos Olímpicos apenas os atletas dum só país vencessem as provas todas de todas as modalidades era possível, não que os atletas vencedores fossem sorteados, mas que os JO perderiam o interesse e deixassem de existir.

Acho que em linguagem economicista se chama a esta situação "monopólio" e nem o mais meritocrático dos liberais não gosta disso.

PS - Só para ser acutilante, felizmente em Huddson Falls não impera o liberalismo da treta que o PSD advoga, se não não haveria biblioteca pública (deixem o mercado vender o acesso à leitura a quem puder pagá-lo) e o rapaz dos 973 livros só competeria com meninos-ricos que tivessem acesso a livros. Mas haveria sempre um liberal a dizer que os meninos-ricos é que tem mérito e que as condições sociais não contam para nada.


De Carlos a 31 de Agosto de 2013 às 19:39
O vício de criticar os melhores e dificultar que melhorem em detrimento do piores é facto muito bem aceite por sociedades que se tornam medíocres.
Não é preciso ir muito longe para ver casos desses noutros domínios.


De Hugo a 31 de Agosto de 2013 às 21:40
Não se trata de melhores ou piores, méritocracia ou políticas de "no-child-left-behind". Este miudo é claramente sobre-dotado, pelo menos no que diz respeito à leitura. Em vez de o porem em concursos infantis de bibliotecas, tipo freak-show, ponham-no num curso de escrita ou leitura avançados.

Uma coisa é mérito entre iguais, que deve ser sempre recompensado. Outra coisa diferente é pôr um miudo super-dotado para matemática capaz de resolver integrais aos 9 anos a competir nas Olímpiadas de Matemática da escolinha primária, não acham?


De Carlos a 1 de Setembro de 2013 às 10:59
Para a próxima proponho um sorteio... é que já são 3 vezes consecutivas, desmotiva as outras cidades, não é justo.
http://economico.sapo.pt/noticias/lisboa-eleita-o-melhor-destino-para-city-breaks-da-europa_176222.html
;-)


De Paulo Colaço a 3 de Setembro de 2013 às 12:04

Sorteios é para prémios de... sorte. Tudo o que implica mérito deve haver mais exigência na escolha. O Real Madrid ganhou a taça dos Campeões Europeus 4 vezes seguidas e, se não fosse o Benfica, ganharia a 5. A desmotivação não acontece quando há hegemonia mas sim quando há batota ou subversão, como parece ser o caso da ideia desta directora.


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.