Domingo, 3 de Março de 2013
1 Milhão...

... é o número de Portugueses que preferem ter políticos que lhes mintam a políticos que lhes digam a verdade.

... é o número de Portugueses que só reconhecem direitos em democracia mas não deveres.

... é o número de Portugueses que merecem Sócrates de volta.

 

... é o número de Portugueses que condenam os jovens ao desemprego e os mais desfavorecidos à miséria, defendendo os interesses estabelecidos das corporações e subsidio-dependentes.

 



uma psicose de Miguel Nunes Silva às 13:19
link directo | psicomentar

3 comentários:
De Hugo a 3 de Março de 2013 às 14:22
1) sobre políticos que mentem aos eleitores
http://www.youtube.com/watch?v=gNu5BBAdQec

2) Os ricos não tem deveres, só a classe média e baixa. Ah, espera, os ricos já são "empregadores", já cumprem o seu dever. Impostos sobre seus rendimentos, taxação ao seu património e bens de luxo é "caça ao rico". Os pobres tem de ter deveres. os ricos só direitos. Viva o liberalismo económico.

3) 1 milhão é o número de pessoas que não vem diferença absolutamente nenhuma entre Sócrates e Passos Coelho.

4) que condena os jovens ao desemprego e os mais desfavorecidos à miséria, defendendo os interesses estabelecidos, são os "grandes empregadores" que não criam empregos (apesar das suas fortunas pessoais aumentarem), os bancos que não concedem capital aos jovens que queiram iniciar as suas empresas (apesarem de serem recapitalizados pela Troika e pelo dinheiro dos contribuintes), e muitos empresários e políticos que são também subsidio-dependentes.


De k. a 4 de Março de 2013 às 22:01
http://mashable.com/2013/03/02/wealth-inequality/

Tretas, vocês são todos uma treta.


De ogrilofalante a 5 de Março de 2013 às 00:59
Eu ainda consigo ver a diferença entre Sócrates e Passos Coelho. O Sócrates fez a cova ao país e o Passos enterrou-o.


Comentar post

Notícias
Psico-Social

Psico-Destaques
Psicóticos
Arquivo

Leituras
tags
Subscrever feeds
Disclaimer
1- As declarações aqui pres-tadas são da exclusiva respon-sabilidade do respectivo autor.
2 - O Psicolaranja não se responsabiliza pelas declarações de terceiros produzidas neste espaço de debate.
3 - Quaisquer declarações produzidas que constituam ou possam constituir crime de qualquer natureza ou que, por qualquer motivo, possam ser consideradas ofensivas ao bom nome ou integridade de alguém pertencente ou não a este Blog são da exclusiva responsabilida-de de quem as produz, reser-vando-se o Conselho Editorial do Psicolaranja o direito de eliminar o comentário no caso de tais declarações se traduzirem por si só ou por indiciação, na prática de um ilícito criminal ou de outra natureza.